Tarefa 6 – Curso REP! – LÍLIAN OLIVEIRA LADEIA

Data

23 de junho de 2020

Cursista

LÍLIAN OLIVEIRA LADEIA

Função

Professor de Educação Infantil e Fundamental I

DRE / Unidade Educacional

São Miguel Paulista

Escola

EMEI Dr Antônio Roberto Alves Braga

 

PROPOSTA DE AÇÃO PARA VOLTA ÀS AULAS.

 

O contexto atual da educação debate sobre uma escola preparada para proporcionar um ensino de qualidade, respeitando a heterogeneidade e a individualidade da comunidade escolar. Uma escola que proporcione educação de qualidade para todos, visto que todo ser humano tem a capacidade de aprender de acordo com seus interesses e seu ritmo.

A escola atualmente se depara com novos desafios, entre eles, o de estabelecer condições mais adequadas para atender a diversidade dos indivíduos que dela participam. Assumir, compreender e respeitar essa diversidade é requisito para orientar a transformação de uma sociedade tradicionalmente pautada pela exclusão. Para alcançar essa qualidade na educação, há a necessidade de renovar toda a estrutura educacional deixando para trás o ensino tradicional.

A escola democrática respeita o educando como ser único que constrói seu aprendizado, e é capaz de encontrar a melhor maneira para construir seus conhecimentos, o professor nessa concepção é o mediador, que proporciona vários meios de aprendizagem, caminha junto, e interfere nas horas necessárias. Por sua vez, passa a ser administrada por toda a comunidade, buscando cumprir seu papel na sociedade.

Este momento inédito da pandemia criou um cenário emergencial e completamente novo, que deixará marcas a médio e longo prazos e exigirá cuidados de todos, como o retorno das aulas, levando em conta as orientações para a saúde e o bem-estar social. Propostas são pensadas a curto e a longo prazo, uma vez que nunca tivemos uma experiência assim, o ano letivo realizado de modo remoto, teremos sim de estarmos atentos à saúde emocional e física da comunidade escolar; avaliação diagnóstica imediata para identificar o que os estudantes se apropriaram neste novo tipo de estudo, “remoto”,  com  aulas e programas de recuperação da aprendizagem; a comunicação mais frequente com famílias será de suma importância, mas a primeira atitude relevantes nas unidades escolares deve ser o ACOLHIMENTO das famílias, ou melhor o REACOLHIMENTO, saber ouvir seus relatos, experiências, bem como das crianças/ alunos. Fato é que temos como lição deste momento tão atípico é que a tecnologia deverá ser nossa aliada constante pós pandemia e também o fortalecimento da relação família-escola.