Tarefa 6 – Curso REP! – Liliane de Moraes Oliveira

Data

5 de agosto de 2020

Cursista

Liliane de Moraes Oliveira

Função

Diretor de escola

DRE / Unidade Educacional

Penha

Escola

Emef Professor Abrao de Moraes

IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO:

Nome: A arte de carregar água na peneira (Oficina de Poesia)

Período de Realização: Março a dezembro de 2021

Liliane de Moraes Oliveira

 

JUSTIFICATIVA

 

“Me ocorre frequentemente a ideia de que nós nos relacionamos com a linguagem assim como os peixes se relacionam com a água. Fora da água, o peixe não existe, toda sua natureza, seu desenho, seu organismo, seu modo de ser estão indissociavelmente vinculados à água (…) ser peixe é ser na água (…) Com os seres humanos é a mesma coisa: não existimos fora da linguagem (…) Ser humano é ser linguagem.”

Marcos Bagno, Sobre peixes e linguagem

 

A linguagem não é simplesmente um instrumento de comunicação entre os seres humanos, é a própria condição da consciência de si, o laço que nos mantém imbricados no meio social. Nesse sentido, a linguagem estética ocupa um lugar específico nessa trama de relações, ou seja, a forma poética expressa e afirma o sujeito como consciência criadora de sua própria subjetividade, revela-o como consciência prática que permite a ele refletir, constatar, se apropriar e participar do mundo ao seu redor, redimensionando as relações imediatas por meio da sensibilização e da criação de novos sentidos por meio da palavra.

Portanto, a finalidade deste projeto é proporcionar aos estudantes um mergulho na linguagem poética, da criação em seus mais diversos aspectos ao prazer pela apreciação estética, desde seus aspectos formais até suas características temáticas, passando pela modalidade escrita e oral, podendo desenvolver trabalhos autorais com vistas a uma publicação independente.

Além disso, o projeto poderá dar subsídio para atividades ligadas à poesia falada, como por exemplo, o SLAM interescolar que ocorre anualmente mobilizando assim as experiências do aprendizado poético com o intercâmbio cultural pára além dos muros da escola.

 

 

 

OBJETIVOS GERAIS DO PROJETO:

 

Desenvolver a iniciativa criativa dos alunos.

Aprofundar as capacidades de leitura e interpretação de mundo.

Ampliar o repertório cultural.

Legitimar o território e a própria história.

Promover condições para o reconhecimento, a autocrítica e a autonomia discursiva.

Reforçar os laços afetivos de maneira propositiva e comunitária.

 

 

 

PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS:

 

O Projeto será desenvolvido pela professora de sala de leitura e contará com os demais professores , que utilizarão suas aulas para o desenvolvimentos de atividades de incentivo de leitura diferenciadas.

A comunidade escolar estará envolvida em tornas a escola um ambiente leitor

 

– leitura coletiva de poemas, a fim de reconhecer a diversidade formal e temática;

– leitura individual de poemas e, a fim de reconhecer o ritmo e a potência da oralidade;

– exercícios de escrita;

– leitura dos textos produzidos;

– debate a cerca dos temas, formas composicionais e discursos dentro dos poemas;

– identificar os diversos espaços e modos de circulação da poesia na sociedade, como saraus, slams, etc.

– e por último, com vistas à organização e participação do SLAM Interescolar, a criação e expressão poéticas – da produção à performance dos poemas.

Para organizar as atividades ao longo do ano, a cada dia da semana concentraremos o trabalho em um aspecto específico dentro da rotina das oficinas, como descrito abaixo:

 

Segunda-feira – Leitura, apreciação e roda de conversa.

Quarta-feira – Poesia falada, expressão e imagem.;

Criação literária e formas de edição.

 

 

 

AÇÕES A SEREM DESENVOLVIDAS:

 

– Oficina de criação e performance poética;

 

– Visitas culturais a espaços educativos que tenham a ver com o contexto trabalhado;

 

– Organização e participação no SLAM Interescolar em Agosto de 2021

 

– Espaços de fruição e discussão estética;

 

– Possibilidade de criação de fanzine, folhetos, ou outro meio de edição e divulgação dos trabalhos produzidos pelo projeto ao longo do ano.

 

 

 

AVALIAÇÃO:

 

A avaliação ocorrerá de forma coletiva e individual, faremos discussões nos Conselhos de Escola e Grêmio Estudantil

 

 

RECURSOS:

Físicos  

Sala de aula, pátio, etc.

 

Materiais  

– Materiais de papelaria como: papel sulfite, canetas, canetas coloridas,tesouras, colas e revistas;

– Acesso ao acervo de livros de literatura;

– Acesso aos computadores (Sala de Informática);

– Serviços de impressão (XEROX ou similar);

– Mesa de Som, Caixas de Som e dois (2) microfones para evento de SLAM;

 

Financeiros  

Verba p/ materiais descritos acima.

 

 

 

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

 

ASSIS, Ana Carolina(et. al.). Almanaque Rebolado – Oficina Experimental de Poesia. Rio de Janeiro: Azougue, 2017.

 

BRASIL, Parâmetros curriculares nacionais. Língua Portuguesa. Terceiro e quarto ciclos. Brasília: MEC/SEF, 1998.

 

CANDIDO, Antonio. Literatura e Sociedade.São Paulo: Coleção Publifolha, 2000.

 

PAZ, Octávio. O Arco e a Lira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982.

 

SÃO PAULO (SP), Secretaria Municipal de Educação. Currículo da Cidade. Ensino Fundamental. Língua Portuguesa. São Paulo: SME/COPED, 2017.