Porteiro passa em vestibular para Enfermagem graças a ajuda de alunos

9 de abril de 2019

O porteiro Ozeilto Barbosa, de 43 anos, parou de estudar há 20 anos. Mas, com a ajuda e o incentivo de alunos do colégio onde trabalha em Vitória (ES), retomou os estudos e passou no vestibular de Enfermagem.

“Ozé”, como é carinhosamente chamado pelos estudantes do Centro Educacional Charles Darwin, em Jardim da Penha, fez o pré-vestibular e o Enem e neste ano, conseguiu uma vaga na faculdade, no curso de Enfermagem. O agora calouro conseguiu uma bolsa de 100% por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni). “Eu fiquei muito feliz, vou realizar meu sonho e dar uma vida mais digna para minha família”, diz.

O estímulo de retornar aos estudos veio de uma pessoa da escola. “Uma secretária da escola chegou para mim e falou: “Ozeilto, que tal você voltar a estudar?” Eu falei logo que não, mas ela insistiu e me apresentou o EJA” (Educação de Jovens e Adultos), explicou. Até então ele tinha apenas o quarto ano do ensino fundamental.

A história de Ozé já é inspiradora por si só, mas vai além: ele também virou uma referência para as alunas que o ajudaram. “É uma inspiração para nós, sempre estava com um sorriso no rosto”, disse Ramona Uliana.

Já Débora Lopes disse que ele sempre se mostrou muito interessado: “Eu lembro de ter o ajudado em Matemática. A gente via ele todo dia com a apostila na mão lendo ou fazendo exercícios”.

“Ele é afetivo, olha para cada um de forma individual e cumprimenta os alunos pelo nome. A gente reclama por pouco, somos privilegiadas por estudar na juventude. Ele só conseguiu agora”, revelou Bárbara Rocha.

Informações de Tribuna Online.



2 comentários

  1. Lucio Trindade em 13 de julho de 2019 às 01:25

    bem interessante, gostei!

    • Por Respeitar é Preciso! em 18 de julho de 2019 às 15:07

      Que bom, Lucio! 😉

Deixe um Comentário