1° Encontro na DRE Guaianases 2018

1° Encontro

Data: 17/04
Formadora: Celinha Nascimento
Pauta:
– Aquecimento
– Retomada do histórico da temática e dos encontros, Respeitar é Preciso! e Portaria
– Vídeo com Maria Victória Benevides, atividade em grupos, socialização
– Apresentação do Portal, definição de pauta para 2018, nosso pacto, tarefas para casa, avaliação

O público do encontro tinha uma composição diversa, contando também com a participação de duas mães de alunos que integram o Conselho Gestor de sua escola e três estudantes do 8º ano. Sua presença foi muito elogiada por todos.

Em sua maioria, os educadores eram novos integrantes das Comissões de Mediação de Conflitos: apenas sete haviam participado das comissões em 2017, bem como de algumas palestras do Respeitar é Preciso!.

Nenhuma pessoa presente soube dizer o que a comissão anterior realizou. A partir desta constatação, foi proposto ao grupo para que refletissem sobre o que estão fazendo nestas comissões, qual é seu papel, que legado herdou e como pretende trabalhar. Estas questões ajudam a pensar sobre os futuros combinados e o pacto de adesão ao trabalho neste ano.

A formadora fez uma retomada do histórico da temática dos DH e da EDH no âmbito da educação municipal, da participação do Respeitar é Preciso! e da Portaria 2.974/2016. Poucos presentes conheciam este documento. Foi enfatizado que os membros das CMCs precisam conhecer os documentos que a regem, precisam saber o que aconteceu antes e deixar um bom legado para quem vem depois.

No ambiente do auditório, foi feito um mural de notícias compilado pela formadora (chamado REP!ARA!) e uma Linha do Tempo, que os educadores observaram durante o intervalo. No retorno do intervalo, algumas notícias foram comentadas pelos presentes.

Após assistirem a um trecho da palestra de Maria Vitória Benevides promovida pelo REP! em 2016, os educadores socializaram suas visões sobre a EDH, o que acabou incluindo percepções sobre as CMCs, conflitos e Direitos Humanos.

Tópicos que surgiram durante a conversa:

  • Diferenças entre CEI, EMEI e EMEF e EJA: como agir em cada segmento, como agir melhor com as famílias;
  • Conceito de infância e adolescência ao longo do tempo;
  • Novo papel da comunidade que estão, verdadeiramente, entrando cada vez mais nas escolas e obrigando os educadores a repensarem atividades e relações;
  • Como garantir a questão pedagógica em todo cenário de desafios;
  • Questão dos estrangeiros que estão chegando nas escolas [este foi o tema da Campanha passada deste Portal];
  • Alunos trans e homossexuais e como agir com os preconceitos.

 

Ao fim, os educadores avaliaram o encontro. Confira a tabulação.

***

A equipe da DRE reportou este encontro no Portal de Notícias da SME. Seu perfil no Flickr publicou um registro fotográfico. Uma nota sobre o encontro também apareceu na página 3 do mensal Boletim Informativo da DRE Guaianases.

 

Deixe um Comentário