Tarefa 6 – Curso EDH – Vanessa Guimarães Costa

Data

3 de agosto de 2020

Cursista

Vanessa Guimarães Costa

Função

Prof Ed Inf e Ens Fund I

DRE / Unidade Educacional

São Miguel Paulista

Escola

EMEI Maria da Conceição Vieira Pereira

Por uma infância sem racismo

 

Tema proposto

Promover uma reflexão para construção de uma infância sem racismo e valorização da diversidade

 Justificativa

Em rodas de conversas iniciais com as crianças com a temática sobre cultura afro e racismo identificamos que não ou pouco conhecem sobre a escravidão e seus maléficos efeitos a sociedade e ao povo negro.

A definição e percepção de direitos humanos acessíveis e exigentes a todos também é uma visão deturpada entre as crianças que já na idade de 04 a 06 anos aceitam a normalidade da desigualdade social em seu meio principalmente entre as crianças negras.

A valorização errônea de estereótipos de beleza de outras raças levando muitas crianças a se retraírem ou desejarem ter uma aparência a base de alisamento de cabelo, maquiagens de cor de pele aclarada e comportamentos elitista.

Agentes

Alunos do Infantil I e II da EMEI (04, 05 e 06 anos), todos educadores da UE e famílias atendidas pela escola.

Finalidade

Promover  a  reflexão  sobre as  construções  sociais,  políticas,  históricas,  e  culturais  atribuídos  pejorativamente aos  negros.   Eliminar comportamentos de   preconceito   racial   no   ambiente   escolar.

Objetivos/Resultados esperados

Estimular o exercício da valorização das diversidades entre alunos, educadores e comunidade escolar.

Propagação da cultura afro produzida na escola após enaltecer a identidade negra entre as crianças

Romper continuamente mesmo que a longo prazo com estereótipos e produzir conteúdo de representatividade

 Duração

Dois anos letivos tempo em que as crianças frequentam a EMEI

As atividades que comporão a sequência

  • Pautar rotinas como roda de conversa, produções visuais, brincadeiras de papeis sociais, dramatização, contação de história, entre outras sempre considerando a colaboração do povo negro e enaltecendo a identidade negra
  • Expor a história da África, a escravidão, a cultura afro e manifestações com temática racista (como o Black Lives Matter ocorridas neste 2020) para as crianças utilizando de vídeos, imagens, discussões e palestras.
  • Propor momentos de formação nas reuniões dos colegiados da escola como Conselho, APM e reuniões de pais com reflexão para uma educação em direitos humanos e o combate ao racismo na infância.
  • Propor momentos de formação para todos os educadores mapeando, identificando e solucionando de forma democrática e dialógica a problemática do racismo na unidade escolar.
  • Em todos os eventos festivos da Unidade escolar durante o ano letivo incluir a cultura afro
  • Nas reuniões de mediação de conflitos valorizar a Educação em direitos humanos através de estudo e reflexão da legislação existente
  • Produzir com as crianças conteúdos como debates (Conselho mirim), produções visuais, produções de áudio e vídeo enaltecendo a identidade negra e incentivando a representatividade divulgados nas redes sociais oficiais da escola.

 Avaliação

Observação de mudanças de comportamentos de toda a comunidade escolar nas rotinas diárias da escola e reverberação do conhecimento no território em torno da unidade escolar.