Tarefa 6 – Curso EDH – marisa izabel correa meira

Data

16 de junho de 2020

Cursista

marisa izabel correa meira

Função

prof. ed. infantil

DRE / Unidade Educacional

Penha

Escola

emei mary buarque

RESPEITO MÚTUO

Para que você possa se aprofundar um pouco na temática do Respeito Mútuo, leia o texto “Cuidados para abrir espaços de diálogo”, disponível no Caderno Respeito na Escola, p. 98-109.

 

Tal como você pode notar a partir do texto, pensar a questão do respeito mútuo implica pensar em diálogo e escuta, visto que não é possível respeitar alguém sem reconhecê-lo como sujeito de direito. Esse reconhecimento não é meramente discursivo, retórico. Ele demanda acolhida, diálogo e escuta.

 

Assim, para compreender melhor as noções tratadas no texto lido e relacioná-las com as discussões propostas nos vídeos, pare e reflita nas questões abaixo.

 

Lembre e registre:

Uma situação na escola em que você se sentiu escutada – Justifique

Uma situação na escola em que você não se sentiu escutada – Justifique

 

 

Os espaços que temos para debater os diversos assuntos é no horário de formação Jeif (tuma manhã) e no horário coletivo, onde esperamos todos chegarem da hora do almoço e temos alguns minutos para conversarmos como foi o nosso dia, depois os assuntos são colocados para discussão e votação.

Uma situação que não fui escutada e que tive ficar calada:

Eu percebo que a coordenadora já chega com as ideias formadas.  Ela pergunta quem gostaria de falar, porém só da voz as professoras que possuem as ideias parecidas com as delas. Um exemplo foi à transformação da sala de aula em sala de vídeo e também em sala de informática. Quando a professora da sala falou que ficaria apertado e que não conseguiria dar aula num espaço tão pequeno e sufocante ninguém ouviu, pois iria contrariar as ideias da coordenadora, somente eu argumentei que a professora estava certa e a resposta foi para eu não arrumar confusão.  Teve uma votação e ganhou as ideias da coordenação. No período da jefi (tarde) as ideias da coordenadora não foram aceitas e depois disso ninguém mais falou nada. Eu fiquei triste e constrangida por mim e pela professora.

Uma situação que fui escutada foi:

A grade horária foi organizada pela coordenadora com espaços que ela achou necessário para cada sala, porém a minha solicitação de reorganizar de acordo com a necessidade dos meus alunos foi aceita e isso auxiliou muito não só pra mim mas a professora que entra depois do meu horário. Hoje eu e a professora sentamos e organizamos nossos tempos e espaços de acordo com as necessidades dos nossos alunos.