Tarefa 6 – Curso REP! – Luciana Amendola Bassin

Data

5 de agosto de 2020

Cursista

Luciana Amendola Bassin

Função

Professora de Educação Infantil

DRE / Unidade Educacional

Jaçanã / Tremembé

Escola

CEI Parque Edu Chaves

TAREFA DE CONCLUSÃO DE CURSO – RESPEITAR É PRECISO!

Nome: LUCIANA AMENDOLA BASSIN – RF: 774.213-4

UNIDADE ESCOLAR: CEI PARQUE EDU CHAVES

Elaboração de uma proposta de ação para envolver toda a comunidade escolar

OBJETIVO:

Proposta de Ação para envolver toda a nossa comunidade escolar, após este momento de Pandemia, que impediu milhares de pessoas de exercerem suas funções conforme a normalidade, para que todos voltem às rotinas escolares com segurança e muito respeito.

Justificativa:

Nesse momento, em que nos deparamos com essa Pandemia, percebemos o quanto está angustiante para todos os funcionários e famílias, o retorno após esse grande intervalo na U.E. Nessa proposta de ação, deve-se garantir a escuta das relações e favorecer um estabelecimento nos conceitos dos direitos de todos.  Considerar a opinião de todos é extremamente importante. Garantir um retorno com segurança e respeito é o objetivo primordial dessa proposta de ação.

 

Metodologia:

  • Iniciar as ações através de um mapeamento, com todos os funcionários da U.E e famílias, questionando a todos, sobre os seus percursos nesse período que foi tão difícil para todos. Esse mapeamento pode iniciar com uma reunião on-line, com as famílias que podem ser divididos em seus agrupamentos ou mesmo em um grande grupo. Nessa reunião, todos poderão ser ouvidos, expondo seus anseios, medos e expectativas para esse retorno.
  • Elaborar um mapeamento em forma inicial de questionário, onde todos os funcionários e famílias poderão dar algumas informações sobre foi atingido por esse vírus, se algum familiar ou vizinho adoeceu ou faleceu. Esse acolhimento deve ser feito com muito respeito e ouvido com muita solidariedade.
  • Conversar com as famílias e com todos os funcionários da U.E, sobre a importância de se discutir os direitos humanos, ampliando o tema para o Respeito Mútuo, para que todo o grupo seja ouvido e toda opinião sobre o retorno seja respeitada.
  • Olhar para o nosso CEI, com um novo olhar. Ouvir todos os questionamentos e tentar sanar todas as dúvidas.
  • Respeitar as famílias que não se sentirem seguras nesse retorno e darmos toda a atenção necessária para essas famílias.
  • No retorno, acolher as crianças seguindo as orientações contidas na Minuta de Protocolo, respeitando o distanciamento físico, explicando em rodas de conversas, para as crianças, o porquê desse distanciamento, respeitando as dúvidas de todas, acolhendo-as com muito carinho.
  • Fornecer lenços de papel descartáveis e álcool em gel.
  • Mostrar a importância de se lavar as mãos com água e sabão sempre que forem ao banheiro e antes das refeições.
  • O contato na Educação Infantil faz parte do nosso cotidiano, mas precisamos lembrar nossas crianças que beijos e abraços, apenas nesses momentos, precisam ser evitados, mas que logo, poderemos estar bem juntinhos.
  • Monitorar a temperatura das crianças, observando-as durante todo o período que estivermos com elas.
  • Os professores poderão fazer cartazes informativos, para em uma ampla roda de conversa, explicar para as crianças a importância de se proteger e proteger os coleguinhas e as famílias.
  • Permitir que os ventiladores permaneçam ligados durante a permanência em sala de aula.
  • Possibilitar o horário do sono, em um único local, para aquelas crianças que desejarem descansar.
  • Solicitar que as famílias enviem um copo ou garrafinha para seus filhos, garantindo a individualidade de cada criança.
  • Propiciar horários distanciados das refeições, respeitando o distanciamento das crianças nesses horários coletivos.
  • Proporcionar brincadeiras como: Estátua, amarelinha, permitindo que elas não se aglomerem durante as brincadeiras.
  • Disponibilizar brinquedos individuais de livre escolha da criança e conversar com elas, para que se sintam confortáveis e acolhidas nesse momento tão angustiante para todos.

DURAÇÃO: Retorno às aulas até o Término do ano letivo

AVALIAÇÃO:

O retorno deve proporcionar uma participação efetiva de todos da U.E, profissionais e famílias em todo processo, sempre com responsabilidade, diálogo, respeito mútuo, colaboração de todos e muita solidariedade. Esse processo não deve ser apenas nesse período, mas sim em toda nossa prática. Que esse novo normal, se transforme em aprendizado, para a construção de uma educação mais ouvinte, mais acolhedora e transformadora.

Proporcionar após essa fase, ações contínuas de formações graduais, que sejam constantes e capazes de promover discussões com identificação dos problemas, e colaboração de trabalho coletivo, capaz de ouvir e acolher todas as famílias e funcionários do CEI.