Tarefa 6 – Curso EDH – SONIA MARIA DA LUZ

Data

13 de julho de 2020

Cursista

SONIA MARIA DA LUZ

Função

PROFESSORA DE EDUCAÇÃO INFANTIL

DRE / Unidade Educacional

Ipiranga

Escola

CEI JD CLIMAX II

ATIVIDADE DO CURSO RESPEITAR É PRECISO! – EDH – DESAFIOS DO CONTEXTO ATUAL

SÔNIA MARIA DA LUZ – RF.: 771964-7 – DRE IPIRNGA – CEI JD. CLIMAX II

 

SEQUENCIADA DE ATIVIDADES

TURMA: MINI GRUPO I CD (Crianças de 2 a 3 anos de idade)

DURAÇÃO: ANO LETIVO

 

JUSTIFICATIVA:

escola exerce um papel fundamental e essencial na sociedade. Nós como educadores, temos a obrigação de fazer com que essas crianças e suas famílias, saibam que direitos humanos são todos os direitos relacionados à garantia de uma vida digna a todas as pessoas. Assim, são todos os direitos e liberdades básicos, considerados fundamentais para a dignidade, garantidos a todos os cidadãos de qualquer parte do mundo e sem qualquer tipo de discriminação como cor, religião, nacionalidade, gênero, orientação sexual e política.

Trabalhar todas essas questões com crianças pequenas pode trazer resultados positivos, uma vez que elas passam a considerar as diferenças e como a escola deve trabalhar a diversidade. O nosso papel é de mediar, incentivar a criatividade, acolher e tratar diferenças, oferecendo um ambiente propício para debater as questões relacionadas aos direitos humanos. É também de formar cidadãos conscientes, completos, autônomos.

Nós professoras do CEI JARDIM CLIMAX II, nos reunimos durante o curso e após o término do mesmo, para apontarmos assuntos pertinentes relacionados aos temas estudados neste curso. Para futuramente tentarmos implantar no próximo ano, um trabalho relacionado a esses temas no nosso PPP do CEI. Também achamos interessante convidar a todos a participarem: escola, crianças, famílias e intersetorial.

Os materiais propostos neste curso, foram primordiais, serviram para muitas reflexões e planejamentos de atividades, com práticas educacionais que promovessem um clima de respeito mútuo nas escolas, no sentido de afastar as possíveis violências psicológicas, institucionais, simbólicas e físicas do cotidiano escolar e, assim, garantir um ambiente potente de aprendizagem para todas e todos.

 

OBJETIVOS:

  • Proporcionar as crianças à valorização do ser humano, ajudando-os na reflexão, quanto às semelhanças, diferenças étnicas e sociais e relações familiares;
  • Proporcionar experiências diversificadas, através de: brincadeiras, músicas, jogos, livros, vídeos de culinária;
  • Proporcionar um espaço com muitas diversidades, dando escutas as suas vozes que desde muito pequenas já conseguem expressar suas vontades e sentimentos;
  • Respeitar as escolhas pessoais (religiosas, culturais e/ou alimentares);
  • Brincar livremente sem distinção de brincadeiras de gênero;
  • Apropriar de valores como o respeito a si próprio e ao outro;
  • Elevar a autoestima das crianças;
  • Promover discussão sobre os valores humanos, a diversidade;
  • Proporcionar a criança a perceber, que suas heranças, desde do seu cabelo até a cor de sua pele muitas vezes são herdadas de seus familiares;
  • Respeitar as diferenças;
  • Propiciar espaços democráticos, planejando, organizando, registrando ensinando as crianças e bebês a pratica democrática participativa onde suas vozes tenham direitos e seriam respeitados. Isso se dará para soluções de problemas na escola na comunidade e no entorno preparando.

 

CONTEÚDOS:

  • Identidade;
  • Afetividade;
  • Família;
  • Diversidade étnica e cultural;
  • Religião;
  • Democracia;
  • Direitos humanos;

DESENVOLVIMENTO:

  • Organizar rodas de conversa diárias sobre vários assuntos;
  • Ler histórias abordando temas da vida de cada um: ética e respeito, família, cultura negra, indígena e outras, direitos da criança, gênero e raça, identidade pessoal, idosos, aparência física, deficientes, boas atitudes, diferenças no trabalho, reis e rainhas na antiguidade e outras.
  • Durante a leitura instigar a curiosidade nas crianças;
  • Mostrar o livro para as crianças, fazendo questionamento sobre a ilustração, sobre o assunto abordado;
  • Ler a história, explorando bastante falar sobre a família, CEI, amigos. Como somos diferentes. Enfatizar as características que herdamos de nossos pais, das particularidades de cada um, cor, estatura, cabelos, lábios… Saber, portanto, das diferenças que muitas vezes são herdados dos nossos familiares.
  • Explorar o relato das crianças e fazer uma lista desses relatos;
  • Esclarecer para as crianças que todos têm em sua origem. Uma história e que ninguém é igual a ninguém, mas todos merecem serem respeitados;
  • Perceber-se e perceber o outro como diferente, respeitar o outro na sua diversidade;
  • Organizar uma biblioteca circulante, com todos esses temas, enviando para as famílias lerem com as crianças. Solicitar um registro dessa leitura. Poderá ser escrito ou em foram de desenho.
  • Em sala, realizaremos várias atividades referente a esses temas;
  • Desenvolver e potencializar a criatividade;
  • Filmes  – curta – metragem;
  • Teatro e Dramatização das professoras; abordando esses assuntos;
  • Painel em sala com a participação das crianças e das famílias.
  • Palestras e reuniões com as famílias e comunidade.

 

AVALIAÇÃO:

Através da observação e do registro verificar:

  • Como ela define o que é ser diferente;
  • Ela vê a diferença de cor de pele, cabelo, entre ela e outras crianças;
  • Ela verbaliza essa diferença;
  • Ela sabe com quem se parece na família;
  • A participação nas atividades.

 

 

Obs.: Apoio Caderno – “Respeitar é Preciso” – EDH  PARA TODAS AS IDADES