Tarefa 6 – Curso REP! – Cristiane Soares da Silva

Data

7 de agosto de 2020

Cursista

Cristiane Soares da Silva

Função

PEIF I

DRE / Unidade Educacional

São Mateus

Escola

EMEI José Clemente Pereira

 

CRISTIANE SOARES DA SILVA / RF: 8008787

 

TAREFA DO CURSO – RESPEITAR É PRECISO!CURSO RESPEITAR É PRECISO!

 

INTRODUÇÃO

Atuo como professora de Educação Infantil em CEI e EMEI e considero pertinente a proposta que indicarei abaixo em ambas as Unidades, visto que enfrentamos dificuldades semelhantes. Entendo que reconhecer o problema ou dificuldade é a primeira situação que nos leva a movimentar e atuar a fim de resolver a situação. Porém, melhor ainda é quando buscados caminhos para evitar a chegar ao problema real.

Muitas problemáticas começam a partir de falta de comunicação, da forma de falar, da atenção frente a uma situação, enfim, do respeito dado ao outro. Esse curso “Respeitar é Preciso!” tem o nome perfeito que já nos conduz a refletir sobretudo em relação à educação em direitos humanos.

JUSTIFICATIVA:

Nas Unidades de Educação Infantil, existem muitas formas de interações e diálogos, envolvendo as crianças mas também as famílias, visto que na faixa etária de 0 a 5 anos a relação de confiança entre família e os profissionais acabam sendo bem mais estreitas, então é essencial que haja uma comunicação de respeito nas acolhidas, nas interações e inclusive nas situações de conflitos. E essas relações envolvem toda a equipe escolar, desde quem recebe as crianças no portão, passando pelos educadores, pessoal de apoio, equipes parceiras de merenda e limpeza, até chegar à equipe gestora (não especificamente nessa ordem).

 

FINALIDADE

Pensando nisso minha PROPOSTA é de repassar as aprendizagens adquiridas no curso ao maior número de profissionais possíveis. Acredito que a participação no curso é fundamental, porém, por vários motivos não alcançam a todos. A melhor maneira de envolver a equipe nesse trabalho conjunto é repassando as aprendizagens essenciais que adquiri no curso, as quais foram muito valiosas e devem ser multiplicadas.

 

OBJETIVOS/ RESULTADOS ESPERADOS

Atualmente estamos envolvidos nas discussões relativas à Pandemia, educação remota, desenvolvimento de propostas para as famílias desenvolverem em casa com os filhos, alimentação do Classroom entre outros, assim como também as discussões sobre o retorno e as medidas de segurança.

Para o alinhamento dessas práticas são necessárias reuniões coletivas utilizando o TEAMS, algumas dessas reuniões são apenas direcionadas aos educadores, porém outras são também com a equipe gestora e equipe de apoio. Penso que nessas reuniões envolvendo o maior número de profissionais, seria propício para compartilhar as principais aprendizagens que adquiri no curso “Respeitar é Preciso! ”, e que contribuirão para a retomada das atividades presenciais.

Quero multiplicar que a acolhida precisará passar pelo diálogo, desabafo e respeito, inclusive pensar que nós mesmos precisaremos ser acolhidos, ACOLHER MUTUAMENTE, acolher nossos afetos que estão à flor da pele. Precisaremos repensar os espaços da escola e rever os tempos, e que o diálogo entre os pares é fundamental para essa adequação, a ARTICULAÇÃO deverá ser coletiva.

E diante desse novo paradigma não sabemos como será essa volta, assim será extremamente necessário o alinhamento das ações, cabendo aí a escuta e observação, e se houver necessidade de intermediar diante de um conflito, o diálogo deverá permear nessas relações, levando a clareza que o respeito é essencial.

Acho essencial repassar ao grupo que o conflito existe na interação entre as pessoas, e que não devemos enxergar o conflito de ideias e posições contrárias às nossas como algo negativo, porque na diversidade existe diferenças, porém devemos lembrar que as conduções e tratativas diante das divergências devem ser permeadas pelo RESPEITO, pelo DIÁLOGO.

Quero explicar que a escola deve ser um ESPAÇO DE DIÁLOGO. Que devemos trabalhar a empatia com nossas crianças, desde pequenos já que vivenciamos tanto tolerâncias quanto intolerâncias. Precisamos conversar e falar sobre empatia, falar sobre o reconhecimento e valorização das pessoas que são dignas de direitos e que também tem deveres, e que o RESPEITO MÚTUO é um processo de construção que precisa ser tomado por todos nós. Ele só será ampliado e potencializado através da vivência e aprendizado cotidiano.

O OBJETIVO é que nós enquanto profissionais e que estamos tendo essa bagagem de formação possamos melhorar nossas ações, falas e comportamentos perante a comunidade escolar. Devemos dar o exemplo, não no sentido de submissão, mas no âmbito do respeito mútuo, que é o que a Educação em Valores nos orienta. E que a escuta e o diálogo envolvendo a empatia são essenciais para uma cultura de paz.

 

DURAÇÃO e AVALIAÇÃO

Acredito que em três encontros com a equipe, antes mesmo de retornarmos às atividades presenciais, conseguirei repassar ao grupo os levantamentos acima citados, mas os RESULTADOS desse diálogo serão verificados na retomada, visto que aí sim teremos a retomada efetiva das relações no ambiente escolar. E se necessário podemos retomar esse diálogo e assuntos pertinentes ao curso em outras reuniões coletivas, a fim de colaborar com o grupo e automaticamente colaborar com uma escola mais agradável e acolhedora.

Cristiane Soares da Silva

São Paulo, 07/08/2020