Tarefa 6 – Curso EDH – SARAH SIMONI VIANNA CANAL

Data

27 de julho de 2020

Cursista

SARAH SIMONI VIANNA CANAL

Função

Professora

DRE / Unidade Educacional

Pirituba / Jaraguá

Escola

Emef Professor Renato Antonio Checchia

Tarefa do Curso EDH

Sarah Simoni Vianna Canal

Rosana Paterno

 

Sequência Didática

Tema proposto: Assembleia de Classe

Justificativa:

Nesse momento de pandemia, tanto educadores, quanto estudantes, temos refletido muito sobre a escola. Dentre os comentários, as crianças e os adolescentes falam sobre como sentem falta do ambiente escolar, dos momentos de aprendizagem, dos professores e professoras e até dos “puxões” de orelha. Em meio às crises, sempre podemos obter aprendizados e voltando para a escola mais sensíveis e atentos, podemos melhorar muito mais.

Na escola, se aprende a socialização, mas também é onde acontecem episódios de bullying, apelidos e brincadeiras desagradáveis. Há situações de desrespeito que podem marcar pessoas para sempre e essas situações precisam ser combatidas.

 

A quem o trabalho se destina:

Todos os estudantes e educadores da escola

 

Finalidade:

Promover melhorias no convívio e nos relacionamentos, para que o ambiente escolar promova segurança e confiança.

Preparar as crianças e os adolescentes para os demais espaços de socialização desenvolvendo o respeito mútuo.

 

Objetivos:

Levar à reflexão da necessidade de participação de todos

Considerar a importância da escuta

Promover confiança nas relações

 

Duração: Durante o ano todo

 

 

Sequência:

Atividade 1: Trazer o conceito de Assembleia para todas as classes da escola

 

Apresentar o vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=F91sx0KlAHc

O vídeo “Assembleia de Classe – MEC – TV Escola” mostra a implantação, como funcionam as assembleias, sugerindo ideias de organização e de temas e mostrando seus resultados. É uma forma se contextualizar a proposta para os alunos.

 

Atividade 2: Dinâmicas

A primeira dinâmica é sobre escuta. A sala será dividia em duplas e de cada uma delas, um estudante esperará do lado de fora, ou seja, metade da sala vai esperar.

A metade que estiver dentro, será orientada a ignorar os colegas quando voltarem. Enquanto os colegas que estão fora, serão orientados a contar algo divertido. Enquanto uns contam, outros fingem não ouvir. Depois de alguns minutos, vamos ouvir como cada um se sentiu e dessa forma, refletir no que é escuta e como deve ser praticada, além de como é importante para cada pessoa.

A segunda dinâmica é sobre confiança. Em duplas, um dos estudantes vai jogar o corpo para trás enquanto o outro o segura. Repetiremos algumas vezes e depois faremos a troca para que ambos tenham a mesma experiência. Ao final, haverá um espaço para que compartilhem. A dinâmica ensina que a confiança é uma prática e que no começo pode ser mais difícil, mas esse processo pode se tornar mais fácil aos poucos.

Dessa forma, vamos refletir sobre a necessidade da escuta e da confiança para que todos se expressem e sejam ouvidos nas assembleias.

 

Atividade 3: Reuniões

A classe confeccionará uma urna para que sejam colocadas críticas, sugestões e dúvidas para serem debatidas pela classe e, então, na semana seguinte, a urna será aberta e os temas serão apresentados. A leitura e o debate serão semanais.

Atividade 4: Representantes

Eleger representantes para reuniões com as outras salas, educadores e com a gestão da escola para assuntos que tenham relação com a escola e não apenas com a classe. Essas reuniões serão semanais também.

Atividade 5:

Uma vez por mês, haverá um momento da escola toda se reunir (por período) e serão apresentadas as demandas, as soluções apresentadas nas assembleias, o que melhorou, o que precisa de novas ideias, etc. Assim, os alunos ficarão cientes de todas as questões e poderão ver os resultados, ver sua voz sendo ouvido e valorizada.

Reuniões extraordinárias poderão ser solicitadas quando necessário.

 

Avaliação:

Observar falas e atitudes e pedir retorno por meio da urna ou nas reuniões.