Tarefa 6 – Curso EDH – Sônia Frazão

Data

6 de agosto de 2020

Cursista

Sônia Frazão

Função

PROF END INFANTIL ENSINO FUND I

DRE / Unidade Educacional

Penha

Escola

Emef LUIZ WASHINGTON VITA

TAREFA DE – SONIA FRAZÃO  – DRE PENHA

Tema

Integrar os alunos imigrantes e refugiados e suas culturas na sala de aula.

 

Justificativa

Pensando que a integração dos meus alunos imigrantes ou refugiados  devem ir para além da matricula na escola, essa sequência didática visa promover o debate, a reflexão para propiciar o acolhimento e integração dos alunos estrangeiros e refugiados que chegam no nosso país , estão nas nossas escolas  e ao mesmo tempo valorizar suas culturas de origem .

 

Atividades

As atividades que penso em realizar com meus alunos do primeiro ano do ensino fundamental. São crianças de 6 e 7 anos e que estudam em uma escola situada no bairro do Bom Retiro centro de São Paulo. A sala é extremamente heterogenia e tenho alunos de várias nacionalidades, aliás a escola conta com quase 50% dos alunos estrangeiros. O trabalho educativo que pretendemos aqui deve envolver toda a comunidade escolar.

As atividades compreendem:

Rodas de conversas

As rodas de conversas visam conhecer melhor esses alunos dar-lhes voz e espaço para que possam se expressar e para que todos possam conhecer mais sobre suas culturas, comidas modos de vida pelas próprias crianças.

Diálogos entre a escola e seus territórios educativos:

Propiciar, visitas aos territórios educativos que temos ao entorno da escola que retratam a história e contribuição de diversas nacionalidades na construção do nosso território, valorizando assim os saberes e a identidade local tornando a aprendizagem dos conteúdos escolares mais próximos do dia a dia dos nossos alunos. Visitas tais como:

  • Memorial da Imigração Judaica e do Holocausto
  • Pinacoteca de São Paulo
  • Monumento a Imigração Coreana URI
  • Monumento URI
  • Museu de Arte Sacra de São Paulo
  • Museu da Energia de São Paulo
  • Museu Presépios

Mapear juntamente com as crianças nosso território

Essa atividade visa listar com as crianças e com ajuda de seus familiares os lugares onde nossos alunos frequentam desenvolvem saberes e ou os principais pontos se reúnem de forma a viabilizar que todos possam futuramente fazerem parte e assim estreitar as relações mesmo que sejam de comunidades e culturas diferentes.

 

Promover uma feira cultural

Momento onde juntamente com as famílias e toda a comunidade escolar poderíamos conhecer os vários trabalhos realizados(desenhos, mapas, poemas, cartazes, gravações de músicas e vídeos com declamação de poemas e poesias  etc.. ) a partir dos dados coletados nas nossas visitas, rodas de conversa e debates promovidos dentro de sala de aula. Trazer a família para dentro da escola não somente como espectadora, mas como uma peça importante na colaboração para organizar, como consultora de músicas, dança e da própria língua materna. Tal feira proporcionaria também apresentações de músicas, cantigas, trava línguas, danças e comidas típicas de todas as comunidades que foram objeto de estudo de nossa comunidade escolar.

Avaliação

A avaliação se dará continuamente ao longo do processo e até posteriormente