Compartilhe aqui suas impressões, dúvidas e sugestões da AULA 2

Homepage Fóruns Assuntos Gerais Aula 2 – Respeito Mútuo Compartilhe aqui suas impressões, dúvidas e sugestões da AULA 2

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 107 do total)
  • Autor
    Posts
  • #11811

    Compartilhe aqui suas impressões, dúvidas e sugestões da AULA 2!

    #11824
    Lígia Cook Teixeira
    Participante

    respeitar é fácil quando nos sentimos respeitados, esse é um principio fundamental que aprendemos enquanto alunos e reproduzimos quando professores, dar lugar para a fala do aluno e importância para o mesmo, faz com que se crie uma relação de respeito e ajude na construção de uma elevada autoestima para os nossos alunos.

    #11839
    DIEGO LEITE BRAGA
    Participante

    Que salientar a potência do material oferecido sobre a construção ininterrupta do respeito mútuo, sobretudo, os vídeos da formadora Crislei Custódio que foram extremamente esclarecedores e instigantes para novas reflexões e desdobramentos acerca do tema não só no contexto escolar, mas nos diversos espaços de convivência social.
    Me senti muito contemplado profissionalmente com a afirmação da formadora: “O espaço escolar não promove ou possibilita espaços para uma escuta qualificada, muitas vezes, nem conhecemos as pessoas com quem trabalhamos…”, infelizmente, enquanto professores e todos os outros presentes dentro do ambiente escolar, precisam se despir de certezas e pré-julgamentos que reforçam marcadores sociais e estereótipos, essas ações são difíceis e ininterruptas, mas precisam envolver TODOS da comunidade escolar, fomentando espaços para diálogos horizontalizados e uma escuta qualificada que reconheça todos os indivíduos como seres de direitos.

    #11849

    Olá a todos!
    Que bom fazer as reflexões da aula 2. Eu já havia feito algumas reflexões sobre minhas vivências tanto como aluna, tanto como educadora. Confesso que a primeira vez que fiz isso chorei muito por lembrar de coisas que estavam guardadas lá no fundo e que me geraram traumas que eu nem sabia que tinha, mas que ao puxar a memória me fizeram colocar para fora tudo que estava ali escondidinho num porão muito escuro, mas fazer a reflexão foi como varrer, limpar e deixar bem claro esse porão, que agora consigo entrar e sair sem traumas, que benção!! Eu sou exemplo de que a falta de empatia, respeito ao outro pode fazer muito mal a vida de uma pessoa, fazer isso com alguém é desumano e fazer isso com uma criança é cruel; que bom que nossas crianças hoje podem ser ouvidas, pelo menos a maioria, sei que ainda existe esse tipo de crueldade, o mundo não é perfeito, mas podemos chegar lá, bem pertinho:)
    Um carinho a todos!!

    #11853

    Lendo o material da aula e assistindo os videos, passei a refletir sobre respeito mútuo e o que estamos passando atualmente, a pandemia.
    Essa crise sanitária do momento faz alguns se tornarem autoconscientes, mas outros não. No isolamento social, por exemplo, tem que sair de casa quem precisa, por muitos e muitos motivos, mas não é o que vemos, pelo menos o que tenho visto… creio que para alguns pequenas transgressões tenha um “gostinho bom”, ou de repente porque não temos o exemplo de alguns de nossos dirigentes, sei lá…
    Li uma frase esses dias e hoje ela me voltou a mente, pois diz respeito ao curso: ” Sem escuta, respeito mútuo e colaboração, iremos direto a nossa extinção”, biólogo Humberto Maturana

    #11859

    Tenho buscado me familiarizar, a cada dia mais, com conceitos que me permitam compreender nossa condição humana por uma perspectiva de igualdade, equidade e isonomia. Nesta busca, me deparo com muitas afinidades afetivas e pessoas que, como eu, buscam conhecimentos relacionados aos Direitos Humanos, Cultura da Paz e Comunicação Não Violenta e sociedade global. São inúmeras as inquietações, duvidas e provocações assim como são inúmeras as dificuldades e incertezas neste caminho. Ao estudar o texto da sr. Maria Vitória Benevides, “Educação em Direitos Humanos: de que se trata”. Percebo que, por mais que a caminhada possa ser vagarosa, cada dificuldade encontrada serve como ação afirmativa em prol dessas conquistas sociais. Ao afirmar que os Direitos Humanos não são, meramente, declamações retóricas e que eles exigem certas atitudes ao mesmo tempo em que repelem outras, a autora me permitiu sentir ainda mais a certeza de que estamos todos no caminho certo ao procurar este tipo de formação, ao nos fortalecer em nossas convicções que permeiam a Declaração Universal dos Direitos Humanos e, talvez, principalmente, em nossas atuações no chão da escola e nas comissões de mediação de conflitos, por exemplo. Sinto-me honrado e feliz por estas oportunidades.

