Tarefa 6 – Curso EDH – walter de souza dias

Data

6 de agosto de 2020

Cursista

walter de souza dias

Função

Professor de Ensino Fundamental e Infantil I

DRE / Unidade Educacional

Guaianases

Escola

EMEF Joel Fernandes de Souza

TAREFA DE CONCLUSÃO DE CURSO – EDH DESAFIOS DO CONTEXTO ATUAL

 

TEMA:

Conselho Estudantil.

 

LOCAL DE APLICAÇÃO DO PROJETO:

EMEF Joel Fernandes de Souza – SME/SP – DRE Guaianazes.

 

JUSTIFICATIVA

 

O presente projeto surge da necessidade de integrar os aparelhos de atendimentos públicos à sua comunidade. A Lei 9394/96 (Lei de diretrizes e de Bases) garante que a comunidade participe das decisões no âmbito escolar, sob o princípio da Gestão Democrática do Ensino.

As redes de ensinos precisam promover às suas escolas a progressão da autonomia pedagógica, administrativa e financeira. Todavia, as unidades escolares se organizam, através dos seus colegiados para consolidar os exercícios de Gestão Participativa.

 

A QUEM O TRABALHO SE DESTINA?

 

A formação do Conselho estudantil abrangerá educandos do Ensino Fundamental I (Ciclos de alfabetização e interdisciplinar) da EMEF Joel Fernandes de Souza, na faixa etária de 06 à 10 anos de idade.

 

 

FINALIDADE

 

O Conselho Estudantil tem com finalidade de ser um espaço de responsabilidade, aprendizagem, convivência e assimilação dos seus direitos como cidadãos contribuindo para a formação de uma sociedade mais participativa e consciente das demandas do atendimento ao público, bem como, os gastos de verbas públicas e ações administrativas escolares.

 

OBJETIVOS/RESULTADOS ESPERADOS

 

Espera-se que com a formação do Conselho Estudantil, os educandos se fortaleçam em busca de um bem coletivo escolar, permitindo aos alunos um protagonismo estudantil na busca da participação das mais diversas ações que ocorram na Unidade Escolar. Entende-se que a melhor forma de aprender é participar. Com isso, os educandos participantes assumem os papeis de representantes da comunidade como um todo e, não apenas dos alunos, pois, eles levarão os conhecimentos adquiridos para além dos muros da escola, multiplicando-os com toda a comunidade local.

 

DURAÇÃO – QUANTO TEMPO VOCÊ PREVÊ QUE SERÁ NECESSÁRIO?

 

A formação de um Conselho Estudantil terá ações efetivas no decorrer do ano letivo vigente. Nesse sentido, se faz necessário que seja um educando por turma, garantindo assim, a participação de alunos de todas as faixas etária e series.

 

AS ATIVIDADES QUE COMPORÃO A SEQUÊNCIA

 

Curso de formação de Conselho;

Reuniões mensais;

Encaminhamentos de sugestões sobre a destinação de verbas;

Análise ampla dos Rendimentos escolares;

Campanhas de orientações ao corpo discente e docente;

Acolhimento aos alunos ingressantes na escola;

Debates em torno dos conflitos nas relações interpessoais.

 

 AVALIAÇÃO – COMO VOCÊ PRETENDE VERIFICAR OS RESULTADOS

 

A avaliação será sistematizada em cada encontro, através de rodas de conversas, recebendo as críticas e sugestões e a partir dos relatos das crianças, propor encaminhamentos posteriores sempre pautados nos objetivo comuns e coletivos.