Tarefa 6 – Curso REP! – Rosane Badiale Baptista

Data

5 de agosto de 2020

Cursista

Rosane Badiale Baptista

Função

Pei

DRE / Unidade Educacional

Campo Limpo

Escola

Cei jardim rosa Maria

Tarefa do Curso: Respeitar é preciso! A Educação em Direitos Humanos e a atuação das Comissões de Mediações de Conflitos. 

 

  • Tema: Resgatando valores entrelaçando a família junto à escola. 41
  • Justificativa: A partir das aulas propostas pelo Curso” Respeitar é preciso” em especial fragmentado na primeira com o tema: Direitos humanos e educação em direitos humanos; que fez um a reflexão sobre a concepção de direitos discutindo princípios, conceitos e valores no que se diz muito sobre a educação que nos foi consolidada com diferentes dimensões pela diversidade de culturas que estamos inseridos dentro de uma região.Com essas diretrizes e embasada em observações feitas na  educação infantil propriamente na unidade escolar que leciono surgiu a necessidade de um projeto que vise o resgate dos valores não demonstrado pelas crianças e que são essenciais para um bom convívio escolar, familiar e social. Visando construir um ser capaz de contribuir para melhorar o mundo em que vivemos, senti a necessidade de atuar de forma mais eficaz no que se propaga como valores humanos, pois com esta ação estaremos colaborando para a existência de crianças mais íntegras capazes de protagonizar e de transformar o mundo com suas pequenas atitudes.
  • Público Alvo: O trabalho se destina as crianças e bebês em que atuo (faixa etária de 0 a 3 anos).
  • Intenção: Propiciar atividades que desenvolvam a percepção das boas atitudes e ações que devemos ter para, em longo prazo, se tornar um hábito que contribuirão para a melhoria das relações interpessoais, contribuindo com a formação moral da criança a partir das atribuições de valores. A educação do espírito e da mente para o bem, envolve diversos aspectos, envolvendo regras e preceitos do que se deve e o que não se deve fazer no convívio com o outro a partir de interações e reflexões a partir de suas vivências.
  • Objetivo Geral: Tem como objetivo a partir do Currículo da Cidade da Educação Infantil inserir na escola e na vida da criança valores que norteiam o bom relacionamento com si mesmo e com o outro, fazendo necessário que a criança aprenda a respeitar os entes familiares e ambiente escolar, dialogar para resolver problemas e desenvolver atitudes solidárias refletindo através das suas próprias práticas das suas vivências e possibilitando aprendizagens significativas.
  • Objetivos Específicos:
  • Reconhecer a importância, compreender, valorizar e utilizar as regras de boa convivência;
  • Saber ouvir os outros em diferentes situações;
  • Vivenciar os valores universais (solidariedade, respeito, colaboração, empatia, entre outros);
  • Demonstrar atitudes de respeito para com o colega, utilizando sempre as palavrinhas mágicas;
  • Perceber atitudes positivas e negativas em desenhos, histórias, brincadeiras, dramatizações, gestos e etc;
  • Despertar o interesse no valor da boa convivência através de músicas, poesias, parlendas…;
  • Introduzir as palavrinhas mágicas, para que sejam usadas diariamente tanto no convívio escolar, familiar e social;
  • Praticar as boas maneiras em diversas atividades (brincadeiras, jogos…);
  • Interagir em diferentes grupos e diferentes situações, relatando suas ideias e respeitando as do próximo;
  • Atuar com autonomia nas atividades habituais e nas interações com o grupo, desenvolvendo as possibilidades de tomar iniciativa e estabelecer relações afetivas e respeitosas;
  • Estabelecer relações mais equilibradas e construtivas com os colegas, comportando-se de maneira solidária, valorizando as diferenças e rechaçando qualquer tipo de discriminação;
  • Ajudar as crianças a se desenvolverem como pessoas humanas e fazer ser possível o desenvolvimento harmonioso de todas as qualidades do ser humano ressaltando a qualidade de viver melhor;
  • Intensificar o trabalho de valores, consciente do papel social da escola, de modo a oportunizar as reflexões e atitudes que visem ao bem-estar dos cidadãos e o fortalecimento da autonomia dos homens.
  • Resultados Esperados: Espero que com o envolvimento e interação nas atividades que as crianças e bebês aprendam a desenvolver a capacidade crítica, observadora e a mudança de comportamento de cada criança. Podemos dizer que educar em valores e com autodisciplina levam as crianças a se desenvolverem e entenderem seus direitos e deveres, como também entenderem os demais colegas, a escola e principalmente a sua família.
  • Duração: Durante o ano letivo pois a criança está em processo de constante aprendizagem.
  • Avaliação:

    A avaliação será continua, realizada através de observação do desenvolvimento, anotações coletivas e individuais com registros diários das crianças nas suas ações e atitudes de conscientização desses valores, fotos com pequenos relatos do desenvolvimento das propostas sugeridas ao longo do ano para assegurar a formação das crianças e bebês a interiorizar que os valores são ensináveis.