Tarefa 6 – Curso REP! – MARIA CELIA DA SILVA FROIS

Data

6 de agosto de 2020

Cursista

MARIA CELIA DA SILVA FROIS

Função

Professor de Educação infantil

DRE / Unidade Educacional

Pirituba / Jaraguá

Escola

CEI VILA PERUS

CURSO: RESPEITAR É PRECISO

MARIA CELIA DA SILVA FROIS

Plano de Aula: Museu da Imigração e Tecnologias

Alunos de 4º ano do Ensino Fundamental

Justificativa:

Quando se fala no uso de recursos tecnológicos em sala de aula, o educador tem uma série de ideias. As ferramentas disponíveis são tantas e tão variadas, que é fundamental tomar um tempo para pesquisar essas alternativas e avaliar não só a sua efetividade, mas sua adequação aos objetivos e ao nível de desenvolvimento dos alunos. Apontaremos brevemente a importância dos recursos tecnológicos na escola e como isso pode ser útil para o trabalho pedagógico do professor, também falaremos de ferramentas que podem contribuir para tornar a aprendizagem mais interessante e ampliar o acesso dos alunos ao conhecimento. É de muita importância os recursos tecnológicos em sala de aula. A tecnologia está cada vez mais relevante na sociedade. Ela tem estado aplicada às diferentes atividades do dia a dia e, portanto, desempenha uma função importante do ponto de vista educacional. Por isso, devemos pensar na formação de um cidadão, que ele  esteja preparado para lidar com essas ferramentas, que apresente domínio em seu uso e, principalmente, que saiba analisar criticamente suas aplicações, implicações, etc. E sem também esquecer que a tecnologia facilita também a vida do educador. Permitindo  automatizar algumas de suas tarefas, tendo o tempo usado na preparação das aulas quanto a própria ação didática, otimizado.

 

Objetivos:

Conhecer a nossa história

Desenvolver as competências leitora e  escrita

Despertar a curiosidade e a criatividade

 

Estratégias :

No ano passado nossa sala de quarto ano ganhamos uma visita ao Museu da Imigração no mês de novembro de 2019, para alegria de meus alunos que no referido fariam o primeiro passeio fora do nosso bairro.

Então quis fazer um trabalho prévio para que as crianças se preparassem e pudessem fazer um melhor aproveitamento de nossa visita ao Museu.

Fizemos uma Roda de Conversa para saber o conhecimento prévio de cada um. E todos ficaram incubidos de registrar o que achavam relevante dessas falas.

Na aula seguinte fizeram a leitura dos registros e fizemos anotações de palavras desconhecidas por alguns e em grupos consultaram  dicionários para saberem os significados das palavras.

Fiz uma parceria com o professor de informática para fazer uso do laboratório e dos notebooks para o meu trabalho. Nessa aula as crianças fariam uma visita virtual para conhecer o espaço e o que encontrariam no dia da nossa visita presencial. Também foi solicitado que registrassem as dúvidas para que no dia da visita presencial pudessem saná-las com os monitores. Essa atividade foi muito produtiva e as crianças ficaram engajadas em executá-la.

O dia do passeio foi inesquecível, com alguma exceção, todas as crianças estavam ansiosas para conhecer o lugar presencialmente, sabiam o que encontariam e já tinha algumas curiosidades que estavam estimuladas para ser sanadas. Quem tinha levou o celular para fazer os registros para mostrar para as famílias e para os colegas de outras sala que não foram.

 

Recursos :

Lousa, Canetas para quadro branco, canetas, cadernos, notebook, câmera fotográfica, retroprojetor,etc

 

Avaliação:

A avaliação foi formativa onde fizemos uma exposição na escola com fotos do passeio e relatos escritos pelas crianças, relatos da experiência e do aprendizado.

Fazendo uma nova reflexão sobre esse trabalho em tempos de pandemia se tivesse trabalhando ainda com Ensino Fundamental poderíamos fazer esse trabalho agora só que remotamente, poderia também envolver os familiares e a comunidade escolar por meio de reuniões pelas diversas plataformas disponíveis no mercado como Teams , Meet e etc.

