Tarefa 6 – Curso EDH – Mitzi Sonoki

Data

5 de agosto de 2020

Cursista

Mitzi Sonoki

Função

Prof. de ensino médio e fundamental II

DRE / Unidade Educacional

Campo Limpo

Escola

Emef Millôr Fernandes

Tarefa Curso Respeitar é Preciso- Desafios do Contexto atual

  • Tema : Respeito e Empatia Mudam o Mundo

A questão proposta é trabalhar  as diferenças e a postura na convivência do dia a dia frente a lidar com diferenças de modo que todos sejam respeitados, criando um clima de amizade e respeito.

  • Justificativa:

É preciso que no ambiente escolar os alunos possam compreender  de onde  se origina o preconceito para que possa mudar sua forma de agir frente a situações onde há bullying, uso de nomes pejorativos ou situações de desrespeito por causa de raça, cor, gênero, classe social, ou deficiência física ou mental.

  • Público alvo: alunos do Fundamental II ( 8º e 9º ano)
  • Finalidade:

Discutir com os alunos e entre os alunos, a questão dos estereótipos, o preconceito de raça, feminismo, gênero, classe social, inclusão, para que posturas e ações possam ser reconstruídas, acabar com o bullying e provocações agressivas nas falas e atividades dos alunos uns com os outros.

  • Objetivo/ Resultados esperados:

Trazer a discussão aberta sobre o preconceito de raça, gênero, classe social, inclusão, com a reflexão sobre as atitudes do dia a dia. Espera-se que os alunos possam refletir, discutir, reconstruir significados, atitudes que magoam e agridem o outro na relação diária na escola. Que possam ter atitudes de empatia para ações que tornem o relacionamento na escola mais amigável, útil e proveitoso do ponto de vista social e de aprendizagem.

  • Duração: 7 aulas
  • Sequência didática:

Atividade 1

Assistir a palestra da Chimamande Adichie, O perigo de uma única história.

https://www.ted.com/talks/chimamanda_ngozi_adichie_the_danger_of_a_single_story?language=pt-br

Levantar e anotar 3 pontos interessantes na palestra.

Discussão / roda de conversa sobre o tema com algumas provocações:

– Estereótipo- o que é? Será que sofremos com isso? Como é criado?

– Qual o objetivo quando se conta apenas um lado da história?

-A questão do racismo existe em qualquer lugar do mundo?

– Empatia, significado, como ter empatia? Por que ter empatia?

Atividade 2

Fazer um depoimento sobre alguma experiência de desrespeito, analisando o motivo e o tipo de situação ( raça, gênero, classe social/econômica, inclusão). O que poderia ser feito para resolver essa questão, ou solucionar essa experiência?

Discussão em roda de conversa após as apresentações.

Atividade 3

Elaboração e apresentação de um mapa mental sobre a questão do Respeito e Empatia mudam o mundo

Discussão sobre as questões apresentadas pelos grupos.

Atividade 4

Finalização

Considerações sobre a atividade

Avaliação em grupo

  • Avaliação

Avaliação será feita em relação a participação dos alunos, sobre o debate em sala de aula, depoimento, mapa mental e a discussão em todas as atividades.

 

Observações adicionais sobre a tarefa:

Minha escola se localiza no Campo Limpo, zona oeste de São Paulo, e tem uma equipe muito integrada, tanto nas propostas de Projetos como no dia a dia escolar.

Por causa principalmente da gestão da escola como dos professores é uma escola inclusiva, com vários alunos com deficiência física e mental, onde muitos alunos e família participam, são bem acolhidos e conversamos sobre as melhores formas de planejar as atividades para os alunos.

Outra iniciativa realizada neste período foi as palestras/ conversas sobre racismo, inicialmente para pensarmos sobre o movimento Visas Negras Importam, entre os professores tanto do Fundamental I  como Fundamental II. Mas essas conversas se desdobraram para as práticas pedagógicas e a discussão foi muito rica, muito interessante.

E, em live com pais e alunos, vimos como o tema é importante tanto para a representatividade desde que os alunos são pequenos como para a questão de identidade dos alunos no fundamental II. Percebemos também a importância da discussão e trocas entre os próprios professores.

Com o curso Respeitar é Preciso, consegui perceber que os temas abordados foram muito importantes para se pensar nas propostas das atividades e para pensar nas discussões com os alunos e professores, funcionários também para melhorar  o clima escolar, tornando cada pessoa na escola uma pessoa ciente das suas falhas quanto a questão dos preconceitos que a gente carrega e da importância de se pensar na reconstrução das nossas próprias ideias e posturas dentro deste universo escolar.

Obrigada pelo curso.

Mitzi Sonoki