Tarefa 6 – Curso REP! – Lilian Cristina Silva Vitor

Data

27 de julho de 2020

Cursista

Lilian Cristina Silva Vitor

Função

Professora de Educação Infantil e Fundamental 1

DRE / Unidade Educacional

Guaianases

Escola

EMEI Professor Elisiário Rodrigues de Sousa

Participante – Lilian Cristina Silva Vitor

Projeto – O Grêmio na Educação Infantil e o exercício da Democracia na escola.

Breve contextualização da Unidade Escolar – situada no Bairro da Cidade Tiradentes, na Zona Leste de São Paulo, a unidade conta com uma média de 300 crianças em idades de 4 e 5 anos. 

O total da equipe, juntando a Gestão, o Grupo Docente, os Auxiliares Técnicos de Educação, o Grupo de Apoio, a Equipe da Limpeza e Cozinha é de 33 funcionários.

JUSTIFICATIVA

Após participar de todas as aulas do Curso Respeitar é Preciso, e compreender a importância da Educação em Direitos Humanos e o exercício da Democracia no âmbito escolar, comecei a realizar um levantamento de situações existentes na escola em que atuo, e que eu pudesse pensar em um projeto que  envolvesse a todos. Em nossa rotina diária, no processo de tomada de decisões quase nunca paramos para escutar as crianças. Envolvê-las efetivamente nas decisões da escola, como por exemplo, a organização dos espaços, que brinquedos elas gostariam de ter em nosso dia a dia, os eventos a serem promovidos, as brincadeiras que gostariam de realizar, além de assuntos pertinentes e particulares de cada turma. Pensando sobre esse cenário, proponho a formação de um Grêmio Infantil, onde as crianças poderão ouvir e serem ouvidas sobre vários assuntos que possam contar com a participação efetiva delas. Para além da formação do Grêmio Infantil, proponho como ação conjunta, momentos formativos, dentro de nossos horários coletivos, onde toda equipe escolar possa participar do estudo sobre a importância da Educação em Direitos Humanos, a fim de que possamos pensar o nosso contexto a partir dela. O movimento de ouvir as crianças se estenderá para as outras organizações da escola: o Conselho de Escola, APM e a Comissão de Mediação e Conflitos.

ORGANIZAÇÕES DA ESCOLA QUE ESTARÃO ENVOLVIDAS

  • Conselho de Escola
  • Associação de Pais e Mestres
  • Comissão de Mediação e Conflitos

FINALIDADE

A finalidade do Projeto – Grêmio na Educação Infantil e o exercício da Democracia na escola, está exatamente em promover ações que efetivem o processo de tomada de decisões, envolvendo a participação das crianças e todos os segmentos da nossa unidade, garantindo o direito a vez e voz.

OBJETIVOS

  • Construir espaços de diálogo constante dentro da unidade escolar;
  • Promover a cultura do respeito, onde crianças e adultos possam ser escutados e possam participar ativamente no processo de tomada de decisões;
  • Promover a compreensão do conceito de Democracia na prática, através da vivência de experiências reais.

DURAÇÃO

  • A duração do Projeto será anual. 

AÇÕES

Com as crianças:

Os assuntos a serem tratados no Grêmio Infantil poderão ser relacionados a decisões de ordem coletiva, pensando na escola em sua totalidade, onde cada turma poderá realizar seus encontros e decidir sobre situações como compra de brinquedos novos, passeios a serem realizados, eventos na escola. Mas, servirá também para decidirem sobre assuntos particulares de cada turma, situações que ocorrem na rotina de cada uma delas.

  • Promover rodas de conversa com as crianças, falando à elas sobre o Grêmio Infantil. Será importante explicar para que servirá o Grêmio / Em que momentos podemos estar reunidos / Sobre o que podemos falar e decidir;
  • Decidir com as crianças o formato dos encontros do nosso Grêmio: será em sala de aula ou será em outro espaço da escola? Como podemos preparar o lugar dos nossos encontros? Estaremos sentados no chão? Nas cadeiras? Nos colchonetes? Como organizaremos para que todos possam falar, sem serem interrompidos? Quem poderá anotar as ideias que surgirem? Quem serão as crianças que representarão a turma levando as ideias adiante? Quantas crianças serão? Faremos votação para eleger os representantes?
  • Ressaltar e reforçar sempre a importância do respeito entre todos para construímos  espaço acolhedor e prazeroso para todos.

Com a Equipe Escolar / Pais ou Responsáveis e demais Organizações da Escola (Conselho de Escola / APM / Comissão de Mediação em Conflitos.

  • Promover um espaço de formação, em que todos possam estudar sobre a Educação em Direitos Humanos, realizando leituras, assistindo vídeos, lives ou palestras, conversas e reflexões coletivas de forma que os adultos possam refletir sobre a questão do Respeito, da Cooperação, da Solidariedade, da Justiça, da Liberdade e da Paz, compreendendo assim o nosso contexto, e de que forma temos vivido isso tudo em nossa realidade. O objetivo aqui é promover a mudança e a construção de práticas pautadas nos Direitos Humanos.

Com Pais ou Responsáveis

  • Realizar encontros formativos com os pais ou responsáveis, além das reuniões que já acontecem dentro do calendário escolar, para compartilhar as práticas de Educação em Direitos Humanos, as ações da unidade, garantindo também espaços de diálogo, escuta, troca de experiências e incluindo-os no processo de tomada de decisões na unidade.

AVALIAÇÃO

Ao longo da execução do Projeto, a avaliação poderá ser realizada no coletivo (uma vez a cada dois meses), em cada um dos espaços de diálogo criados, seja com as crianças, com a equipe escolar, com as organizações da escola, com as famílias, a fim de refletirmos sobre o que vêm sendo realizado:

1-) O que têm dado certo no âmbito da garantia dos Direitos Humanos e Democracia na escola?

2-) O que não têm dado certo  no âmbito da garantia dos Direitos Humanos e Democracia na escola?

3-) Que ações e práticas iremos manter?

4-) O que é preciso mudar?

A avaliação passará por um processo de reflexão, sobre todo o caminhar e as ações necessárias de serem modificadas, mantidas ou reformuladas.