Tarefa 6 – Curso REP! – Talita Valério Freitas

Data

12 de julho de 2020

Cursista

Talita Valério Freitas

Função

Coordenadora

DRE / Unidade Educacional

Penha

Escola

EMEI Augusto Froebel

NOME: Talita Valério Freitas                                            RF: 745.312.4

PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PARA CONCLUSÃO DO CURSO  “RESPEITAR É PRECISO – EDUCAÇÃO PARA OS DIREITOS HUMANOS”.

JUSTIFICATIVA:

Considerando o contexto de Pandemia vivenciado por todos e os diversos danos por ele causados, como emocionais, econômicos, familiares, dentre outros, faz se necessário pensar em ações de acolhimento e escuta de todos.

O CIEJA Ermelino Matarazzo é uma unidade onde a diversidade do público é uma característica potente para trabalharmos temas relacionados à educação em direitos humanos, são adolescentes, jovens, adultos, idosos, pessoas com deficiência, transexuais ,etc. E com toda essa diversidade temos muitos estudantes em situação de vulnerabilidade que tem sentido fortemente os impactos nessa pandemia. Os relatos de perda de emprego,  falta de recursos para suprir as necessidades básicas e até mesmo morte de familiares pelo Covid 19 se tornaram frequentes, como também um movimento com ações para tentar ajudar no que é possível aos mais necessitados. Os estudantes da EJA são todos considerados de inclusão, pois em algum momento da vida foram excluídos e não conseguiram concluir o ensino fundamental na idade adequada, portanto é imprescindível que o conceito de equidade seja considerado com esses estudantes.

Dentre os funcionários, temos várias pessoas que também tiveram perdas irreparáveis e que estão apresentando problemas emocionais diversos.

Por isso, pensar em um planejamento que considere um acolhimento adequado de todos é fundamental.  Promover espaços de diálogo e escuta, bem como refletir sobre conceitos fundamentais neste momento como a empatia e o respeito mútuo se fazem mais do que necessários para a promoção de uma convivência mais harmoniosa e respeitosa, já que não estaremos retornando de um período de férias, e sim de uma situação que causou grande abalo emocional e que pode gerar futuros conflitos nas relações interpessoais.

OBJETIVOS:

  • Acolher a toda a comunidade escolar no retorno;
  • Refletir sobre o respeito mútuo, o lugar de fala e a empatia.
  • Incentivar o diálogo para a resolução de conflitos.

FINALIDADE:

  • Incentivar o diálogo para a resolução de conflitos.
  • Promover espaços de diálogo e escuta ativa, envolvendo toda a comunidade escolar em diferentes momentos, inclusive integrando as diferentes comissões existentes na unidade para juntos pensarmos nas melhores adequações e adaptações necessárias a este momento de retorno.

DURAÇÃO:

  • Setembro à dezembro e se necessário estender as ações no ano de 2021.

AÇÕES:

  • No primeiro momento faz se necessário uma reflexão com todos os funcionários sobre os conceitos de respeito mútuo e acolhimento. A ideia é utilizar vídeos e textos disparadores, até mesmo os disponibilizados como material do curso “Respeitar é Preciso” em momentos diversos na semana de planejamento.
  • Discutir formas de intervenção com a equipe escolar, prevendo algumas situações que serão trazidas pelos estudantes com base no contato estabelecido via whatsapp;
  • Na primeira e segunda semana de aula promover espaços diversos de diálogo para acolhimento dos estudantes, como por exemplo: acolhimento no terraço da escola, utilizando vídeos e músicas para sensibilização e uma primeira conversa (essa ação já costuma acontecer todo início de semestre, nela conversamos sobre os projetos desenvolvidos na unidade, sobre as regras de convivência, sobre os diferentes espaços e as adequações que os estudantes acreditam ser necessárias para um melhor desenvolvimento na aprendizagem), rodas de conversa nas salas de aula mediadas pelos docentes e com as temáticas diversas relacionadas ao contexto vivido (assim teríamos uma maior noção e proximidade com as necessidades dos estudantes para então podermos pensar em ações futuras);
  • Apresentar e discutir em todo o restante do ano de 2020 e com toda a comunidade escolar nesses diferentes momentos onde estaremos reunidos e aproveitando as reuniões das comissões os conceitos de empatia, solidariedade e respeito mútuo e debater maneiras não violentas de reagir a situações adversas, utilizando material multimodal.
  • Nossas reuniões de conselho de escola costumam contar com a presença de representantes das diferentes comissões, como também sempre é feita a divulgação e o convite da reunião para que todos participem. A ideia é utilizar estas reuniões também para trazer os temas a serem discutidos.

AVALIAÇÃO:

  • A avaliação será diagnóstica e processual, sempre atentando para possíveis mudanças necessárias nas intervenções e ações desenvolvidas.
  • Criar um formulário no Google Docs. onde todos possam sugerir temas e ações a serem adotados neste momento de retorno, como também para verificar se as ações desenvolvidas estão a contento. Disponibilizar o link no facebook e whatsapp da escola ao final de um mês do início das ações.