Tarefa 6 – Curso EDH – Andréa Carla Micheli Perfecto

Data

4 de agosto de 2020

Cursista

Andréa Carla Micheli Perfecto

Função

PEI

DRE / Unidade Educacional

São Miguel Paulista

Escola

Cei Jardim Ruth

Andréa Carla Micheli Perfecto

 

Revisão da Tarefa EDH Desafios Contemporâneos

 

Sobre a minha atividade fui rever a aula 3 “Relação Família e Escola” para poder realizar uma reflexão sobre a mesma dentro da atividade que eu propus para o retorno.

Mesmo sabendo que o professor Luís Saraiva em sua palestra e mesmo na live aborda o tema família com um resgate de todos os tempos e em outros séculos sendo três situações diferentes, tais como a centralidade familiar, a relação do estado com a família e por fim a família e a escola, sendo o primeiro lugar o cuidado da família e depois entra a escola.

Em muitas situações da palestra o professor usou diversos autores e escritores para falar sobre momentos e criação de várias formas de família e todas as suas concepções no decorrer de várias épocas, “a invenção da infância, da família e da maternidade”.

E no final de sua palestra ele deixou uma questão para pensarmos “Que relações queremos construir com as famílias de nossos estudantes, o que queremos afirmar, o que queremos produzir com essas relações?”.

Pensando nisso e partindo daí, o que pudemos ver com essa pandemia foi que ela escancarou a desigualdade, e na nossa comunidade também ficou muito nítida essa situação por esse motivo resolvi realizar essa atividade para o retorno das atividades escolares. Pois nas informações que li e assisti percebi que tinha uma grande relação porque passam anos e ou séculos e a situação continua sendo parecida.

Em uma determinada fala do professor ele diz que “inventa- se então que as famílias é um lugar bacana legal de se cuidar das crianças, constroem se uma ideia de que as crianças serão cuidadas pelas famílias para serem mais ajustadas, para que não ocorressem mais tantas mortes.” Essa foi uma fala de algo que ocorreu há tempos atrás e que tem tudo com esse momento também mesmo sendo em outra situação.

Mesmo naquela época no século XVIII criou se um meio de aconselhamento, isso podemos ver até atualmente, o aconselhar, mas naquela época possibilitando uma influencia moral, indicando o que poderia fazer em sua própria vida e agora o aconselhamento vem com a situação da pandemia em ficar em casa, distanciamento social, sendo sempre uma situação ligada à outra, novamente em tempos diferentes e situações semelhantes.

Neste momento de muitas preocupações com o futuro se dá a preocupação com a infância, crianças em perigo, então a preocupação das crianças serem bem atendidas para se tornarem pessoas melhores.

A educação infantil como relação com as famílias é bem o cuidar desde a época de 20, mesmo com muitas mudanças ainda está até hoje enraizado esse “cuidar”, demorou muito para a educação infantil ser vista como educação, mas até hoje ela não é.

Enfim, sabendo de todos esses problemas que as famílias estão passando com essa situação de pandemia nada mais assertivo para pensar em um momento certo para esse retorno, pois estaremos todos muito ansiosos, com medo e preocupados, então definir como seria o papel da família e mesmo da escola nesse momento.

“Relação afetiva na escola se busca como se a escola fosse uma segunda casa dos alunos” fala do professor Luís para finalizar.