Agora mais do que nunca precisamos nos unir e compartilhar trabalho e trocar experiências. Sabendo que, devemos coletar tudo que possa nos ajudar nesse momento ímpar que estamos vivendo.

 

 

 

 

 

CURSO: RESPEITAR É PRECISO

MARIA CELIA DA SILVA FROIS

Plano de Aula: Museu da Imigração e Tecnologias

Alunos de 4º ano do Ensino Fundamental

Justificativa:

Quando se fala no uso de recursos tecnológicos em sala de aula, o educador tem uma série de ideias. As ferramentas disponíveis são tantas e tão variadas, que é fundamental tomar um tempo para pesquisar essas alternativas e avaliar não só a sua efetividade, mas sua adequação aos objetivos e ao nível de desenvolvimento dos alunos. Apontaremos brevemente a importância dos recursos tecnológicos na escola e como isso pode ser útil para o trabalho pedagógico do professor, também falaremos de ferramentas que podem contribuir para tornar a aprendizagem mais interessante e ampliar o acesso dos alunos ao conhecimento. É de muita importância os recursos tecnológicos em sala de aula. A tecnologia está cada vez mais relevante na sociedade. Ela tem estado aplicada às diferentes atividades do dia a dia e, portanto, desempenha uma função importante do ponto de vista educacional. Por isso, devemos pensar na formação de um cidadão, que ele  esteja preparado para lidar com essas ferramentas, que apresente domínio em seu uso e, principalmente, que saiba analisar criticamente suas aplicações, implicações, etc. E sem também esquecer que a tecnologia facilita também a vida do educador. Permitindo  automatizar algumas de suas tarefas, tendo o tempo usado na preparação das aulas quanto a própria ação didática, otimizado.

 

Objetivos:

Conhecer a nossa história

Desenvolver as competências leitora e  escrita

Despertar a curiosidade e a criatividade

 

Estratégias :

No ano passado nossa sala de quarto ano ganhamos uma visita ao Museu da Imigração no mês de novembro de 2019, para alegria de meus alunos que no referido fariam o primeiro passeio fora do nosso bairro.

Então quis fazer um trabalho prévio para que as crianças se preparassem e pudessem fazer um melhor aproveitamento de nossa visita ao Museu.

Fizemos uma Roda de Conversa para saber o conhecimento prévio de cada um. E todos ficaram incubidos de registrar o que achavam relevante dessas falas.

Na aula seguinte fizeram a leitura dos registros e fizemos anotações de palavras desconhecidas por alguns e em grupos consultaram  dicionários para saberem os significados das palavras.

Fiz uma parceria com o professor de informática para fazer uso do laboratório e dos notebooks para o meu trabalho. Nessa aula as crianças fariam uma visita virtual para conhecer o espaço e o que encontrariam no dia da nossa visita presencial. Também foi solicitado que registrassem as dúvidas para que no dia da visita presencial pudessem saná-las com os monitores. Essa atividade foi muito produtiva e as crianças ficaram engajadas em executá-la.

O dia do passeio foi inesquecível, com alguma exceção, todas as crianças estavam ansiosas para conhecer o lugar presencialmente, sabiam o que encontariam e já tinha algumas curiosidades que estavam estimuladas para ser sanadas. Quem tinha levou o celular para fazer os registros para mostrar para as famílias e para os colegas de outras sala que não foram.

 

Recursos :

Lousa, Canetas para quadro branco, canetas, cadernos, notebook, câmera fotográfica, retroprojetor,etc

 

Avaliação:

A avaliação foi formativa onde fizemos uma exposição na escola com fotos do passeio e relatos escritos pelas crianças, relatos da experiência e do aprendizado.

Fazendo uma nova reflexão sobre esse trabalho em tempos de pandemia se tivesse trabalhando ainda com Ensino Fundamental poderíamos fazer esse trabalho agora só que remotamente, poderia também envolver os familiares e a comunidade escolar por meio de reuniões pelas diversas plataformas disponíveis no mercado como Teams , Meet e etc.

Agora mais do que nunca precisamos nos unir e compartilhar trabalho e trocar experiências. Sabendo que, devemos coletar tudo que possa nos ajudar nesse momento ímpar que estamos vivendo.