Tarefa 6 – Curso EDH – Dalila Santos Libório de Oliveira

Data

7 de agosto de 2020

Cursista

Dalila Santos Libório de Oliveira

Função

Professora

DRE / Unidade Educacional

Itaquera

Escola

Emei Najla Curi Izar

A desconstrução do indivíduo para a construção de uma sociedade

 

Tema: A formação continuada de professores no que concerne o ensino das relações étnico-raciais nas escolas municipais da cidade de São Paulo.

 

Justificativa: Desde 2013 é lei tratar das relações étnico-raciais nos espaços educacionais, entretanto, até os dias atuais o que podemos ver é apenas uma preocupação com datas supostamente comemorativas, como 20 de novembro. Ademais, documentos legislativos afirmam que devemos ofertar uma educação com equidade aos nossos alunos, todavia, na realidade sabemos que isso está longe de acontecer, haja vista que a maior quantidade de alunos sequer têm a possibilidade de ter contato com a cultura negra, aquela que faz parte de sua/nossa história.        O que vemos é o domínio da cultura branca sendo sistematicamente empurrada goela abaixo, sem quaisquer perspectivas de diálogo com a cultura negra.

Por conseguinte, um olhar sensível aos professores que se sentem pouco confortáveis ou preparados para inserirem essa temática em seus planejamentos.

 

A quem se destina: Inicialmente aos professores da Unidade Escolar, gestão escolar, bem como os demais profissionais da escola, na medida que for possível.

 

Finalidade: Propiciar aos funcionários uma base não tão superficial, também não tão profunda que exija além do que são capazes no momento, todavia que possibilite o assunto ser trabalhado dentro das aulas, sem que necessite de dias e datas marcadas.

 

Objetivos: Possibilitar o estudo de documentos pertinentes à temática.

Propiciar espaço para diálogo sobre aspectos que possam fundamentar o dia a dia da rotina escolar, bem como o planejamento de projetos e aulas.

Desconstruir pensamentos que rechaçam o assunto no ambiente escolar.

 

Duração: Um encontro formativo por mês dentro do espaço do PEA – Projeto Especial de Ação.

 

Atividades propostas: Breve panorama histórico; Parecer CNE/CP 003/2004, 10 de março de 2004 – Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais; Lei N°10.639/03; Lei n°11.645/08; Projeto A cor da Cultura.

 

Avaliação: Processo contínuo de leituras, autoavaliação individual e institucional, construção de plano de ação para inserção de novas práticas na U.E.