Escola é para todo mundo – Autista ou imigrante?

1 de março de 2018

São muitas as crianças imigrantes que, por estarem ainda vivendo um processo de ambientação no nosso país, enfrentam dificuldades para se comunicar por meio da fala. Muitas vezes, esse “silêncio”, sobretudo quando se manifesta na escola, é confundido e tratado como caso de autismo, trazendo, para esses alunos e suas famílias, transtornos ainda maiores do que aqueles já enfrentados no processo de imigração. 

Para saber mais sobre esse assunto, acesse o link: http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,autista-nao-imigrante,70001705273

 

1 comentário

  1. Mariolinda Cruz de Araujo em 18 de março de 2018 às 11:39

    Bom dia eu pessoalmente ainda não recebi crianças de outro país mas acho de suma importância trabalhar esse tema.
    Trabalho com crianças de o a 3 anos e não é fácil quando ainda n ão se comunicam verbalmente imagino um aluno que não tem o mesmo idioma o quanto deve ser difícil para as ambas partes.

Deixe um Comentário