Tarefa 6 – Curso REP! – Maria Madalena Gomes Tagliari Boda

Data

6 de agosto de 2020

Cursista

Maria Madalena Gomes Tagliari Boda

Função

Prof.Ed.Inf.E Ens.Fund. I

DRE / Unidade Educacional

Ipiranga

Escola

EMEI Armando de Arruda Pereira

PROPOSTA DE AÇÃO FORMATIVA: ATUALIZAR O RESPEITO!

Público Alvo: GESTÃO E CORPO DOCENTE DA EMEI – ARMANDO DE ARRUDA PEREIRA

CRONOGRAMA: Dois encontros de 90′ aproximadamente, no retorno às aulas pós pandemia, nos horários e dias destinados à formação, constantes do PPP da UE.

RECURSOS UTILIZADOS: Computador, sala de reunião dos professores, textos de apoio.

J U S T I F I C A T I V A: É de longa data que o ambiente trabalho ao qual pertenço – uma escola municipal de educação infantil – está repleto de situações de mal-estar, comunicação violenta e desrespeito no convívio que geram animosidade e divisão entre as pessoas. Fui vítima algumas vezes de episódios humilhantes. Há uma cultura de hipocrisia de respeito aos outros.

Transcrevo o relato feito por uma colega Vanessa Galdino, num trabalho de curso sobre gestão democrática, analisou a situação da nossa escola e ponderou: “Escutar o outro requer ouvidos atentos e muito dedicados a captar a beleza de quem arrisca entoar a voz. Sinto que muitas vezes há escolas nas quais é difícil até para alguns professores se colocarem, pois já se criou a patota participativa, que está sempre contribuindo e suas idéias sempre são as aceitas. Isso não é uma crítica, mas a meu ver, necessita-se de formação aos coordenadores pedagógicos no sentido de orquestrar situações nas quais chamem todos à participação. Muitos calados apenas não se manifestam porque já sabem que há uma cultura de se valorizar a fala dos mesmos, é como numa sala de aula que só os mesmos alunos participam e a professora não os provoca ou os desafia a contribuir. Penso que num ambiente em que alguns professores não querem se manifestar, vai ficar ainda mais difícil encorajar a participação dos pais e da comunidade em geral”.

É notório que existe uma gestão que é um “simulacro” de gestão democrática com a participação de todos e infelizmente reina uma hipocrisia num simulacro de respeito mútuo! Existe muito envolvimento e projetos num movimento de “dentro para fora” da UE, visando alcançar as famílias. Porém internamente há exclusão de colegas e muito desrespeito! Determinadas pessoas assumem liderança e são proativas com o intuito de ajudar a escola, mas suas ações são deliberadas em excluir alguns e ao mesmo tempo existe uma hipocrisia na propagação da idéia de que todos são incluídos e respeitados.

Considerando essas inquietações e sabendo que o Estatuto do Servidor Público Municipal de São Paulo e as Diretrizes de SME preceituam a inclusão, participação e sobretudo o respeito ao outro, nesse sentido não se pode calar e faz-se necessário alguma intervenção para a cultura do Respeito Mútuo!

OBJETIVO GERAL: Promover  o debate sobre o Respeito Mútuo no ambiente de trabalho. Favorecer a gestão democrática por meio da inclusão de todos no processo educativo, possibilitando a participação de cada um.

OJETIVOS ESPECÍFICOS: Lançar um olhar sobre as relações interpessoais e os episódios de desrespeito ocorridos no trabalho. Questionar a participação e a inclusão das pessoas nas ações da escola. Escutar as inquietudes e opiniões sobre como cada um vê e sente a participação e inclusão nas ações da escola. Sensibilizar para a escuta, interação e valorização do outro. Reconhecer o outro como sujeito de direito e respeito. Entender o sisgnificado do respeito como valor fundamental nas relações sociais e humanas. Estabelecer  critérios de respeito nas relações interpessoais do cotidiano da U.E.

M E T O D O L O G I A: No primeiro encontro visualizar o video 1: Pâmela – Últimas Conversas – Eduardo Coutinho – 2015; na sequência assistir ao video 2: Aula 2 – Idéia de Respeito Mútuo e humilhação. Logo após, gerar uma discussão reflexiva sobre os videos. Ofertar cópia do texto de apoio: “Cuidados para abrir espaços de diálogo”.

Segundo encontro: Visualizar o video 1: Praticando A Democracia no Contexto Escolar – Professor José Sérgio Fonseca de Carvalho. Em continuação, visualizar o video 2: Reflexoes sobre as práticas democráticas no âmbito escolar. Em seguida gerar discussão reflexiva sobre os videos. Ofertar textos de apoio: “Respeito Mútuo” e “Um Processo de Mudança no Coletivo”.

RECURSOS UTILIZADOS: Computador, sala de reunião dos professores, textos de apoio.

RECURSOS HUMANOS:Gestão e corpo docente da UE.

A V A L I A Ç Ã O: Questionário com três alternativas de ponderações ( anexo foto desse questionário).

B I B L I O G R A F I A:  Os videos, textos e todo o conteúdo foi retirado do Curso: RESPEITAR É PRECISO – a EDH e a ATUAÇÃO das COMISSÕES DE MEDIAÇÃO DE CONFLITO.

OBSERVAÇÕES: Assisti às Lives com e-mail diferente do utilizado para inscrição do curso, que informo: [email protected]