Tarefa 6 – Curso EDH – Karina Gonçalves Santos

Data

5 de agosto de 2020

Cursista

Karina Gonçalves Santos

Função

ATE

DRE / Unidade Educacional

Guaianases

Escola

EMEF Caio Sérgio

O TEMA PROPOSTO: A inclusão do Diferente

JUSTIFICATIVA:  Nós, principalmente os jovens, têm a necessidade de pertencer a algum grupo. Porém, os que pertencem a algum grupo, muitas vezes renegam e têm um certo preconceito com os diferentes.

A QUEM O TRABALHO SE DESTINA: alunos entre 10 e 14 anos

FINALIDADE: Mostrar aos alunos o quanto essa exclusão do que achamos ser diferente é ruim, a importância de incluir e como fazer outros se fazerem pertencentes é necessário para o desenvolvimento;

OBJETIVO/ RESULTADOS ESPERADOS: Os alunos deverão ser menos preconceituosos quanto ao diferente para eles e se sentirem parte de um grupo em que todos tem voz e vez.

DURAÇÃO: 2 aulas.

 

ATIVIDADES A SEREM MINISTRADAS

 

  1.  Roda de conversas com perguntas disparadoras:

Vocês já tentaram se sentir pertencentes a algum grupo?

Já se sentiram excluídos?

Perceberam que alguém foi excluído?

O que fizeram para fazer esse colega se sentir pertencente ao grupo?

Com quais amigos vocês conversam?

Você já fez algo que achava errado para conseguir se fazer pertencente a algum grupo de amigos?

 

2. Atividade de simular uma situação

Tirar alguns alunos da sala.

Dividir o restante dos alunos em 4 grupos. 3 desses grupos escolherão algum critério para aceitar que outros entrem neles e 1 grupo não terá critério para aceitar outros membros.

Os alunos que saíram da sala retornarão e terão que tentar fazer parte desses grupos descobrindo o critério que foi escolhido por cada grupo. Para isso, poderão fazer perguntas ao grupo. Caso consigam decifrar o critério terão a escolha de participar ou não do grupo.

3. Roda de conversa com mais perguntas disparadoras:

Como foi não conseguir ser aceito em nenhum grupo?

O que conseguiu descobrir o critério concordava com ele ou só entrou no grupo para não ficar sozinho?

Essa simulação fizeram se lembrar de alguma situação?

Acha que isso acontece no nosso cotidiano?

O que podemos aprender disso?

 

AVALIAÇÃO:  a avaliação consistirá em ver a diferença das respostas disparadoras iniciais e se houve alguma mudança de pensamento nas respostas disparadoras finais, perceber o comportamento dos alunos durante as aulas.