Tarefa 6 – Curso EDH – Valéria Máximo da Silva

Data

25 de junho de 2020

Cursista

Valéria Máximo da Silva

E-mail

Função

Professora

DRE / Unidade Educacional

Freguesia do Ó / Brasilândia

Escola

EMEI Martins Fontes

Olá! Atendendo a solicitação, percebo que na minha escola ainda temos uma parcela da comunidade que resiste utilizar o diálogo como forma de resolução de conflitos, provavelmente, são frutos de uma geração imediatista, em que tudo é para ontem gerando intolerâncias absurdas nas relações uns com outros. Somado a isso, estamos vivenciando um cenário de pandemia, o que de certa forma nos exige um novo repensar sobre a vida, as relações sociais,  o altruísmo, a solidariedade e o respeito mútuo. Nesse sentido, acredito ser válida a sugestão da atividade da leitura ” A Bonequinha Preta”, primeiramente por ser uma prática cotidiana da Educação Infantil que nos faz ingressar no mundo da fantasia e criatividade. Em segundo lugar, mas não menos importante, pela mensagem que a história nos traz, uma vez que o amor expressado através da menina pela boneca e a ajuda do verdureiro para trazê-la a menina, nos remete a sentimentos tão imprescindíveis ao mundo atual, quais sejam: o cuidado e a cooperação ratificando a ideia de que juntos somos mais fortes e que a vida se torna mais fácil quando olhamos para outro como pessoas inacabadas que podem cada dia melhorar e evoluir.

Sequência Didática

Tema: Leitura do livro Bonequinha Preta

Objetivo: Conscientizar a importância do diálogo, do cuidado, do respeito mútuo e da solidariedade nas relações sociais.

Público: Comunidade Escolar

Metodologia: Após convidar as famílias para um encontro escolar, solicitar  que se sentem em círculo favorecendo que todos possam se ver durante a atividade. Feito isso, ler o livro a “Bonequinha Preta” seguido da abertura de um diálogo. Como sugestão, podemos destacar: O que acharam da história? Quais sentimentos aparecem na leitura? O cuidado e o respeito mútuo são importantes nas relações sociais? Podemos deixar também o espaço aberto para que comentem livremente sobre suas ideias e entendimentos. Após essa sensibilização, solicitar que registrem através de desenhos ou mensagens a compreensão do debate  para exposição na Unidade Escolar.

Recursos: Livro, papel, lápis e canetinha.

Avaliação: Contínua, observando o envolvimento e alcance dos objetivos propostos.