Tarefa 6 – Curso REP! – Thiago René Alves

Data

7 de agosto de 2020

Cursista

Thiago René Alves

Função

Coordenador Pedagogico

DRE / Unidade Educacional

Santo Amaro

Escola

EMEF Antenor Nascentes

  • Justificativa – porque você elaborou essa proposta, de que observação e/ou experiência você parte; que demandas e possibilidades você identifica na escola.

 

A demanda envolvida na dinâmica dos relacionamentos será muito grande quando retornarmos ao ensino presencial. Os estudantes terão enfrentado a  quarentena de formas diferentes. Portanto, terão respostas diferentes  a esse momento. Em nossa comunidade temos muitos estudantes com dificuldades para acessar as plataformas digitais devido à falta de condições mínimas, como sinal de internet e um aparelho que processe o conteúdo visualizado e/ou compartilhado. Além disso, as condições de vida de muitos estudantes não proporcionam o amparo educacional e emocional adequado, e por isso, a escola precisa proporcionar momentos, espaços e ambientes que possam atender essas necessidades. Se nós simplesmente voltarmos, muitos alunos serão prejudicados. Alguns estarão agitados e não acompanharão as aulas, outros estarão defasados em termos de conteúdo e todos estarão com seus ritmos de aprendizagem comprometidos. Por esses motivos, é fundamental que a educação em valores humanos entre em jogo: inicialmente, a comunicação não violenta deve ser prerrogativa básica para todos os momentos de aprendizagem. Ela pode dar a tônica de um ambiente menos conflituoso e por isso passível de maior aprendizagem, já que os estudantes se sentiriam confortáveis em manifestar suas dúvidas e recorrer aos colegas e professores durante a realização das atividades. Outro fator importante a se considerar é a equidade. Diante da disparidade de condições de nossos alunos durante a quarentena, o momento de retomada precisa proporcionar condições equânimes no ambiente escolar. Visto que as plataformas digitais continuarão operantes, poderemos direcionar as aulas de informática para a realização de atividades na plataforma.

 

  • Quais organizações da UE estarão envolvidos como protagonistas: Grêmio? CMC? Conselho? APM?

 

A comissão de mediação de conflitos vai se reunir para compartilhar as informações desse plano de ação e discutir as relações ao longo do processo.

 

  • Finalidade – Qual a sua intenção, o que você deseja promover com essa proposta. 

 

Produziremos uma exposição com transmissão online ao vivo, para evitar aglomerações, mas garantindo a coletivização dos trabalhos produzidos na escola e favorecendo os laços com a comunidade.

 

  • Objetivos/Resultados esperados – Em que ponto você espera chegar com esse trabalho – que novas possibilidades vc prevê para continuidade.

 

Cada turma produzirá um trabalho que retrate a quarentena e as expectativas atuais. A ideia é que os alunos, a partir dessa proposta, elaborem modelos de exposição que retratem a nossa comunidade escolar, suas necessidades, seus anseios e expectativas. Dessa forma, os espaços de aprendizagem podem ser otimizados, acolhendo e favorecendo potencialidades, além do que está estabelecido no Currículo da Cidade.

 

  • Duração – Quanto tempo você prevê que será necessário.

Um bimestre.

 

  • Quais serão as ações 

Todos os alunos poderão usufruir de tecnologias educacionais, num ambiente coletivo, sob acolhimento e orientação dos professores. Além do trabalho digital, podemos nos utilizar da cultura maker para proporcionar diferentes formas de expressão. A elaboração da exposição “força de retomada” pode revitalizar e fortalecer os vínculos através de trabalhos coletivos de cada turma, abordando as dificuldades durante a quarentena e os desejos a partir da retomada.

 

  • Avaliação – Como você pretende verificar os resultados

 

A avaliação levará em consideração o engajamento, o processo e o produto final. O mais importante e que validará o projeto, será o registro do processo, que apresentará a coletividade e engajamento dos alunos e também apresentará o produto final e proporcionará sua apreciação e reconhecimento por parte da comunidade.