Tarefa 6 – Curso EDH – Walkiria dos Santos

Data

7 de agosto de 2020

Cursista

Walkiria dos Santos

Função

Diretor de escola

DRE / Unidade Educacional

Jaçanã / Tremembé

Escola

EMEF Hipólito José da Costa

Tema: Cultura de Paz na EJA

Justificativa

Os direitos Humanos estão contemplados na Constituição, mas na prática precisamos romper com adversidade da convivência e diversidade com estes estudantes da Educação de Jovens e Adultos – EJA, onde o acolhimento deva ser a prioridade.

A identidade pedagógica desta modalidade pauta-se em um currículo que valorize as necessidades de aprendizagens, não infantilizando os estudantes, valorizando a riqueza de saberes e experiências advindas deste público (jovens, adultos e idosos), respeitando a trajetória de vida, sinalizada pela classe social, gênero, necessidades especiais, étnico-racial, religião, geração e origem geográfica.

A equipe gestora exerce uma função fundamental na formação de toda a comunidade escolar promovendo estudos e práticas de registros valorizando as experiências, autonomia no que diz respeito a comunicação e acolhimentos destes estudantes, visto que, todo educando da EJA por algum motivo já foi excluído do processo educacional regular.

A quem o trabalho se destina: Educação de Jovens e Adultos

Finalidade: Cultura de Paz

Objetivos:

Ampliar olhares sobre a diversidade de gêneros, sexual e cultural;

Diminuir conflitos entre os alunos;

Trabalhar elementos culturais e sobretudo a Constituição Federal em seu artigo 5º;

Ampliar a proteção social e o trabalho educativo da comunidade escolar.

Duração:  

1 semestre

Atividades:

1 Pesquisa do público: Levantamento de dados sobre os alunos e alunas quanto a origem, sexualidade, gêneros e mapeamento sócio cultural. Em paralelo verificar os conflitos existentes no semestre anterior.

2 Reunião da Gestão com os Professores para explicação das dinâmicas para as rodas de conversa e formas de registro.

3 Roda de Conversa com as turmas onde cada professor coordenador irá verificar como é o entendimento de cada turma sobre cultura de paz, sexualidade, gênero. Identificar os possíveis conflitos.

4 Construção da proposta de trabalho: De posse dos dados fazer um cruzamento de informações para definir estratégias de ação.

5 Rodada de filmes como (A cor púrpura, Doze anos de escravidão, O menino do pijama listrado, Eu, Tu, eles, Ó Pai, ó, Que horas ela volta, Girl) palestras com grupos de direitos humanos do bairro, encenações e slam, visando estratégias diferenciadas para trazer a reflexão dos alunos.

Avaliação

Acompanhamento das atividades e do fluxo da mediação de conflitos da Unidade educacional bem como do empoderamento da comunidade escolar por meio de atividades reflexivas ao final de cada rodada de palestras e rodas de conversas.