Tarefa 6 – Curso EDH – Juliana Tersi Almeida

Data

31 de julho de 2020

Cursista

Juliana Tersi Almeida

Função

professor de educação infantil

DRE / Unidade Educacional

Penha

Escola

CEI Antonia Maria Torres da Silva

CURSO EAD – EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: DESAFIOS DO CONTEXTO ATUAL

 

Juliana Tersi Almeida – RF: 849.293.0

Tema: Relação Família e Escola – Uma parceria possível

 

Justificativa:

Sabemos que a família é o primeiro ponto de referência para a criança, porém, a partir do momento que começa a frequentar o Centro de Educação Infantil o mesmo proporciona uma ampliação de sua noção de espaço e seu sentimento de integração ao mundo é alterado.

Ao participar do curso e acompanhando a palestra e live do Profº. Dr. Luís Saraiva foi possível refletir com maior profundidade sobre as relações entre família e escola, pois, a escola como um espaço democrático deve escutar e dialogar com as famílias sobre suas expectativas, para assim, saber o que elas esperam da unidade escolar. O tema proposto visa sensibilizar as famílias quanto à importância da parceria entre escola e família, uma vez que envolvimento e a participação das mesmas na vida escolar dos educandos contribuem com o desenvolvimento das aprendizagens dos pequenos, facilitando inclusive o acesso das crianças ao lazer, saúde e segurança.

A criança passa muitas horas de seu dia no ambiente do CEI, que tem uma importante responsabilidade educacional em sua formação, porém, a participação da família e o acompanhamento neste processo são pontos fundamentais para o fortalecimento entre família e escola, possibilitando assim condições para o desenvolvimento integral da criança.

Público alvo: Equipe gestora, docentes, funcionários, familiares/responsáveis e crianças matriculados na unidade escolar.

Intenção: Estabelecer uma relação entre escola e família ativa e participativa.

Objetivos: Conscientizar e sensibilizar as famílias quanto à importância da parceria entre escola e família, bem como a necessidade do acompanhamento familiar na vida escolar dos educandos;

Promover por meio das ações propostas o estreitamento de vínculos com as famílias e responsáveis pelas crianças.

Tempo estimado: um ano

Cronograma de Atividades:

1º Encontro: Reunião com os pais e responsáveis.

No refeitório da escola ou outro ambiente propicio, os pais assistirão ao vídeo da Contação da história: Lolo Barnabé – de Eva Furnari – editora Moderna.

Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=A7M1z0snvgw

Em seguida cada professor(a) na sala do agrupamento fará uma roda de conversa para reflexão sobre o vídeo. O professor deve abordar o assunto sobre a importância da participação da família na vida escolar de seus filhos. Pois às vezes eles parecem estar felizes com a atenção que seus pais dispensam à sua vida escolar, mas nem tanto… Reforçar que simples ações fazem toda a diferença na vida escolar da criança.

2º Encontro: Reunião com os pais e responsáveis.

Os responsáveis serão recebidos pelos (as) professores(as) na sala do agrupamento e após os informes gerais darão início dinâmica abaixo descrita:

DINÂMICA TEIA DE ARANHA

Desenvolvimento: Forme uma roda com os pais em pé. Proponha que quem estiver com o novelo (ou barbante) diga uma palavra que represente as expectativas sobre a escola ou sobre o aprendizado do seu filho, em seguida jogue o novelo para outro pai na roda. Todos que já falaram devem continuar a segurar a lã. Assim até todos falarem e formar uma teia.

Após a dinâmica os professores(as) devem falar sobre a importância da participação de todos na educação. Comentar sobre a importância de todos nesse momento, que se alguém soltar a lã a teia não se forma. E que as relações são como teias, umas influenciam as outras, por isso a importância de todos participarem, serem exemplos e dar apoio uns aos outros. Abrir um momento para a escuta dos responsáveis e anotar os principais pontos para analisar junto com a equipe escolar, se for necessário replanejar ações pedagógicas que contemplem as ideias/ sugestões pertinentes ao assunto. Deixe os pais que quiserem falarem sobre isso.

Fonte: http://educacrianca.com.br/dinamicas-para-reuniao-com-pais/

3º Encontro: Dia da Família na Escola

A equipe escolar deve preparar com antecedência o evento. Discutir entre os pares possíveis oficinas pedagógicas a serem desenvolvidas, onde a criança e o responsável participarão juntos.

Sugestão de oficinas: confecção de brinquedos com sucatas, dança, contação de histórias, arte com tintas naturais.

À medida que as oficinas forem terminando, os professores(as) devem ressaltar aos responsáveis que foi muito importante para a criança e para escola a sua participação no evento. Todos os familiares deverão passar pela sala “Você Sabia?”, onde haverá várias apresentações do vídeo: Família e Escola uma parceria que dá certo. Disponível em: https://youtu.be/AB47ifpiQEg (ou se for possível a escola pode produzir um vídeo semelhante). O vídeo visa sensibilizar e promover uma reflexão sobre a importância de sua participação na vida escolar das crianças.

4º Encontro: Piquenique com as famílias no Sesc Itaquera

Os familiares e responsáveis serão convidados a participarem do piquenique juntamente com as crianças no parque. A escola, famílias/responsáveis e crianças poderão explorar um espaço além do muro da unidade escolar, conhecendo melhor o território que a cerca. Durante o encontro, será proposto uma roda de conversa com as famílias e responsáveis, onde a equipe gestora e docentes poderão dialogar com as famílias sobre a construção da parceria escola-família até aqui, o que acharam positivo ou negativo neste processo e deixar registrado (em um caderno que será revisitado) suas sugestões e expectativas para o próximo ano. A intenção é dar continuidade nas ações de parceria entre escola e família no ano letivo subsequente.

Avaliação

A avaliação será de forma contínua e reflexiva, a observação e a maior participação das famílias na vida escolar das crianças nortearão futuras ações da unidade escolar.

 

* A proposta será para o período pós-pandemia.

* Sempre que possível, as atividades serão realizadas aos finais de semana, buscando contemplar a participação maior das famílias e responsáveis que trabalham durante a semana.