Tarefa 6 – Curso REP! – Marina Matias de Menezes

Data

7 de agosto de 2020

Cursista

Marina Matias de Menezes

Função

Diretor de Escola

DRE / Unidade Educacional

Campo Limpo

Escola

EMEF Marli Ferraz Torres Bonfim

Formação – Respeitar é preciso!

 

Estudante: Marina Matias de Menezes

Login: [email protected]

 

Tarefa:

 

Ei você é da comunidade da EMEF Marli Ferraz, participe, opine e vamos realizar escolhas e resolver conflitos juntos!

 

  • Justificativa – porque você elaborou essa proposta, de que observação e/ou experiência você parte; que demandas e possibilidades você identifica na escola.

 

No ano de 2019, acessei o concurso de diretor de escola e ingressamos na composição da comunidade EMEF Marli Ferraz Torres Bonfim/ DRE-CL.  A unidade faz parte de um território de divisa entre três distritos sendo o Jardim Ângela, Jardim São Luiz e Capão Redondo.

Sou uma mulher negra, compondo uma unidade que tem dez anos e sempre foi composta por homens na direção e que buscavam apaziguar as situações e evitar o conflito. E como contraponto a unidade foi premiada em 2015 em decorrência de realizar a Justiça Restaurativa no seu cotidiano.

E escola atende crianças e jovens com idade entre seis e dezesseis anos, famílias com configurações diversas, com a maioria de suas famílias chefiada por mulheres negras, muitos sofrem o isolamento de familiares por decorrência de estarem no sistema penitenciário, além de divergências religiosas e ausência de respeito em decorrência da orientações de gêneros dos indivíduos.

A pressão interna e externa sobre a necessidade de exclusão de sujeitos em decorrência do não “enquadramento” do que é avaliado como ideal por uma parcela da comunidade. Como resultado temos um cotidiano de disputa de poder constante, em alguns momentos a violência física se faz presente, adultos que por decorrência de tudo com posturas que em diversos momentos violam direitos e a escola buscando pelo o diálogo contra o racismo, a homofobia, a violência, violação de direitos de toda ordem contra as crianças, jovens, mulheres e principalmente a população negra.

Neste contexto, afirmar que a escola é um espaço de garantia de direito, vem sendo um desafio intenso e gratificante.

Dentro de tantas necessidades, escolhemos o diálogo e o fortalecimento de dois colegiados das escolas. Iniciamos com a constituição do Grêmio Estudantil e intensificamos as ações do Conselho de Escola, mas precisamos ampliar as participações, a dinâmica de atuação e as contribuições para a comunidade educativa.

 

  • Quais organizações da UE estarão envolvidos como protagonistas: Grêmio? CMC? Conselho? APM?

O Grêmio Estudantil e o Conselho de Escola.

 

  • Finalidade – Qual a sua intenção, o que você deseja promover com essa proposta. 

     

Ter espaços coletivos de tomadas de decisões, com representatividade de todos os segmentos da comunidade educativa e responsabilidades compartilhadas.

 

  • Objetivos/Resultados esperados – Em que ponto você espera chegar com esse trabalho – que novas possibilidades vc prevê para continuidade.
  1. Ampliar da participação na tomada de decisões da unidade escolar;
  2. Aumentar o número de participantes nos colegiados;
  3. Aumentar o número de participantes nas reuniões;
  4. Garantir a representatividade dos segmentos e faixas etárias nos colegiados;
  5. Ampliar a participação dos estudantes e de seus responsáveis.

 

  • Duração – Quanto tempo você prevê que será necessário.

 

Iniciou em 20 de junho e termino em 20 de dezembro de 2020.

 

  • Quais serão as ações 

 

  • Criação de grupos de WhatsApp -Conselho de Escola e Grêmio Estudantil da EMEF Marli Ferraz;
  • Realizar a busca ativa dos membros destes colegiados e realizar o convite para a inserção nos grupos de WhatsApp;
  • Organizar um cronograma de reuniões quinzenais, após consulta ao grupo;
  • Disponibilizar links que formações sobre a importância e a função destes colegiados;
  • Levantar as pautas necessárias para a discussão dos colegiados;
  • Fomentar e impulsionar que o participante do colegiado, busque representar o seu segmento;
  • Montar uma dinâmica de reunião onde todos tenham voz e façam as suas colocações ao longo da reunião.

 

  • Avaliação – Como você pretende verificar os resultados

Avaliaremos inicialmente cada encontro virtual, focando o número de participantes, verificando através de porcentagem a representação de cada seguimento e se todos de fato tiveram voz ao longo da reunião.

E ao longo do processo iremos observar se estará ocorrendo a ampliação do diálogo, a participação ampliada, a transparência ao processo, a contribuição na formação gradual e constante de sujeitos políticos.