Democracia na escola

Visualizando 3 posts - 1 até 3 (de 3 do total)
  • Autor
    Posts
  • #13818
    Ariane do Vale Santos
    Participante

    Esse assunto, muitas vezes, nos causa dúvidas. Falamos sempre que devemos ver a criança como ser produtor de cultura, crítico, que fala, pensa e aprende por meio do corpo, mente e emoções, mas será que criamos oportunidades para que essas crianças se expressem? Por muitos anos, ao planejar as atividades, pensava nos objetivos que queria atingir, mas não escutava meus alunos, não os chamava para colaborarem com o planejamento, seja escolhendo histórias ou decidindo em qual parque ou brinquedo queriam utilizar.
    Aos poucos, notei que foram raros os momentos em que oportunizei que meus alunos decidissem ou opinassem sobre o que foi ofertado e o que precisava ser melhorado. Se são eles que utilizam os espaços e materiais da U.E, nada melhor do que perguntar para os pequenos.
    Atualmente, com as formações, estou mudando e refletindo sobre minha postura. Penso em como oportunizar momentos que todos possam expor o que pensam, algumas brincadeiras estão sendo decididas pelas crianças e as discussões sobre o projeto e onde as exposições devem ser realizadas são feitas por meio de assembleias.
    A escola não pode podar ou limitar a criança e sim favorecer pra que ela seja escutada, compreenda que é uma cidadã e que sua voz tem valor.

    #13842
    Geisa Aparecida Peral
    Participante

    O espaço para interações e o protagonismo é muito importante porque através das opiniões e reflexões deles como em assembleias por exemplo, a convivência é mais clara e mais produtiva.

    #13933

    Acredito que apesar das inúmeras tentativas a democracia da escola ainda não é pautada no diálogo e sim é uma democracia fictícia pautada no direito e poder da maioria, ou na opressão de não desagradar a chefia da escola

Visualizando 3 posts - 1 até 3 (de 3 do total)
  • O fórum ‘Aula 6 – Práticas democráticas na escola’ está fechado para novos tópicos e respostas.