Tarefa 6 – Curso REP! – Cintia Catarina Machado Campos

Data

29 de julho de 2020

Cursista

Cintia Catarina Machado Campos

Função

Professora Educação infantil

DRE / Unidade Educacional

Santo Amaro

Escola

CEI VILA ERNESTINA

RESPEITO ENTRE FAMÍLIAS E ESCOLA NO CEI

Justificativa

Neste momento de pandemia muitos sentimentos se misturam. Cada um tenta dar o seu melhor e agir conforme acredita ser o melhor para si e sua família, não cabe julgamentos pela forma que cada um resolve se posicionar, porém como de costume, o julgamento existe e me parece um pouco mais intenso nesse período. Na escola em que sou professora, já vejo esse comportamento perante às famílias e também delas conosco, desde antes a pandemia e este assunto sempre me incomodou, agora com a pandemia me parece muito mais latente nas conversas que escuto entre as professoras e no que vai chegando até nós sobre o julgamento de alguns pais. Neste sentido, e após o curso, acredito que tentar promover uma escuta ativa, uma troca de experiências entre essa comunidade escolar, poderia criar uma empatia maior, que ao meu ver, refletiria na vivência das crianças, que é o nosso objetivo comum. Conhecer e se reconhecer na comunidade em que estamos inseridos é fundamental para o respeito e o afeto, e acredito que muitos deste cenário não estão a par das dificuldades passadas pelo outro, e assim julgamos o próximo de acordo com o nosso crivo, a proposta é expor essas realidades buscando maior interação, empatia, solidariedade, respeito e parcerias efetivas entre escola e família!

 

Organizações envolvidas

Inicialmente a Gestão precisaria articular com a Comissão de Mediação de Conflito, para que pudéssemos desenvolver as melhores estratégias de promover essas escutas de forma a minimizar polêmicas e conflitos, oferecendo um debate saudável para conhecimento e reconhecimento dessa comunidade pertencente ao mesmo espaço. Penso em um segundo momento, envolver as professoras na organização, de forma a sensibilizar a todas a participarem com boa vontade, e então iniciar alguns encontros sensibilizando a comunidade até que todos se sentissem a vontade para se expressar.

 

Finalidade

Promover maior empatia e respeito entre a comunidade escolar, inicialmente neste período de pandemia, mas com a intenção que este exercício e aprendizados se prologue para a convivência diária.

 

Resultados Esperados

Espero que a comunidade escolar como um todo possa refletir sobre suas atitudes e as atitudes dos outros, fazendo um exercício de se colocar no lugar do outro através da troca de experiências e relatos de todos os segmentos que compõe a Unidade Escolar, expondo dessa forma, as situações que cada um vive, o porquê de suas escolhas, o porquê de suas falas e atitudes, oque cada segmento pensa sobre o outro, em uma conversa franca, respeitosa e mediada com cuidado para que assim as partes possam se entender e criar empatia e respeito pelos outros, diminuindo dessa forma comentários maldosos, e pré julgamentos que acabam impactando no desenvolvimento da criança, que fica no meio desta troca.

 

Duração

Início online durante a pandemia, para o mapeamento das condições das famílias, pesquisas e sondagens com as famílias e funcionários, para que possamos compilar os dados e definir as melhores estratégias e assuntos a serem abordados em encontros subsequentes, além de identificar pessoas dispostas a participarem dessa conversa, expondo suas experiências e pensamentos para com o outro, abrindo um debate para a exposição dos pontos de vistas de cada grupo com respeito e mediação adequada, visando oportunizar a empatia e o respeito entre as partes.

 

Avaliação

Observar como as relações irão se estabelecer após os primeiros encontros, e o quanto a empatia entre família e escola impactará num convívio mais harmonioso entre todos no ambiente escolar, e principalmente na relação com as crianças.

 

Cintia Catarina Machado Campos

 

“Agradeço a oportunidade de participar do curso, refleti muito não só na minha prática profissional, mas principalmente na minha vida! Parabéns a todos os envolvidos!”