Tarefa 6 – Curso REP! – Adriana Nascimento Campos

Data

7 de agosto de 2020

Cursista

Adriana Nascimento Campos

Função

Professor Educação Infantil

DRE / Unidade Educacional

São Miguel Paulista

Escola

Cei Ver. Libero Ancona Lopes

Diálogos escola-comunidade sobre retorno às aulas

“Uma escola comprometida com a democracia, é uma escola comprometida com a democracia do conhecimento…” Crislei Custódio

Justificativa:

A escola é um dos principais locais onde podemos iniciar a democratização com as crianças, porém democracia não se faz, sem a verdadeira escuta, onde todos possam ouvir, respeitando as opiniões do próximo, para que juntos possam chegar a um consenso pensando o melhor para as crianças, familiares e equipe escolar, mostrando para a criança o verdadeiro sentido da democracia.

O mapeamento nos trás um norte de onde podemos começar, uma reflexão coletiva de: como está, como poderia ser e o que poderíamos modificar? Mapear é identificar problemas e potencialidades,  a reflexão é essencial para iniciar as discussões, um ponto de partida para melhorar nossas ações, com o propósito de evoluir e fazer o melhor para o bem comum.

Intenções:

Diante de tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo diante dessa pandemia, há muitos questionamentos, discussões sobre o retorno às aulas, nossa intenção com o plano de ação é dar oportunidade de fala e escuta a toda comunidade escolar, familiares e crianças, que mesmo tão pequenas se manifestam com relação aos seus anseios e desejos.

Participará desta ação equipe escolar, familiares e crianças dos agrupamentos de Mini grupos I e II e Infantil I.

Objetivos:

Nosso objetivo é dar voz a todos que participam do contexto escolar, inclusive as crianças,  que mesmo tão pequenas podem participar e se fazer ouvir em questões e discussões do seu interesse. Construir juntos uma proposta segura para todos os envolvidos, de uma forma de não perder o principal foco que é garantir os direitos da criança e o protagonismo infantil.

Esperamos que através dessa ação, muitas outras possam acontecer durante o ano letivo, onde a democracia possa acontecer com todos os envolvidos da comunidade escolar, familiares e crianças, que mapeamentos e assembléias possam ser inseridos no cotidiano escolar, que todos possam ser ouvidos e colocar em praáticas as decisões.

O plano de ação terá duração de dois meses, com ações:

Pesquisa e diálogos com as famílias: o que pensam sobre o retorno as aulas, segurança, como estão durante a pandemia, necessidades;

Conversa com as crianças, através de chamada de vídeo com educadores, sobre o retorno, como estão em casa, brincadeiras, saudades, dúvidas, registros tendo o educador como escriba;

Pesquisa e diálogos com todos da equipe escolar sobre o retorno: Anseios, medos, dúvidas;

Reunião on line com familiares e educadores para discutir sobre o retorno: Vídeos de acolhimento e explicativo sobre a Covid por profissionais de saúde, trocas sobre dúvidas, anseios, necessidades, sugestões;

Formação, discussão e sugestão sobre retorno com equipe escolar, membros do conselho e APM;

Construção de um plano de ação com sugestões de todos os envolvidos: Equipe escolar, famílias e crianças de como melhor proceder dentro e fora da escola, para o retorno as atividades, para que juntos possamos retornar de uma forma segura, dando continuidade ao nosso processo pedagógico para garantir às crianças o seu processo de construção do conhecimento e acima de tudo o seu bem estar e protagonismo infantil.