Tarefa 6 – Curso REP! – Tiago da Silva Germano

Data

27 de junho de 2020

Cursista

Tiago da Silva Germano

Função

Professor

DRE / Unidade Educacional

Penha

Escola

Emef Amadeu Amaral

Tiago da Silva Germano – RF 8094144

Proposta de ação para o retorno

Resumo: essa proposta  destina-se à escola que busca incorporar a Educação em Direitos Humanos, apresentando aos estudantes e à comunidade escolar o que é a Educação em Direitos Humanos. Através dele serão trabalhados os seus objetivos e isso se traduz em ações na escola, incentivando uma participação mais ampla e motivada por parte dos estudantes que, promovam um evento que  envolve toda a comunidade escolar.

Objetivos: promover Direitos humanos fundamentais que devem ser respeitados
na retomada da frequência a escolas; Fomentar o Direito à cuidados para a preservação da saúde e proteção contra a infecção pelo Coronavírus; Incentivar o Direito a um período de acolhimento e adaptação que lhe permita expressar seus sentimentos (angústias, medos, preocupações, alegrias) e suas reações a essa experiência de uma nova rotina; Ter o Direito a ser tranquilizada sobre possíveis problemas de adaptação da
criança devido ao período de afastamento da escola;  Implantar o Direito a receberem uma orientação segura e periodicamente atualizada a respeito das medidas necessárias de cuidados com a saúde das
crianças e dos demais adultos que trabalham na escola ou creche;

Equipe de gestão: refletir, dialogar e promover tempos e espaços para reflexão da comunidade escolar sobre Educação em direitos humanos pós-pandemia.

Professores e funcionários: atuar em colaboração, para construir proposições de Educação em direitos humanos alinhadas aos objetivos  ao contexto da escola.

Estudantes: desenvolver as ações e participar ativamente das proposições apresentadas.

Outros setores da comunidade escolar e do entorno da escola: apoiar os estudantes, professores e gestores nas propostas  e participar das atividades no decorrer da proposta.

Ações:

1) Criar grupos no Whats app para discutir os direitos humanos e como isso se dá no contexto da quarentena;

2) Fazer um mapeamento das dificuldades e levantar dados das sensações que os estudantes estão vivenciando nesse período de pandemia, por meio de questionário on-line.

3) Fazer a mediação desses conflitos apresentados nos dados do questionário com live agendada com os estudantes.

4) Buscar conjuntamente ações para o acolhimento e discussão das inseguranças apresentadas na volta às aulas.

5) Implantar as sugestões.

Referências:

CAMPOS, Maria Malta, et al, Para um retorno à creche e à escola que respeite os direitos fundamentais de crianças famílias e educadores. Brasil, 2020.