Tarefa 6 – Curso EDH – Kátia dos Santos Munhoz Silva

Data

5 de agosto de 2020

Cursista

Kátia dos Santos Munhoz Silva

Função

PROF. EDUCAÇÃO INFANTIL E FUNDAMENTAL I

DRE / Unidade Educacional

Itaquera

Escola

EMEF BENEDITO CALIXTO

PROJETO

Título: Educação inclusiva.

     
         
     

PROFESSOR REGENTE:

Kátia dos Santos Munhoz Silva

 

I – JUSTIFICATIVA:

 

Este projeto tem o objetivo de proporcionar aos estudantes a conscientização de que os alunos com deficiência e com necessidades educacionais especiais em suas diversidades de habilidades e dificuldades são inclusos e respeitados.

Desta forma, com base do Currículo da cidade as atividades serão voltadas ao conceito de equidade, onde compreende e reconhece as diferenças como característica inerente da humanidade, desenvolvendo assim, uma cidade saudável, segura e inclusa.

Sabendo-se que nessa linha reflexiva a educação não pode ser alheia as diferenças, produzindo a desigualdade.

 

 

II – A QUEM SE DESTINA:

 

Estudantes do 4º ano, do ensino Fundamental I.

 

 

III- FINALIDADE

Decorrente a nossa atualidade, as ações deste projeto, deverão proporcionar aos estudantes do Ensino Fundamental momentos de reflexão para que percebam a si mesmo e aos outros de forma positiva, possibilitando mudanças de atitudes e respeito às diferenças.

Beuclair (2007), afirma que a inclusão é o movimento humano de celebrar a diversidade, envolvendo o sentimento de pertencer, de fazer parte de, é a valorização da diferença e a busca de uma cidadania ativa construtora de qualidade de vida para todos.

 

 

IV – OBJETIVOS GERAIS DO PROJETO:

 

Favorecer o processo de inclusão escolar de estudantes com necessidades educacionais especiais, de maneira verdadeira e efetiva.

Proporcionando momentos de reflexões sobre as diferenças e direitos de todos a uma educação de qualidade, respeitando com equidade e os deveres de cada um.

Tendo como objetivo e partindo desses pressupostos estas atividades deverão refletir sobre a importância do respeito mútuo vivenciado pelos estudantes nos diversos contextos do cotidiano e oferecendo oportunidades e condições que estimulem a percepção de si e do outro.

V – DURAÇÃO:

O projeto será realizado durante 4(quatro) semanas, uma aula.

 

VI – PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

 

  1. Apresentação:

Será realializada uma apresentação de todos os envolvidos no projeto, inclusive com o professor da sala SRM

  1. DINÂMICA:

Em grupos os alunos serão convidados a realizar o desenho da figura humana (inteira) em folha de sulfite e fixa-la com fita crepe na lousa:

Serão realizados alguns questionamentos, onde cada grupo deverá responder as seguintes perguntas:

– “São iguais ou diferentes?”

– “Por quê?”

– “E nós, somos iguais ou diferentes?”

O objetivo dessa atividade é focar a importância em aceitar as diferenças nos grupos que participamos em nosso cotidiano.

 

  1. VÍDEO:

– Focando algumas diferenças, tais como: altura, peso, cor, raça, sexo e deficiências.

 

  1. QUEM SOU EU?:

– Cada aluno desenha a si mesmo a partir do carimbo do seu polegar;

– Escreve sua identificação (nome, idade, data de nascimento, filiação e endereço);

– Escreve ou desenha 3 coisas que gosta e 3 que não gosta;

– Escreve ou desenha o que deseja ser quando crescer;

– Socialização.

 

 

VII – AVALIAÇÃO

 

Será feita através das observações do educador no decorrer do projeto, onde serão analisadas as habilidades desenvolvidas pelos alunos e a sua participação.

 

BIBLIOGRAFIA:

BEUCLAIR, J. Incluir, um verbo necessário à inclusão: (pressupostos psicopedagógicos). São José dos Campos: Pulso Editorial, 2007.