Tarefa 6 – Curso REP! – NAIDE DA COSTA SOARES SOUZA

Data

2 de agosto de 2020

Cursista

NAIDE DA COSTA SOARES SOUZA

Função

Assistente de Diretor de Escola

DRE / Unidade Educacional

Ipiranga

Escola

Cei Vereador Jose de Moura

RESPEITAR É PRECISO – A EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS E A ATUAÇÃO DAS COMISSÕES DE MEDIAÇÃO DE CONFLITOS

 

PROJETO: RETORNO ÀS ATIVIDADES ESCOLARES EM TEMPO DE PANDEMIA

Neste momento de pandemia, pensar o retorno das atividades escolares é pensar a escola como sociedade democrática, com diálogos para um caminho de superação por todos. A representatividade de todos os seguimentos como garantia de um processo de retorno pensado, repensado e avaliado por todos. Um retorno seguro, onde vidas importam.

Para isto, necessário pensar em um retorno estratégico, envolvendo Conselho de escola, APM, supervisão, famílias e todos os demais usuários do espaço do Centro de Educação Infantil que têm relação com a escola e queira contribuir.

A finalidade é pensar os protocolos dos novos parâmetros sanitários, como se dará o início dos atendimentos às famílias e as crianças e bebês, como serão as atividades desenvolvidas, a relação de crianças tão pequenas, a utilização dos espaços, se realmente é segura reabrir. Refletindo para se pensar as ações que venham de encontro com amenização das angústias e impressões destas famílias, professores ATEs e gestão.

O objetivo é de uma retomada consciente, organizada, acolhedora, segura para todas e todos. Com as garantias de direitos e conhecedores dos processos que possam trazer tranquilidade e equilíbrio. Uma construção que priorize fomentar um diálogo de relação democrática constante.

Com a previsão de retorno das atividades escolares no início do mês de setembro de 2020, urge iniciar uma proposta de retomada com no mínimo um mês de antecedência. Para isto as ações a serem realizadas serão organizadas para a garantia de participação de toda a comunidade escolar.

Para as ações cabe aos gestores, professores e todos os profissionais articularem para o maior número de adesão dos familiares. Para isto:

  • Reunião com a gestão, professores, grupo de apoio. Objetivo apresentar os meios de comunicação que poderão ser utilizados. Apresentar como opção Goolge meet, Teams, whatsaap e abertura para outras indicações;
  • Dividir os grupos para alcance das famílias e todos os demais usuários do espaço do Centro de Educação Infantil;
  • Elaboração da pauta de abordagem que facilite o entendimento de todos;
  • Elaboração de questionário com a construção de link, para mapeamento de dados importantes como, identificar a porcentagem de família que pretende retornar à creche e se a família terá interesse em participar de reunião virtual para discutir sobre este retorno, qual melhor horário para as famílias. O objetivo é ter dados para direcionar as estratégias de alcance. Para isto, compreendendo que o nosso território educacional é multicultural, ter o cuidado de contemplar esta diversidade da língua materna das famílias, que são português, espanhol, haitiano e francês;
  • Contato com as famílias para definição de data e horário das reuniões;
  • Reunião com todos os envolvidos para escuta e definição de estratégias de possível retorno. Estratégias estas que deverão ter pontos importantes como dinâmica de organização dos espaços, linha do tempo, brincadeiras e utilização de materiais e brinquedos; higienização das dependências e pessoal;
  • Elaboração de ata para registro da reunião;
  • Continuidade de diálogos para permanente construção e implementação de propostas, com objetivo de uma educação inclusiva e igualitária com a colaboração e participação de todos.

 

Naide da Costa Soares Souza