Tarefa 6 – Curso REP! – Nádia Portela

Data

18 de junho de 2020

Cursista

Nádia Portela

Função

Prof ens fund II e Medio -Posl

DRE / Unidade Educacional

Pirituba / Jaraguá

Escola

EMEF Eliane benute

PROPOSTA DE AÇÃO

No âmbito escolar é necessário reflexão, organização e práticas para promover um clima escolar positivo. Respeito, diversidade, discriminação, violência são temas que envolvem a humanidade e precisam fazer parte de pautas discursivas, percursos formativos, ou outras ações de temas específicos que apoiarão para a mudança da cultura e do clima escolar a partir da melhoria da convivência escolar.

Rodas de conversa com diversos segmentos da escola são essenciais, possíveis em diversos formatos:

  • Bimestrais, em cada turma da Unidade Escolar, entre estudantes, professores e coordenação, poderiam ajudar na resolução de casos específicos de cada turma.
  • Bimestrais ou semestrais, entre os trabalhadores da U.E., para tratar das relações de trabalho
  • Em dias de reposição de ponto facultativo, sábado letivo ou reposição de greve/paralisação, com toda a comunidade responsáveis, esquipe gestora, docentes, estudantes , auxiliares técnicos, sobre temas abrangentes à comportamentos sociais.
  • Bimestrais, em dias de reuniões de pais, com um cronograma dias e horários de atendimento para promover e otimizar uma discussão de todos os professores da turma, responsáveis e estudantes.

Vídeos, palestras, fragmentos de textos e estudos de casos podem ser utilizados como desencadeadores das reflexões e fala.

Entretanto, o novo contexto de distanciamento social, devido a pandemia do coronavírus, demanda medidas cautelares, guiadas pela responsabilidade sanitária e pelo princípio da precaução diante do comportamento, ainda desconhecido, do novo vírus junto à população em seus diversos contextos e condições de vida.

Sendo assim, podemos pensar na indicação ou a promoção de canais virtuais que promovam temas pertinentes, com pautas que apoiarão para a mudança da cultura e do clima escolar a partir da melhoria da convivência escolar. Seja por palestras ou videoconferências sobre os assuntos referente às ações que tenham como foco aprendizagem colaborativo, solidário e acolhedor, ou até mesmo temas referentes ao contexto de educação e relacionamento à distância, como segurança e cidadania digital, convivência intergeracional positiva e segura nas redes digitais.

Cabe ressaltar que a pandemia traz à pauta o papel de todos nós em contribuir para conscientizar e promover discussões e reflexões sobre a valorização da vida. Os profissionais da U.E. devem estar, a todo momento, mobilizados em torno do diálogo e do acolhimento de toda a comunidade escolar, no que tange ao autocuidado e a saúde emocional.