Tarefa 6 – Curso EDH – Maria Josinete dos Santos Ferreira

Data

4 de agosto de 2020

Cursista

Maria Josinete dos Santos Ferreira

Função

Professor de Ed. INFANTIL E Fund I

DRE / Unidade Educacional

Ipiranga

Escola

CEU Emei Luciana de Azevedo Pompermayer

Tema proposto: As relações raciais e a diversidade na Educação Infantil

Justificativa

Existe a crença de que o preconceito e a discriminação, não faz parte do dia a dia nas escolas de educação infantil, não havendo conflitos entre as crianças por conta de seus pertencimentos raciais e deficiências , sendo um ponto de vista equivocado,  por isso é importante mostrar que as diferenças existem e devem ser respeitadas desde os primeiros anos de escolaridade.

Durante a Educação Infantil as crianças de 4 e 5 anos já começam a conhecer seus corpos, diferenças e semelhanças entre os colegas do grupo, escolhem com quem brincar e se relacionar, tem suas preferências por brinquedos, e, no entanto é fundamental o trabalho com a identidade, tão fundamental na experiência humana.

Sendo assim, é preciso que as crianças tenham experiências que valorizem sua história, com práticas pedagógicas que valorizem a diversidade e  com ambientes de aprendizagem para a igualdade racial, para que as crianças expressem seu potencial, suas habilidades, e curiosidades podendo construir uma autoimagem positiva assegurando um bem estar para todos, condição fundamental para a saúde das crianças.

Objetivos:

  • Construir sua identidade e autonomia
  • Incentivar o autoconhecimento;
  • Desenvolver consciência de suas histórias, origens e cultura;
  • Incentivar o respeito à diversidade.

Período: O ano todo

1- Apresentar para cada criança a plaquinha com seu nome, e juntos vamos montar o cartaz com nomes da sala. De maneira lúdica através da parlenda “ Se eu fosse um peixinho”, colocar as plaquinhas com nome na roda para serem identificadas. Realizar a Leitura “A velhinha que dava nome as coisas”, posteriormente comentar sobre a importância do nome.  Apresentar a música “ Gente tem sobrenome” – Toquinho. Sugestão de livro: Rosita Maria Antonia Martins Silva.

2- Leitura da HISTÓRIA “ Quem sou eu” , realizar uma roda de conversa onde as crianças se apresentem ( com quem moram, o que mais gostam de fazer…).

3- Solicitar antecipadamente aos pais uma foto de quando a criança era bebê, em roda socializar as fotos que ficará no mural da sala.  Cantar com as crianças a música “ Eu era assim…” que fala sobre as diferentes fases da vida. Apresentar a música “ Já sabe” da Palavra Cantada.

4- Baú de Memórias- Solicitar para os pais enviarem para a escola um algo que faça parte da vida da criança, e tenha um significado importante para compartilhar com os colegas em uma roda de conversa. Podendo ser a primeira roupinha da criança, primeiro brinquedo, e outros objetos carregado de memórias e histórias incríveis. Enviar pesquisa em que a família irá fazer um breve relato sobre o que foi escolhido explicando para a criança, o significado do que foi escolhido, para ser apresentado na roda de conversa.

5- Apresentar uma caixa decorada que deve conter um espelho, bem no fundo, do exato tamanho da mesma, o professor explica que dentro dela tem o que existe de mais precioso, de mais importante, um verdadeiro tesouro. Propõe então uma brincadeira onde cada um terá que olhar o que tem dentro da caixa, ver qual o segredo e manter segredo. Um a um deve olhar o que viu e a regra é manter segredo. “Ensinar as crianças a parlenda “ Olhinhos de azeitona”, em seguida farão o desenho do seu autorretrato. Nesta etapa vamos apresentar a música “ Normal é ser diferente”- Grandes pequeninos.

Realizar a leitura do livro “Não faz mal ser diferente”, e realizar uma roda de conversa com as crianças.

6-Realizar a leitura do poema: “Identidade” – Pedro Bandeira. Contação de História “ Maria vai com as outras”, mostrando para as crianças que cada um tem sua identidade, a sua opinião e que não podemos fazer as coisas que os outros fazem sem pensar ou questionar se é bom para nós.

