Tarefa 6 – Curso EDH – Milto da Silva Leitão

Data

7 de agosto de 2020

Cursista

Milto da Silva Leitão

Função

Professor ensino fundamental II e médio

DRE / Unidade Educacional

São Miguel Paulista

Escola

Emef Ezequiel Ramos Junior

Milto da Silva Leitão – RF 843.305-4

As aulas foram muito satisfatórias com temas bem pertinentes, inclusive cada aula já daria um curso. Pensei meu projeto para trabalhar o TCA que é proposto anualmente para todos os alunos do ciclo autoral, a ideia é se possível desenvolver esse ano caso tenha retorno presencial, se não faremos quando possível.

  • O tema proposto : ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente/ As garantias do adolescente
  • Justificativa : Os adolescente em geral sofrem bastante pressão de si mesmo, é um momento de aceitação que passa por vários fatores, como sociais, gênero, raça e etc. Acontece que em todo esse processo algumas pessoas que deveriam ajudar acabam abusando do adolescente, esse que por tantas vezes não tem reação até mesmo por desconhecimento, não falo especificamente de abuso sexual apenas. Então possibilitar que eles conheçam os fatores que mantém sua integridade e também como respeitar e apoiar o outro que está passando pelo mesmo processo, talvez em outro nível.
  • A quem o trabalho se destina : Para estudantes do 8º anos, que irão fazer  culminância para apresentar os trabalho aos demais estudante da escola e também para toda a comunidade, afim de impactar a realidade local, conforme proposta geral do TCA.
  • Finalidade :  A ideia é que eles pudessem se apoiar, se aceitarem, como uma rede de respeito, apoio e proteção.
  • Objetivos/Resultados esperados : Tenho convicção que nossos adolescentes fazem parte de uma geração mais inclusiva, que se trabalhado de forma correta tem a capacidade de aprender e acolher, são capazes de uma aceitação mais ampla que gerações anteriores. Sendo assim sei que quando se apropriarem desse conhecimento, desse poder eles podem mudar a realidade local, já trabalhei com eles a questão da violência contra a mulher, e tivemos relato de impacto dos estudantes como denuncias. para finalizar antes de qualquer pretensão, precisamos garantir que nossos alunos tenham senso crítico suficiente para analisar cada situação proposta a ele, e assim tomar suas decisões sabendo distinguir o que é abuso, o que é oportunidade, o que é respeito. Dessa maneira diminuirão a discriminação, os casos de bullying, ingresso nas drogas e gravidez em período que a família não esteja pronta.
  • Duração: 4 meses.
  • As atividades que comporão a sequência: 1º pesquisa sobre o ECA / 2º Diálogo entre a classe para assimilar o conteúdo/ 3º Divisão de subtemas para aprofundamento do assunto/ 4º Identificar dentro da unidade escolar problemas que interfira na garantia dos direitos a integridade prevista no ECA/ 5º propor soluções para os problemas listados/ 6º Identificar voluntários que se sintam infligidos e junto deles propor uma rede de aceitação e proteção para mostrar a unidade escolar que é possível agir diferente e que cada um tem algo para ser incluído no convívio coletivo.
  • Avaliação – Ao final do trabalho vamos fazer uma roda de conversa com os alunos participantes do projeto e verificar se houve mudanças em relação ao pensamento e postura da turma. E encaminhar para o próximo ano letivo uma extensão do projeto.