Tarefa 6 – Curso EDH – Ivan Aparecido da Silva

Data

7 de julho de 2020

Cursista

Ivan Aparecido da Silva

Função

Professor de Ensino Médio e Fundamental II

DRE / Unidade Educacional

Jaçanã / Tremembé

Escola

EMEFM Derville Alegretti

Tema: O direito ao trabalho

A justificativa para esse trabalho trata-se do fato de  vivermos em um mundo onde cada vez mais vemos a diminuição do emprego, trabalho digno, assalariado. Enfrentar o desafio do desemprego tem sido uma tarefa mundial, seja pelas novas tecnologias, automações ou por pandemias que minam os trabalhadores e seu acesso ao mercado de trabalho. Pensando nessas questões e na relação dos direitos humanos na qual garante ao cidadão o direito ao trabalho, seguridade, segurança no trabalho, condição essa que se configura essencial para a promoção da dignidade humana. O trabalho se destina aos alunos Ensino Médio e EJA, podendo ser utilizado aos alunos do ciclo autoral.  Tendo por finalidade levar para a aula questões sobre o trabalho, desemprego, direitos e deveres.

Iniciaria a aula expondo sobre a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), elaborada em 1943. Onde estabelece os direitos e deveres dos empregados e empregadores. Destacando os seguintes artigos:

Art. 5 – A todo trabalho de igual valor corresponderá salário igual, sem distinção de sexo.

Nesse artigo iniciaria o debate sobre as questões de gênero, propondo aos alunos refletirem sobre as mulheres no mercado de trabalho, se são remuneradas iguais aos homens? Se a dupla função que realizam (trabalhando dentro e fora de casa) são dignamente reconhecidas?

Art.  58 – A duração normal do trabalho, para os empregados em qualquer atividade privada, não excederá de 8 (oito) horas diárias, desde que não seja fixado expressamente outro limite.

Nesse artigo levantaria com os alunos questões como: Seus pais conseguem sobreviver apenas com um emprego? Eles fazem horas extras no trabalho? Por quê? Não deveríamos sobreviver apenas com um emprego de oito horas diárias, nos sendo oferecido um salário digno para tal? Por que não ocorre isso com todos? Por que uns ganham mais ou menos por horas iguais de trabalho? Estudar fazem a gente trabalhar menos ou mais?

Por fim, apresentaria aos alunos a realidade do trabalhador que almeja ser patrão, e por muitas vezes se arrisca em um negócio próprio mesmo sem experiência ou bagagem para tal, sendo assim levantaria com os alunos as seguintes questões:

1 – Você pensa em ter um negócio próprio? Trabalhara para você mesmo, por quê?

2 – Seus pais são empregados ou são patrões?

Para encerrar essa atividade, falaríamos sobre a questão do desemprego, no mundo atual não há mais trabalho para todos.

O que fazer então? Como buscar alternativas para superar esse desafio?

Após debatermos sobre essas questões, discutiríamos uma realidade atual, o efeito da pandemia do corana vírus no cenário trabalhista atual, levantando questões como:

1 – Seus pais perderam o emprego durante a pandemia? Se sim, como fizeram para sobreviver?

2 – Seus pais conseguiram ajuda financeira das instituições governamentais para sobreviverem durante a pandemia?

3 – Você acredita que iremos viver melhor ou pior após a pandemia?

O objetivo dessa sequência didática é debater as questões trabalhista, seu contexto histórico e o momento atual, levando o aluno a refletir sobre os diretos humanos adquiridos em relação ao trabalho e a situação de sua família ou seu futuro no mercado de trabalho.

O tempo de duração seriam de 2 a 4 aulas de 45 minutos. E a avaliação seria uma produção de texto sobre o tema.