Tarefa 6 – Curso REP! – Cristina Aparecida Malosti de Queiroz

Data

14 de junho de 2020

Cursista

Cristina Aparecida Malosti de Queiroz

Função

Professora de Educação Infantil e Ensino Fundamental

DRE / Unidade Educacional

Santo Amaro

Escola

EMEI Machado de Assis

Projeto:  “Aprendendo a conviver”

 

Objetivo Geral:

Envolver crianças/as, funcionários/as e famílias/comunidade em atividades/eventos a respeito da diversidade, buscando sempre a transformação da escola em um lugar da liberdade, do respeito e da boa convivência.

 

Objetivo especifico:

  • Demonstrar empatia pelos outros, percebendo que as pessoas têm diferentes sentimentos, necessidades e maneiras de pensar e agir.
  • Agir de maneira independente, com confiança em suas capacidades, reconhecendo suas conquistas e limitações.
  • Ampliar as relações interpessoais, desenvolvendo atitudes de participação e cooperação.
  • Comunicar suas ideias e sentimentos a pessoas e grupos diversos.
  • Demonstrar valorização das características de seu corpo e respeitar as características dos outros (crianças e adultos) com os quais convive.
  • Manifestar interesse e respeito por diferentes culturas e modos de vida.
  • Usar estratégias pautadas no respeito mútuo para lidar com conflitos nas interações com crianças e adultos.

Justificativa

Ao brincar na escola, as crianças estabelecem diferentes vínculos, realizam trocas de experiências, desenvolvem e participam de situações de interações sociais e de diferentes aprendizagens. As interações que surgem entre elas por meio do brincar favorecem o exercício da construção da convivência. Nesse sentido, pode-se dizer que o ato de brincar possibilita que a criança, aos poucos, amplie as relações sociais, aprenda a articular seus interesses pessoais com os dos demais e participe do movimento da socialização desde muito cedo, respeitando as diferenças e compreendendo as regras. Com isso, aprendem a ser mais cooperativas e solidárias.

Considerando que atualmente as crianças passam a maior parte do tempo na escola, é necessário que este espaço se torne um ambiente privilegiado para brincar, pois também é na escola que elas têm mais oportunidade de conviver em grupo. Ao convivermos com os outros nos transformamos, de muitas formas, de diferentes maneiras, por meio do compartilhamento e das interações que construímos no espaço escolar através do brincar.

 

RECURSOS

Tinta

Brinquedos

Fotografias

Caixinhas de tamanhos diferentes

Papéis coloridos de tamanhos diferentes

Painel

 

DESENVOLVIMENTO

 

COMBINADOS DA SALA

Elabore os combinados da sala com imagens que fiquem na altura dos pequenos. Sempre que puder faça uma roda e converse sobre essas atitudes com os pequenos, principalmente em momentos de conflitos.

 

ÁLBUM DE FOTOS DA TURMA

Que tal montar um álbum de fotos de momentos com a turminha e separar um momento na rotina para compartilhar essas atividades com os pequenos? Você pode deixar esse material em um cantinho da sala para que os alunos possam ter acesso.

 

HORA DE COMPARTILHAR BRINQUEDOS

Escolha um brinquedo em que mais de uma criança possa manuseá-lo e em pequenos grupos vá orientando as crianças para que brinquem em junto.

 

CAIXINHAS SURPRESA COM OBJETOS PARA COMPARTILHAR

Prepare caixinhas com materiais diferentes para que os pequenos possam brincar.

Sugestões de caixinhas:

Caixa com massinhas coloridas

Caixa com livrinhos de borracha

Caixa com bichinhos de pelúcia ou borracha

Caixa com joguinhos de encaixe

Separe os grupos e os oriente para que brinquem juntos.

 

PINTANDO JUNTO

Já imaginou esticar um pano enorme, preparar tintas em bacias e pedir que os alunos pintem os pés e experimentem carimbá-lo nesse espaço? Essa atividade é muito divertida e pode ser realizada ao som de música “Pé pintor”.

 

MALETA VIAJANTE – PAIS E FILHOS PRATICANDO LEITURA JUNTOS

Ao chegar em casa com a surpresa, é hora da leitura. Os pais são convidados a viajarem no mundo das histórias infantis junto dos filhos.

É uma atividade encantadora, que além de proporcionar um momento único entre pais e filhos, estimula os pais a participarem ainda mais do processo de educação e troca de experiências.

Um mundinho para todos

A Zoropéia

A borboleta e a tartaruga

A felicidade das borboletas

Flicts