Tarefa 6 – Curso REP! – Vanilza Gomes

Data

22 de julho de 2020

Cursista

Vanilza Gomes

Função

Diretor de escola

DRE / Unidade Educacional

Capela do Socorro

Escola

Céu três lagos

Discutindo a diversidade no ambiente escolar

Cursista: Vanilza Gomes – Diretora da EMEI Vargem Grande I e membro da Comissão de conflitos, Conselho de escola e Associação de pais e Mestres da Unidade escolar.

Justificativa: O preconceito está arraigado historicamente em nossas vidas. Combatê-lo é uma necessidade social.

Por isso, a escola como um espaço de vivência comunitária que visa promover a aprendizagem de seus educandos, tem um papel fundamental de conscientizar a respeito dos direitos humanos e o respeito às diversidades.

Finalidade: Este projeto tem a proposição de ampliar a visão da comunidade escolar sobre a importância do respeito mútuo, da igualdade de direitos e combate ao preconceito.

Objetivos: Realizar ações de reflexão e conscientização sobre a necessidade de respeito às diversidades encontradas em nossa escola e comunidade;

Combater ações de preconceitos raciais, sociais e de gêneros;

Organizações envolvidas no projeto:

Comissão de mediação de conflitos, Conselho de escola, Associação de pais e mestres, professores, equipe de apoio, pais e alunos ( faixa etária 4 e 5 anos) da escola EMEI Vargem Grande I.

Duração: Um semestre, podendo estender-se para o próximo ano letivo, dependendo da data de retorno da volta às aulas.

Ações: Proposição a comissão de mediação de conflitos do projeto e a implantação dele em nossa escola.

Envolver os professores, conselho de escola e APM no projeto, através da discussão do tema e sua relevância em nossa comunidade escolar.

Elaborar juntamente com os professores materiais de apoio para ser discutidos com os pais e responsáveis em oficinas, utilizando reuniões de pais e dia da família na escola.

Como material de apoio: Utilizar os textos do caderno “Respeitar é preciso” sobre diversidade, capítulo 1, páginas 13, 14 e 15.

Promover debate sobre o conteúdo, a fim de buscar a reflexão de todos.

Apresentar a leitura: O menino de todas as cores, da autora Luísa Ducla Soares, que tem por objetivo ilustrar de maneira lúdica que todos somos iguais não importando a cor da pele. Aqui, pode ser gravada a leitura ilustrativa por uma professora da escola, e também trabalhada em sala de aula com os alunos.  Essa atividade  também será trabalhada em vídeo aula para todos os nossos alunos na plataforma Google Classroom, e posteriormente, será veiculada aos pais nas reuniões de pais, como reflexão do tema.

Atividade pratica: Ilustração do tema pelos pais, através de desenhos, nos quais terão a comanda de colocar a interpretação do livro O menino de todas as cores e sobre a discussão do texto de apoio do caderno diversidades. Exposição final das ilustrações realizadas nos corredores da escola.

Outras leituras que serão utilizadas: Livro – Diversidades de Tatiana Belinky;  Tudo bem ser diferente, autor: Todd Parr;

Todas as leituras serão adaptadas em vídeo aulas para incentivar a reflexão e facilitar a compreensão das crianças.

Após, a leitura de cada obra acima citada, serão promovidas rodas de conversas e dinâmicas para envolver a todos.