Tarefa 6 – Curso REP! – Norma Nogueira Lopes Oliveira

Data

5 de agosto de 2020

Cursista

Norma Nogueira Lopes Oliveira

Função

Prof ed inf e fund I / Assistente de Diretor de Escola 3

DRE / Unidade Educacional

Pirituba / Jaraguá

Escola

EMEI Jean Piaget

Tarefa do curso Respeitar é Preciso! – a Educação em Direitos Humanos e a atuação das Comissões de Mediação de Conflitos.

Proposta elaborada pela professora norma Nogueira Lopes Oliveira

JUSTIFICATIVA

Esta proposta partiu após estudos e participação no curso Respeitar é Preciso pois, mesmo existindo uma Comissão Mediadora de conflitos na Unidade Escolar e acreditando na importância do diálogo para resolver os conflitos atuais e futuros, nem sempre temos oportunidade e espaço para expressar ou escutar o outro adulto. Mas nas aulas com as crianças realizamos muitas rodas de conversas e exercitamos o falar e o escutar nas mesmas para que todas sintam-se contempladas.

FINALIDADE

Como na EMEI existe o grupo Mediação de conflitos, composto por um membro da gestão da escola, professores, agentes da educação e familiares dos educandos. Durante todo mês juntamente com a  reunião de conselho e APM acontece também a reunião de Mediação de Conflitos, e durante meus dois anos participando sempre fazíamos somente a leitura do Decreto 56.560/2015 e Lei n° 16.134/2015, nunca dando oportunidade para os membros questionar, opinar e participar de forma efetiva. Agora com a chegada dos materiais impressos riquíssimo do Respeitar é Preciso na Unidade Escolar, durante nossas reuniões de coletivo com professores fizemos uma pré-visualização do Caderno Mediações de Conflitos e temos agora um grande suporte como embasamento para junto com toda comunidade saber importância deste grupo na escola para a resolução de conflitos não só com alunos mas com um todo.

OBJETIVOS

Os nossos objetivos são levar a gestão e membros da Comissão Mediadora de Conflitos entenderem e oportunizar a todos o espaço ao diálogo e não só a leitura de Decretos e Leis, mas conhecer as ações que estão que estão no material e a partir dai os que cabem coloca-los em prática para a melhoria de todos no cotidiano da escola em que todos entrem no processo de uma Educação de Direitos humanos e que de fato consigamos conhecer e respeitar esses direitos principalmente no retorno as aulas na pós pandemia, onde não só os alunos mas toda a equipe escolar de modo geral e familiares precisam de apoio, acolhimento, proteção e direito a manifestar suas angustias evitando assim conflitos que podem ocorrer por causa do retorno.

DURAÇÃO

  A partir do início as aulas presenciais pós-pandemia ou  até que mude os membros do quadro da Comissão Mediadora de Conflitos e é importante que continue nas próximas gestões.

 AVALIAÇÃO

  Contínua e no final da gestão avaliaremos junto á comunidade escolar os avanços na comissão de conflitos,  em que os estudos da equipe alavancaram, as melhorias nas questões dos direitos humanos na escola, e se foi válido a maneira que compartilhamos os assuntos, com abertura para elogios, criticas e sugestões para a nova gestão continuar ampliando de acordo com as necessidades que surgirão, investindo e introduzindo cada vez mais a Educação dos Direitos Humanos na unidade escola pois Respeitar é Preciso