Tarefa 6 – Curso EDH – Cristina Aparecida Malosti de Queiroz

Data

8 de julho de 2020

Cursista

Cristina Aparecida Malosti de Queiroz

Função

Professora de Educação Infantil e Ensino Fundamental

DRE / Unidade Educacional

Santo Amaro

Escola

EMEI Machado de Assis

Atividade de Conclusão do Curso: “EDH – Desafios do Contexto Atual”.

 

ATIVIDADE DE CONCLUSÃO

 

Nome Completo: Cristina Aparecida Malosti de Queiroz
R.F. 838.715.0-1
E-mail: [email protected]; [email protected]
Unidade Educacional: EMEI Machado de Assis

 

 

TEMA: DIVERSIDADE

 

JUSTIFICATIVA:

 

O termo diversidade  se refere à um conjunto de diferenças e valores compartilhados pelos seres humanos na sociedade. Diversidade significa a variedade e convivências de ideais, características ou elementos diferentes entre si que formam um todo.

Somos iguais como seres humanos e com igualdade devemos ser tratados, porém  somos diferentes em muitas coisas; cor da pele, tipo de cabelo, formato de olhos, hábitos, formas de falar, costumes, alimentação, características físicas, comportamentais, de personalidades, religiosas,  e o que dizer dos gostos e preferências? Cada qual tem a sua, que deve ser respeitada.

Ao vivenciar, por meio das atividades, histórias, mundos e contextos tão diferentes dos seus, as crianças conseguem compreender e assimilar melhor a diversidade que existe entre pessoas, culturas e sociedades. Por este motivo, entre muitas outras situações, a sequência de atividades selecionadas são ótimos instrumentos para ensinar os pequenos a respeitar as diferenças.

Como lidar com a diversidade na escola? É uma pergunta que muitas vezes só é pensada quando alguma situação difícil acontece no ambiente escolar. Porém, as crianças, dentro de seus universos tão múltiplos podem desenvolver habilidades para ver os outros lados da mesma história e entender que diversidade também é qualidade!

Desta forma as sugestões de leitura desta semana visam trabalhar e explorar a diversidade existente, proporcionando as crianças o contato com outras culturas e consequentemente com o novo, favorecendo o desenvolvimento da tolerância ao diferente e reforçando a autoestima e identidade de cada um. Por se tratar de leituras que tem como tema a diversidade, aborda valores, respeito ao próximo, entre outros.

 

FAIXA ETÁRIA

Crianças de 4 e 5 anos

 

FINALIDADE

 

Trabalhar e explorar a diversidade cultural, proporcionando as crianças o contato com outras culturas e consequentemente com o novo, favorecendo o desenvolvimento da tolerância ao diferente e reforçando a autoestima e identidade de cada um.

 

OBJETIVOS/RESULTADOS ESPERADOS

 

Explorar a diversidade brasileira contribuindo para a construção da identidade pessoal de cada criança e para que se reconheçam como brasileiros, trabalhando no grupo regras de convivência e respeito às diferenças.

 

DURAÇÃO: 2 semanas

 

SEQUÊNCIA DE ATIVIDADES

 

  1. Roda de Conversa;
  2. Contação da História “Ana e Ana”;
  • Confecção: Bonequinhos de lã de diferentes etnias (confecção de bonecos com rolinhos de papel higiênico e alguns tipos de lã. A ideia é construir bonecos de forma criativa utilizando sucatas e retalhos de papeis;
  1. Confecção: Instrumento utilizando materiais comuns (lata, feijão, bexiga, elásticos);
  2. Brincadeira: Os Escravos de Jó;
  3. Dvd’s, fotos e outros materiais de mídia sobre o tema;
  • Apreciação de fotos e imagens sobre algumas culturas;
  • Mala (Uma viagem pelo Brasil) com objetos de cada região;
  1. Sugestão de Leituras.

