Tarefa 6 – Curso EDH – Raquel Pilotto Reis

Data

24 de julho de 2020

Cursista

Raquel Pilotto Reis

Função

DRE / Unidade Educacional

Butantã

Escola

CEU EMEI Paraisópolis

Plano de aula

Professora: Raquel Pilotto Reis

Escola: CIEJA Aluna Jéssica Nunes Herculano

Turma: Alfabetização – Módulo 1

 

Tema: Racismo: Identificar para combater

 

Proposta:

Sensibilizar os alunos para a temática do racismo. Todas as aulas vão incluir rodas de conversa para auxiliar nesta reflexão. Ao final de cada aula, os estudantes deverão perceber as atitudes de racismo presentes em nossa sociedade.

As aulas serão realizadas uma vez por semana. Temos aqui o plano de aula para o período de um mês, mas pretendo desenvolver este projeto ao longo de todo o ano.

 

Aula 1

– “Quarto de despejo”, de Carolina Maria de Jesus.

Dizer aos alunos que iremos iniciar a leitura de um livro escrito por uma mulher. Não mostrar a capa do livro, não informar o título e pedir para que os alunos descrevam como imaginam ser uma mulher que escreve um livro, como é seu cabelo, qual a cor da sua pele, que tipo de roupas ela usa. Escrever na lousa a descrição feita pelos alunos.

Esclarecer que a autora escreveu o livro com base nas experiências de vida que teve. Em seguida, apresentar o livro, o título e iniciar a leitura de um capítulo. Ao final, perguntar novamente como imaginam ser a mulher que escreveu aquele livro.

Pensando no racismo estrutural existente em nossa sociedade, acredito que ao serem questionados sobre como seria uma mulher que escreveu um livro, os alunos irão descrever uma mulher branca. E talvez mudem de ideia sobre essa descrição ao perceberem que a autora é moradora de favela e passa por muitas dificuldades na vida.

Fazer uma roda de conversa sobre essa separação que fazemos entre pessoas brancas e negras. Por que temos o costume de imaginar pessoas brancas fazendo grandes coisas, como escrevendo livros ou ocupando cargos importantes e por outro lado, por que imaginamos pessoas negras como moradoras de favelas e trabalhando em subempregos?

Ao final, observar a foto da autora presente na contracapa do livro e escrever coletivamente uma descrição de sua aparência física e também atribuir traços de personalidade com base na leitura que fizemos do trecho do livro.

 

Aula 2

Fazer a leitura coletiva da vaga de emprego para recepcionista:

Recepcionista

De R$ 1.001,00 a R$ 2.000,00

1 vaga: São Paulo – SP  Publicada hoje

– Funções: Responsável pelo atendimento ao público, seja recebendo a pessoa presencialmente na recepção, ou pelo telefone e e-mail, fornecer informações e orientar a circulação de pessoas e visitantes. Além de atuar na recepção, atender e filtrar ligações telefônicas direcionando para o ramal correto, anotar recados recebimento e controle de correspondências, a responder perguntas sobre a empresa e esclarecer dúvidas, e registrar todas as informações.

– Características da candidata: ser simpática, organizada, dedicada e Pontual, ter boa dicção, proatividade.

https://www.catho.com.br/vagas/recepcionista/?q=Recepcionista (Acesso em 17/07/2020 às 14:40)

Após a leitura, dizer para os alunos que eles serão os responsáveis por selecionar uma pessoa para a vaga de recepcionista e irão receber fotos das candidatas para fazer uma seleção prévia.

Apresentar fotos, em igual quantidade, de mulheres brancas e negras, todas maquiadas, arrumadas e bem vestidas.

Cada aluno deverá escolher uma foto e depois dizer porque acha que aquela mulher está preparada para aquela vaga.

Fazer uma análise das mulheres escolhidas e das descartadas.

Propor uma roda de conversa sobre este hábito de se pedir fotos das pessoas nos currículos, ou escrever como característica da vaga “ter boa aparência”. Quem são as pessoas descartadas antes mesmo de terem a oportunidade de passar pela entrevista? Apesar de terem a mesma formação, morarem no mesmo bairro e passarem pelas mesmas dificuldades financeiras, as mulheres negras ficam em desvantagem por causa do racismo enraizado em nossa sociedade.

Pra finalizar, os alunos farão uma espécie de carta de apresentação pessoal, elencando suas características e qualidades físicas e intelectuais.

 

Aula 3

Entregar aos alunos imagens de pessoas negras e brancas e pedir que digam qual profissão aquela pessoa exerce. Dividir a lousa em duas partes e escrever de um lado todas as profissões que os alunos atribuíram às pessoas brancas e do outro lado, as profissões que atribuíram às pessoas negras.

Depois, assistir ao vídeo lançado pelo Governo do Paraná, chamado “teste de imagem”.

https://www.youtube.com/watch?v=5F_atkP3pqs

(Acesso em 22/07/2020 às 19:30)

Em seguida, propor uma discussão com base no vídeo e nas profissões que os alunos atribuíram às pessoas negras e brancas. Discutir sobre como o racismo está dentro de nós e como podemos combate-lo.

Ao final, escolher algumas fotos de pessoas negras e escrever coletivamente uma carta de apresentação para cada uma.

 

Aula 4

Levar fotos de quatro crianças, uma menina e um menino negros e uma menina e um menino brancos. Colar as fotos na lousa e perguntar aos alunos questões referentes ao comportamento daquelas crianças. Por exemplo, qual criança é boa aluna? Qual vai mal na escola? Qual é bagunceira? Qual fez toda a lição? Qual nunca faz lição de casa? Se você fosse professor, qual criança mereceria nota 10? E qual criança levaria nota 0?

Anotar as respostas embaixo de cada foto.

Fazer uma roda de conversa sobre como as crianças são julgadas no ambiente escolar apenas pela aparência. Meninas geralmente são vistas como boas alunas, enquanto meninos geralmente são tidos como bagunceiros. Pedir que relembrem seus momentos de infância e relatem as dificuldades que passaram na escola.

Observar e discutir as qualidades que os alunos atribuíram às crianças da foto. As crianças brancas receberam características melhores do que as crianças negras?

Trazer a questão racial para a discussão. O ambiente escolar pode ser muito cruel e as crianças negras muitas vezes acabam tendo um sofrimento maior por causa do racismo.

Após a discussão, assistir ao vídeo “Cabelo, autoestima e identidade da menina negra (Sumaré – SP)”.

https://www.youtube.com/watch?v=y83NLwF3AYg

(Acesso em 24/07/2020 às 16:50)

Discutir a abordagem das meninas para combater o racismo na escola delas e pensar em como poderíamos fazer algo parecido na nossa escola. Escrever as ideias e utilizar as próximas aulas para colocá-las em prática.