Tarefa 6 – Curso EDH – Claudia Ferreira da Silva Cardoso

Data

25 de julho de 2020

Cursista

Claudia Ferreira da Silva Cardoso

Função

Professora de Educação Infantil

DRE / Unidade Educacional

Capela do Socorro

Escola

Jardim Silveira

TEMA: Construção do cidadão de direitos 

PUBLICO ALVO: comunidade escolar. 

JUSTIFICATIVA: A em escola que leciono, está situada no extremo sul da zona sul, região de Parelheiros, local exato Jardim SILVEIRA, podemos observar em nosso território uma comunidade escolar que diante do que passam em seu cotidiano podemos dizer que tem alguns direitos básicos violados como direito a saúde, educação e saneamento básico de qualidade e o pouco de serviço social nesse sentido que chega para nossa comunidade chega com pouca qualidade. E sabemos que essa escassez de direitos é um pilar importante no processo de desigualdade social e exclusão. 

Mas ali está a unidade educacional, como norteador importante do território nas questões ligadas aos direitos, deveres, busca de igualdade e equidade e tendo o papel fundamental de trazer a luz aquela comunidade a constituição de um cidadão de direitos, seja ele ou ela criança, jovem ou adulto, o papel primordial da escola é fazer com que as ações humanas transcendam as barreiras físicas da escola. E acredito que essa sequência de atividades vem a calhar em um possível retorno as atividades escolares nesse momento pós pandemia. 

Atividade 1 

Escuta ativa de bebes crianças e familiares; 

Nesse processo as crianças serão escutadas nos diversos momentos em que realizam atividades do dia a dia e também em uma roda de conversa com perguntas disparadoras, buscando em um momento de sensibilização a partir dessa ação que as crianças falem um pouco sobre seu momento, suas angustias, necessidades e esperanças. 

Esse momento de escuta também buscaremos promover junto as famílias através de um momento organizado por algum colegiado da unidade, sejam o de mediação de conflitos ou até mesmo APM e conselho de escola, e no mesmo molde faremos com os pais ou responsáveis ema roda de escuta ativa. 

ATIVIDADE 2 Histórias coletivas 

Do mesmo modo vamos promover rodas de histórias para as crianças com temas selecionados a superação, igualdade humana e ações de direitos humanos (todas leituras feitas e dramatizadas por educadores da unidade) 

E com as famílias a proposta será a mesma, propor um momento coletivo para trazer a eles alguma leitura e também abrir espaço para histórias contadas por eles sobre essa temática de superação e direitos humanos pois sabemos as quão interessantes são essas histórias contadas. 

ATIVIDADE 3- PARTILHA 

Nessa atividade vamos aproveitar os momentos de partilha e troca entre as crianças, seja de brinquedos ou qualquer outra situação do dia a dia, vamos estar por perto promovendo e valorizando essas ações entre as crianças para que isso se torne habito e ele traga para a vida. E com esse intuito de partilha e em parceria com os demais colegiados da unidade a ideia é propor um momento de partilha com café coletivo onde ofertamos algo as famílias, mas também abriremos para aqueles que queiram partilhar algo. 

Atividade 4 – Pensando Juntos nas melhorias 

Essa proposta envolve diretamente os adultos e indiretamente as crianças, pois vamos elaborar um registro com os apontamentos de necessidades do nosso entorno com relação a educação, saúde e saneamento e a ideia é que esse documento chegue as autoridades competentes como uma carta reivindicatória. 

Atividade 5- Partilhando sensações 

Nesse momento se dá entre família criança e escola, após todo esse processo vamos sugerir que de algum modo eles façam um registro de como foram esse momento, sejam com fotos, vídeos, um desenho elaborado com as crianças ou até mesmo um relato escrito pelas famílias. 

Toda essa sequência será avaliada em todo o processo a partir de registros, relatos e observações de melhorias no entorno. A ideia central é fazer com que a comunidade escolar entenda que direito humano se faz no coletivo, para o coletivo e com o coletivo. Pequenas ações coletivas