Tarefa 6 – Curso EDH – Edna Joviniano Ferreira Cardoso

Data

3 de agosto de 2020

Cursista

Edna Joviniano Ferreira Cardoso

Função

Professora de Educaçao Infantil

DRE / Unidade Educacional

São Mateus

Escola

Cei Jardim Nove de Julho

Representatividade na Escola de Educação Infantil

Justificativa:  Respeitar o outro é tarefa que deve ser aprendida desde a infância, dentro da família, na escola e na sociedade. Dar início a esse processo desde a educação infantil é, não só uma escolha, mas também uma responsabilidade social.

Para isso faz-se necessário utilizar formas lúdicas para que as crianças na educação infantil possam começar a entender e a respeitar as diferenças étnico raciais, nos outros, e também a valorizar suas diferenças.

Transformando as atividades em prazerosas para as crianças, é possível fazê-las entender o que é o respeito pelo outro e a importância dessa atitude na vida das pessoas, respeitando a sí próprio e elevando sua autoestima.

O envolvimento e a participação da família no acompanhamento ao desenvolvimento das aprendizagens das crianças pequenas são de suma importância. Sendo assim faz-se necessário essa parceria nos projetos desenvolvidos no ambiente escolar, cabendo ao educador incentivar a colaboração e cooperação das famílias.

Objetivos:  

Estimular as crianças desde a infância a praticar o respeito às diferenças étnico raciais aos outros e a valorizar a sí próprio;

– Elevar a autoestima e estimular o exercício de empoderamento das crianças pequenas negras/afrodescendentes;

– Incentivar atividades de representatividade da cultura negra/africana na educação infantil para conhecimento de todos e valorização.

Duração: 1 Semestre

Faixa etária:  de 3 à 4 anos de idade (educação Infantil);

Sequência de Atividades: As atividades serão realizadas em sala de convivência, sala de artes, brinquedoteca, espaços externos, casa da criança e outros ambientes necessários para o seu desenvolvimento;

  1. Rodas de Conversas: Quem sou eu? Qual a minha cor? Como é o meu cabelo? O que vejo no espelho? Sou bonita(o)?…
  2. Artes: Confecção e pintura de cartazes  “Eu sou assim” com giz de cera, tinta guache, canetinhas, lápis de cor, lantejoulas, gliter, entre outros, baseado nas rodas de conversas; confecção de dobraduras, moldes de massinha de modelar, confecção de bonecas negras, entre outros;
  3. Brincadeiras, jogos e músicas infantis típicos da cultura negra/africana;(brincadeiras em área externa, confecção de jogos, canto e dança de músicas negra/africanas com roupas típicas);
  4. Leitura de livros lúdicos com representatividade negra (personagens, história, cultura, comidas, danças, hábitos, entre outros) e Reconto das histórias, oralmente por eles mesmos para os colegas;
  5. Confecção de uma boneca negra de pano em conjunto com as crianças que será levada para a casa de cada um semanalmente. A família se responsabilizará em cuidar e devolver a boneca em perfeito estado, juntamente com uma devolutiva do tema trabalhado, exemplo: desenho feito ou pintado pela criança, roupinha confeccionada para a boneca, acessório para a boneca, nomear a boneca, fotos de cuidado com a boneca em sua casa, entre outros.
  6. Exposição Cultural:  Cartazes, desenhos, bonecas confeccionadas e fotos de todas as atividades desenvolvidas pelas crianças ao longo do semestre referente ao tema para visitação e apreciação das famílias. Em seguida, todo o material produzido também será disponibilizado no facebook institucional da unidade.

Avaliação: Se dará mediante a observação do comportamento de respeito mútuo entre as crianças, participação nas atividades propostas das crianças e de seus familiares, percepção de elevação da autoestima de crianças negras/afrodescendentes.