Tarefa 6 – Curso EDH – Carina Amancio

Data

7 de agosto de 2020

Cursista

Carina Amancio

Função

Professora

DRE / Unidade Educacional

Freguesia do Ó / Brasilândia

Escola

Cei Guilherme Henrique Pinto

CURSO RESPEITAR É PRECISO!

Carina Amancio

RF:  8448434

  • Tema proposto:

Raça e relações étnico raciais.

  • Justificativa:

Tendo em vista que a maioria dos contos de fadas tem seus personagens principais como brancos de cabelos lisos e olhos claros, a proposta busca dar visibilidade para os meninos e meninas de pele negra, evidenciando assim sua beleza e seus costumes dentro de um contexto de ficção, brincadeira, música, arte, interação com os pares e todos os envolvidos no processo educacional.

  • A quem o trabalho se destina:

Esse trabalho visa atingir os meninos e meninas de toda a escola, dentro de uma faixa etária de 0 a 3 anos.

  • Finalidade:

A proposta visa a valorização dos meninos e meninas negros, dando a eles o protagonismo que é muitas vezes esquecido pela sociedade ao enaltecer uma determinada etnia (branca),  tida como a que merece destaque e inferiorizam outra atribuindo papéis de baixo valor. Assim há a necessidade de nos confrontarmos com as diferenças, tendo em vista que a escola é um espaço para a produção de aprendizagem, experiências e de transformação.

  • Objetivos/Resultados esperados:

Propiciar um repertório de valorização para meninos e meninas negras, se reconhecendo dentro de uma sociedade que ainda tem preconceitos e não dão protagonismo e visibilidade as crianças negras, desta forma dando destaque a sua cultura.

  • Duração :

O trabalho será desenvolvido em 1 bimestre.

  • As atividades que comporão a sequência.

Propor ao grupo o estudo do conceito racial e relações étnicas no Brasil para promover uma maior interação e apropriação do que será trabalhado.

Iniciaremos o trabalho com uma leitura de roda com o livro “O Pequeno Príncipe Preto” onde buscaremos quebrar paradigmas que para ser príncipe e princesa precisa ter a pele clara, construída muitas vezes na mentalidade das crianças por meio das animações que não contém representatividade.

Resgatar brincadeiras africanas: pegue a calda, escravos de Jó e pula corda.

Propiciar momentos de interação com bonecos e bonecas de diferentes características, favorecendo a especificidade de cada criança.

Propiciar momentos de interação com músicas africanas para os meninos e meninas: Olélé Moliba Makasi, entre outras.

Junto com a família de cada criança criar um grande cartaz com fotos de cada grupo familiar,  com o título: Vamos comemorar nossas diferenças!

Criar com todos os envolvidos do processo educacional da escola uma peça de teatro para as crianças, tendo como base o livro: O pequeno príncipe negro.

Convidar crianças e comunidade escolar para assistirem a peça teatral criada pelos educadores para evidenciar a beleza africana.

  • Avaliação:

A avaliação se dará por meio da observação do desenvolvimento da aprendizagem de cada menino  e menina, registrando cada fala e descoberta de cada criança e criando um portfólio com suas conquistas.