Tarefa 6 – Curso EDH – ERICA MAGALHAES FURUKAWA

Data

24 de julho de 2020

Cursista

ERICA MAGALHAES FURUKAWA

Função

PROF DE ENS FUND II E MÉDIO - INGLÊS

DRE / Unidade Educacional

Penha

Escola

EMEF CECILIA MEIRELES

ERICA MAGALHAES FURUKAWA – [email protected]

O tema proposto.

Direitos Humanos e Racismo

Justificativa.

Todos os cidadão precisam conhecer os direitos que possuem como pertencentes à raça humana e ao que está convencionado em sua sociedade através dos mecanismos de regulações formais, para tal não há melhor lugar para esta discussão como a escola, portanto será abordado o tema “Direitos Humanos e Racismo” com o intuito de instigar de forma preliminar o assunto, suscitando reflexões, discussões e instigando à pesquisa.

Pois na escola “muitas vezes, as diferenças são pretexto para a criação ou o reforço de desigualdades que violam os direitos fundamentais, desde o atendimento de necessidades básicas para uma vida digna até o acesso à justiça.” (Caderno Diversidade e Discriminação, pg.12, 2019). E com olhar atento facilmente situações de discriminação e segregações podem ser observadas tanto no ambiente social como no ambiente escolar, cabendo a todos ficarmos atentos a elas e buscarmos problematizá-las para que todos os envolvidos e os do entorno reflitam sobre elas e busquem a melhor maneira de superá-las.

A quem o trabalho se destina.

Ciclo Autoral – Alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental II

Finalidade.

Em consonância com a BNCC:

Compreender as linguagens como construção humana, histórica, social e cultural, de natureza dinâmica, reconhecendo-as e valorizando-as como formas de significação da realidade e expressão de subjetividades e identidades sociais e culturais. (BNCC, Competência Específica de Linguagens, p.63,2017)

Para assim, discutir e problematizar o tema proposto visando “estímulo à autoria, o compartilhamento e a emancipação para a participação social e cidadã dos alunos.” (Caderno EDH para todas as idades, pg. 37, 2019)

Tornando a sociedade mais igualitária e desvelando os preconceitos raciais, a fim de superá-los.

Objetivos/Resultados esperados.

Espera-se com a sequência de atividades propostas, faça com que o educando se veja representado nas situações e questione o próprio comportamento e o dos seus a sua volta, tornando-os críticos perante a situações de indiferença, discriminação e violação de direitos, para que se tornem cidadãos autônomos e reflexivos. Dando a possibilidade de extensão de trabalho em outras disciplinas de forma complementar e/ou autônoma ao tema.

Duração.

8 a 10 horas/aulas.

Disciplinas envolvidas.

Língua Portuguesa e Língua Inglesa

As atividades que comporão a sequência.

Análise e interpretação de texto, vídeos, tira e charges, roda de conversa presencial e/ou virtual, produção de notas, entrevista e campanha publicitária.

Avaliação.

A avaliação do educando será processada de forma contínua, porém o docente pode avaliar o desempenho e comprometimento na realização das atividades de forma individual, e/ou coletiva, através das respostas e interação em cada atividade bem como a participação em debates e produções solicitadas.

Fontes.

BRASIL. MEC/CONSED/UNDIME. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília: 2017. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=79611-anexo-texto-bncc-aprovado-em-15-12-17-pdf&category_slug=dezembro-2017-pdf&Itemid=30192> Acessado em: 06 jul. 2020.

_______. Prefeitura de São Paulo. Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e Instituo Vladimir Herzog. EDH-Para todas idades. Educação em Direitos Humanos. São Paulo: julho 2019. 3ª Edição. Disponível em: http://respeitarepreciso.org.br/cadernos-respeitar/edh-para-todas-as-idades/. Acessado em 06 jun. 2020

_______. Prefeitura de São Paulo. Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e Instituo Vladimir Herzog. Diversidade e Discriminação. Educação em Direitos Humanos. São Paulo: julho 2019. 3ª Edição. Disponível em: http://respeitarepreciso.org.br/cadernos-respeitar/diversidade-e-discriminacao/. Acessado em 06 jun. 2020

_______. Secretaria Especial de Direitos Humanos, Ministério da Educação, Organização das Nações Unidas para Educação, a Ciência e a Cultura, Ziraldo e Estúdio Megatério. Os Direitos Humanos. 2008. Disponível em: http://www.dhnet.org.br/dados/cartilhas/a_pdf_dh/cartilha_ziraldo_dh.pdf. Acessado em: 08 jul. 2020.

JUNIOR. Junião. Negros São as maiores vítimas da violência. 8 jun. 2017. Sisponível em http://www.juniao.com.br/negros-sao-as-maiores-vitimas-da-violencia/. Acessado em 06 jun. 2020.

JUNIOR. Junião. Não, não somos racistas. Ponte Jornalismo. 31 jul. 2015. Disponível em:  https://ponte.org/nao-nao-somos-racistas/. Acessado em 06 jun. 2020

NOURIGAT, Natalie. Pretending racism doesn’t exist won’t make it go away. Quartz. 2 mai. 2014. Disponível em: https://qz.com/205172/pretending-racism-doesnt-exist-wont-make-it-go-away/. Acessado em: 06 jun 2020.

Vídeo Direitos Humanos -ONU Mulheres Brasil. (3m02s). Postado em: 16 mar. 2016. Disponível em: <https://youtu.be/hGKAaVoDlSs>. Acessado em: 06 jul. 2020.

Vídeo Os 30 artigos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. (28m30s). Despertai Consciências. Postado em: 24 mai.2013. Disponível em <https://youtu.be/RNfIuGQYeTQ>. Acessado em: 06 jul. 2020.

https://classroom.google.com/c/MTI4NDA1NzE0Njc5/a/MTI4NDE4MjIxMDAx/details

https://classroom.google.com/c/MTI4NDA1NzE0Njc5/a/MTI4NDE4NDA4NjE5/details

https://classroom.google.com/c/MTI4NDA1NzE0Njc5/a/MTI4NDE4ODE1OTQ3/details

https://classroom.google.com/c/MTI4NDA1NzE0Njc5/a/MTI4NDE4OTk0NjE2/details

https://classroom.google.com/c/MTI4NDA1NzE0Njc5/a/MTI4NDE4OTk0NjM5/details