Tarefa 6 – Curso REP! – Dilean Marques Lopes

Data

27 de julho de 2020

Cursista

Dilean Marques Lopes

Função

CP

DRE / Unidade Educacional

Butantã

Escola

Emei professora Mariazinha Rezende Fusari

PROPOSTA DE AÇÃO – EMEI PROFESSORA MARIAZINHA REZENDE FUSARI

DILEAN MARQUES LOPES  – COORDENADORA PEDAGÓGICA E ALUNA DO CURSO RESPEITAR É PRECISO

 

CONSTRUÇÃO DO MAPEAMENTO DA COMUNIDADE ESCOLAR

 

Justificativa

É sabido que toda Unidade Escolar tem na constituição do seu Projeto Político Pedagógico um perfil geral da comunidade escolar. No nosso documento, constam o nome de alguns bairros de onde os estudantes vem e um panorama genérico de sua condição econômica. Além disso, a comunicação com as famílias se dava principalmente pelos murais da escola e agenda escolar. Já tínhamos uma página no facebook, mas destinada apenas à publicação de imagens das crianças em atividade na escola.

Com a pandemia, tivemos o grande desafio nos reinventar. O facebook que antes era nosso mural de atividades, passou a ser o principal meio de comunicação. Contudo, ele não atinge todas as famílias e, ao longo da pandemia, foi atingindo cada vez menos. Nossa hipótese era que as famílias estavam perdendo poder econômico, logo, tinham cada vez menos acesso à internet.

Nesse meio caminho, me dei conta que por ter chegado esse ano na escola ainda sei muito pouco sobre a nossa comunidade e o pouco que sei, que consta nos documentos oficiais, foi insuficiente para conhecer de perto nossas famílias e sermos assertivos na comunicação com elas em tempos tão difíceis.

Dessa forma, fazer o curso Respeitar é Preciso, do Instituto Vladimir Herzog trouxe outra visão do que é o mapeamento escolar que, nesse primeiro momento, precisa ser feito acerca dos nossos estudantes. Dessa forma, aproveito a tarefa para planejar essa ação, que pode ser realizada assim que voltarmos à realidade escolar.

Organizações envolvidas

Numa primeira etapa, os principais envolvidos são nossos funcionários e famílias, por se tratar de um mapeamento geográfico e social do nosso grupo. Contudo, acredito que esse mapeamento pode também indicar quais são os outros serviços públicos que estão no nosso entorno e próximos aos estudantes, como UBS, espaços de assistência social, cultura e lazer, entre outros. Esse mapeamento inicial pode fomentar futuras parcerias.

 

Finalidade

  • Conhecer melhor a comunidade escolar..

 

Objetivos

  • Construir um mapa da escola e seu entorno, localizando as famílias pelo endereço de matrícula;
  • Localizar e caracterizar as instituições públicas que fazem atendimento às famílias, visando futuras parcerias.
  • Utilizar esses dados para compreender o contexto econômico das famílias e mapear casos de maior vulnerabilidade social.

Duração: 6 meses

Ações

  1. Levantamento dos endereços das famílias, por turma;
  2. Definição da estrutura do mapa (se virtual, utilizando google maps ou manual, utilizando imagens do bairro);
  3. Demarcação do endereço das famílias no mapa, tendo sempre a escola como referência;
  4. Analisar o mapa procurando observar onde os estudantes moram e quais as condições de moradia dessas regiões;
  5. Compreender a distância família- escola e associar esse estudo às demandas de perua escolar;
  6. Analisar o mapa procurando conhecer os pontos de maior vulnerabilidade e pensar em formas de atender as crianças daquele lugar com equidade;
  7. Mapear outras instituições públicas que também estão no entorno da escola e das famílias.
  8. Reescrever o perfil da Unidade Escolar e sua comunidade para constar no PPP 2021, considerando os dados obtidos na pesquisa
  9. Repensar as ações pedagógicas ou de organização escolar a partir dos dados obtidos.

 

Avaliação

O projeto terá sido efetivado com sucesso se:

– o mapa for construído contendo as informações planejadas;

– o PPP da escola for reescrito a partir da análise desses dados;

– a equipe escolar tiver ciência dos dados obtidos e assim conheça melhor sua comunidade;

– pudermos pensar coletivamente em ajustes gerais da organização escolar que promovam um melhor atendimento dessa comunidade, a partir das características que ela tem e que foram demonstradas no mapeamento;

– estabelecermos pelo menos um breve contato com as instituições públicas do entorno para nos apresentarmos e reconhecermos pessoas de referência em cada instituição que possam nos ajudar a, no futuro, firmar possíveis parcerias.