Tarefa 6 – Curso EDH – Marcia Lucélia Martins de Medeiros

Data

29 de julho de 2020

Cursista

MARCIA LUCELIA MARTINS DE MEDEIROS

Função

Professora de Educação Infantil

DRE / Unidade Educacional

Jaçanã / Tremembé

Escola

Cei Ver. Francisco Marcondes de Oliveira

Marcia Lucélia Martins de Medeiros – [email protected]

TAREFA DO CURSO “RESPEITAR É PRECISO”

Marcia Lucélia Martins de Medeiros

R.F. 840.475.5

 

TEMA: CONHECENDO PARA INCLUIR

 

JUSTIFICATIVA:

Através deste Projeto, esperamos promover a integração, troca de experiências, bem como atualização e discussões sobre a importância e aproveitamento dele realizando a inclusão.

O Projeto destina-se a participação efetiva e colaborativa dos pais na escola.

Através deste Projeto, esperamos promover a integração, troca de experiências, bem como atualização e discussões sobre a importância e aproveitamento dele.

Neste sentido, a relação Escola X Família é imprescindível à melhoria dos índices da qualidade da educação. A família como espaço de construção da identidade dos cidadãos firmando parceria com a escola para juntas promoverem o desenvolvimento pleno da criança e do adolescente, é através dessa participação que se desenvolve a consciência social crítica e também o sentido da cidadania para que juntos – Família X Escola – possam fazer da escola um espaço democrático.

Reconhecer através deste Projeto as múltiplas relações sociais, econômicas e políticas na formação de cidadãos críticos, participativos e construtores de uma sociedade mais responsável, justa, humana e fraterna

 

A QUEM SE DESTINA:

 Educação Infantil

 

FINALIDADE

Reconhecer através deste Projeto as múltiplas relações sociais, econômicas e políticas na formação de cidadãos críticos, participativos e construtores de uma sociedade mais responsável, justa, humana e fraterna acima de tudo em união com famílias, gestão e alunos., promovendo a inclusão de todos.

 

 

OBJETIVO

Respeitar as características de cada um;

Aprender a reconhecer e a respeitar as diferenças entre as pessoas;

Estimular a socialização, trabalhando com a inclusão.

Promover a socialização da família com a escola e falando de valores.

Promoção de um clima de confiança e reciprocidade.

Obter um olhar totalmente voltado para a formação da criança, e um trabalho em conjunto com famílias, gestão e alunos, construindo valores para a vida.

Promover a inclusão.

DURAÇÃO

2 meses

ATIVIDADES

Realizar leituras de diversos livros infantis que abordem as diferenças das pessoas e suas deficiências.

Roda de conversa com as crianças e posteriormente com os pais, sobre o entendimento que possuem sobre as deficiências.

Confeccionar cartazes juntamente com as crianças dos temas abordados.

Utilizar o data show para trabalhar vídeos que colaborem para o entendimento deste tema.

Palestras com tema de inclusão

Textos explicativos de como trazer a participação da família na escola.

Convidar pessoas para relatar situação de vivência sobre a inclusão.

Primeiro encontro é roda de conversa com famílias sobre a vida e socialização de todos.

Obter uma conversa, com gestores para a preparação do projeto.

Conversas com a equipe geral da escola, esperando propostas para o desenvolvimento do projeto.

Palestras com os pais, a respeito de como viver em sociedade e participação com a escola, promovendo a inclusão.

Apresentação de palestra de como participar da vida escolar de seus filhos, e falando de construir valores para vida juntos construindo cidadãos conscientes.

 

 

AVALIAÇÃO

Verificar se a família entendeu que a Escola, no seu dia a dia, deve se abrir à participação da família e construir com ela uma relação dialógica, crítica e libertadora, estimulando a participação dos pais em seu contexto, sem excluir nenhuma criança independente de sua cor, raça ou deficiência. Por seu lado, os pais devem entender que a Escola não é a única instituição responsável pela formação de seus filhos, transferindo suas responsabilidades para ela. A escola, concomitantemente, é parceira essencial da família na construção desse ser em formação, pois colabora efetivamente para o crescimento intelectual, cultural, social, cognitivo, crítico, científico e espiritual. Precisamos entender plenamente o papel de ser pai, ser mãe e ser filho.

A família deve ser a primeira educadora dos filhos e, por isso, necessita zelar constante e diretamente por esse processo fundamental para o desenvolvimento integral deles.

É na família que devem ser cultivados os valores essenciais como: afeto, respeito, autoestima, responsabilidade e solidariedade. São qualidades relevantes para o processo de pertencimento e favorecimento da individuação dos filhos.