Leitura I – “O cabelo de Lelê”

Autora: Valéria Belém

Ilustrações: Adriana Mendonça

Editora:  IBEP Nacional

 

Lelê não gosta do que vê – de onde vem tantos cachinhos? Ela vive a se perguntar. E essa resposta ela encontra num livro, em que descobre sua história e a beleza da herança africana.

Um texto que apresenta docemente uma maneira de lidar com características diferentes.

Após a leitura, realizaremos uma roda de conversa e um desenho coletivo.

                                                                                                       

Leitura II – Cada um com seu jeito, cada jeito é de cada um!

Autora: Lucimar Rosa Dias

Ilustração: Sandra Beatriz Lavandeira

Editora: Alvorada

 

Ela é uma menina sapeca, inteligente, que gosta de brincar e comer chocolate. Sabe o que é mais legal? Ela é supervaidosa e adora usar penteados diferentes! Então um dia ela usa tranças, outro o cabelo preso, outro dia com enfeites, e toda sua família ajuda, papai, mamãe e vovó. Ahh, vocês também vão conhecê-los e descobrir que cada um tem o seu jeito especial de ser! Agora, você quer saber o nome dessa linda menininha? Pois vou dar apenas uma dica, o papai dela escolhei o nome de uma capital de um país africano que ele visitou. Você sabe qual é? Então leia esse livro muito especial e lindo, indicado para crianças e adultos de todas as idades.

A incrível beleza estética deste livro é tão relevante quanto o tema abordado.

Após a leitura, realizaremos uma roda de conversa e um desenho da história.

 

Leitura III – Tudo bem ser diferente

Autor: Todd Parr

Editora: Panda Books

 

Tudo bem ser diferente trabalha com as diferenças de cada um de maneira divertida, simples e completa, alcançado o universo infantil e abordando assuntos que deixam os adultos de cabelos em pé, como adoção, separação de pais, deficiências físicas e preconceitos raciais, entre outros.

Após a leitura, realizaremos uma roda de conversa e uma colagem maluca.

 

Leitura IV – Diversidade

Autora: Tatiana Belinky

Editora: Quinteto

 

Se todo mundo fosse igualzinho, o mundo não teria graça! Mas só reconhecer que as pessoas são diferentes não basta. É preciso respeitar as diferenças. E os versos de diversidade nos ensinam isso, que não há um jeito único de ser: “assim ou assado, todos são gente, tudo é humano”.

Após a leitura, realizaremos uma roda de conversa e um desenho coletivo.

 

Leitura V –  Meu crespo é de rainha

Autor: Bell Hooks

Ilustração: Chris Raschka

Editora: Boitempo Editorial

 

Meu crespo é de rainha celebra a beleza e a diversidade dos cabelos crespos e cacheados. Publicado originalmente em 1999 em forma de poema rimado e ilustrado, está delicada obra chega ao país pelo selo Boitatá, apresentando às meninas brasileiras diferentes penteados e cortes de cabelo de forma positiva, alegre e elogiosa. Um livro para ser lido em voz alta, indicado para crianças a partir de três anos de idade – e também mães, irmãs, tias e avós – se orgulharem de quem são e de seu cabelo “macio como algodão” e “gostoso de brincar”.

Meu crespo é de rainha é um livro que enaltece a beleza dos fenótipos negros, exaltando penteados e texturas afro, serve de referência à garota que se vê ali representada e admirada. A obra de Bell Hooks incentiva a liberdade de expressar a individualidade.

 

Após a leitura, realizaremos uma roda de conversa e um desenho da história.

 

AVALIAÇÃO

O processo de ensino-aprendizagem na Educação Infantil ocorre de forma gradual, contínua, cumulativa e integrativa. Nesse sentido, envolve ações, sentimentos, erros, acertos e novas descobertas. A avaliação, então, serve como auxiliar nesse processo, pois ajuda a criança a acompanhar suas conquistas, dificuldades e possibilidades.