7-Enviar boneco da figura humana para que a criança  faça com seus pais, o boneco com suas características, usando diferentes tipos de materiais. Assim que o boneco for devolvido para a escola, faremos uma roda de conversa onde cada criança irá mostrar seu boneco falando suas características, e posteriormente com a ajuda das crianças será colocado no mural fora da sala de aula, para apreciação de todos na escola.

8-Solicitar uma foto da família da criança, na roda de leitura irá contar a história “ As famílias do Mundinho”, em seguida cada uma irá falar de como é sua família e irá colar sua foto no mural deixando alguns dias, para observação das crianças. Outras sugestões de livros: O livro da família, Um amor de família, Minha família é colorida.

9-Caixa da Diversidade

Nessa caixa duas vezes por semana, terá uma proposta de leitura, brincadeira, palavras, desenhos infantis, que traga questões raciais e de diversidade, para que as crianças,      possam fortalecer suas identidades, combatendo qualquer forma de discriminação e intolerância.

Livros: Obax, Minha mãe é negra sim! Era uma vez um conto de fadas inclusivo, O Cabelo de Lelê, O cabelo de Cora, O coelho sem orelhas, Bucala: A pequena princesa do quilombo do cabula, Meu crespo é de rainha, As tranças de Bintou, O menino nito, Betina, Amoras etc.

Brincadeiras: Jogo da jibóia(de gana), Mbule: Chamar o leão, Jogo dos feijões, Terra e mar, Pilha de sapatos, Máscara africana com papelão, etc.

Apresentar e contar a história das palavras: Samba, Tutu, Zabumba, Berimbau, Capoeira, Dendê, Fubá, Quindim, etc.

Desenhos infantis: Kiriku e a Feiticeira, A Princesa e o Sapo, Bia desenha, Guilhermina e Candelário, Bina e Fino, Nana e Nilo, etc.

Ao final das atividades haverá roda de conversas, para troca de experiências com as crianças.

10- Na roda de conversa cada um irá registrar por meio do desenho os amigos que mais gostam de brincar. Leitura do livro: Pedro e Tina e roda de conversa sobre a amizade.

11- Apresentar as músicas para trabalhar movimentos do corpo “ Cabeça, ombro, joelho e pé, Fui ao mercado,  Pop pop, Os dedinhos e Desengonçada. Nesta atividade cada um terá sua foto do rosto colado no caderno,  e farão o desenho das partes que estão faltando.

12- Apresentar o vídeo da música “Vem dançar com a gente” da palavra cantada a fim de mostrarmos o corpo humano por dentro, podendo ser feita uma caveira com rolos de papel higiênico ou cotonete.

13- Conhecer o que sente e falar  sobre sentimentos: felicidade, raiva, tristeza e medo, separadamente fazendo uma leitura de cada livro com estes temas e posteriormente cada criança irá expor o que a deixa feliz, com  raiva, triste e com medo. A professora poderá fazer o registro por escrito das falas crianças.  Sugestões de leitura “ O livro dos sentimentos” –Todd Parr, Tenho Monstros na barriga- Tonia Casarin, , Coleção Sentimentos e Emoções4 livros+Ednelson- James Misse. Filme: Divertida mente que trata sobre a forma de como lidamos com os sentimentos.

14-Cantos pedagógicos com materiais diversificados

Bonecos/Bonecas: Negros, indígenas, deficientes, e de outras etnias, materiais de largo alcance, desenho, massinha, carrinhos, jogos, revistas com a diversidade de pessoas que existe no mundo, etc.

Nessa proposta a criança terá contato com materiais diversificados, podendo exercitar suas preferências à partir de materiais que contemplem a diversidade.

AVALIAÇÃO: Irá acontecer durante todo processo, observando o interesse,  registrando as falas e opiniões das crianças, como ponto de partida o início de como era o conhecimento que tinham  até o  desenvolvimento que tiveram durante o período que as propostas foram realizadas,  como  a participação da família durante o percurso. No final cada criança terá a experiência de conhecer a história de sua vida, e contribuiremos para a formação da identidade positiva e autoestima das crianças.

Esse trabalho pode ser feito com todas as salas da escola, já que nosso segmento é a educação infantil,  e o trabalho com a identidade é parte fundamental no processo de aprendizagem das crianças.