    #11877

    Que aula !!!! Fiquei impactado com o nível de conhecimento dos assuntos abordados. Porém , o que mais me chamou e despertou atenção foi o recorte do filme com o depoimento da moça. Toda a sua história que culmina no ápice de uma explosão de emoção ao relatar todo o sofrimento que obteve no colégio de freira pelo fato de ser negra. As marcas, as angústias e cicatrizes estão presentes para sempre, mas como ela mesmo diz hoje possui força para seguir em frente e progredir. Deseja fazer faculdade, cantar , tem orgulho das cotas e o DESRESPEITO que sofreu foram fortes, porém não suficientes para fazê-la desistir. Fiquei emocionado.

    #11897

    Honoria da Silva Costa – Com toda certeza, respeitar se inicia pela escuta, e pelo reconhecimento do outro como sujeito de direito, onde sua dignidade não seja violada (como cita o texto). A escuta é composta pelo diálogo, numa construção de confiança e valorização do ser humano. Como educadores, provavelmente muitos presenciaram nas escolas a situaçao da Pamela, entretanto através de exemplos e diálogos através da escuta, professores “devem” formar o ser humano para o respeito, assim sendo aulas a serem ministradas não se compôem só de conteúdos de matemática, ciências, etc, mas também de diálogos formativos para a auto-estima positiva/ valorização do ser humano, independente de cor, raça, sexo, gênero, religião, etc. A socialização dentro da escola é de suma importância, tendo início na educação infantil (com o brincar junto, dividir brinquedos, tratar bem o amigo, etc), tendo continuidade nos demais graus de ensino.

    #11911

    Olá!
    Aula maravilhosa! Quanta sensibilidade, clareza e sabedoria da professora Crislei.

    Nos faz pensar sobre respeito que não é meramente cordialidade, gentileza e submissão. E sim reconhecimento do outro como sujeito de direito.
    E este outro são TODOS. Crianças, negros, mulheres e pobres que sempre têm seus corpos socialmente marcados.

    Saber escutar e dialogar com o outro, sobretudo, quando se tem pensamentos e posicionamentos diferentes requer realmente um olhar atento e disposição.

    É difícil, mas sigamos tentando!

    Parabéns pela aula!!

    #11924

    É sempre muito bom poder compartilhar conhecimento, teoria e principalmente emoções. As aulas nos faz refletir e buscar sentimentos e sensações guardadas e propositalmente esquecidas. O respeito mútuo é um exercício que deve ser constante em nossas vidas, na escola e em todos os ambientes sociais. É comum trabalharmos por anos em uma escola, principalmente as grandes, e conhecer alguns poucos membros da equipe, justamente porque a gente é sugado por tantas atribuições e burocracias, tomando todo ou quase todo nosso tempo. As conversas geralmente são sobre assuntos pedagógicos e a fala e a escuta só acontece quando realmente se faz necessário, quando algum fato ou atitude precisa ser dialogada. Ocasionalmente ou não, esse trabalho de diálogo e escuta deve promover espaço para que as pessoas tenham a sua dignidade assegurada, respeitada e reconhecida. Dar voz ao outro nos ajuda e repensar conceitos e valores e nosso olhar sobre o outro.

    #12060

    Aula maravilhosa, que contribui muito para reavaliarmos o que é respeito e como alguns atribuem que o respeito é apenas você ser gentil para com o outro. Estamos num momento de Pandemia em que muitos falam de empatia, respeito pelo próximo, mas o dizer está muito longe do que está sendo colocado em pratica. Entendo que o respeito é algo que temo que ter em todos momentos, e com todos independente do ideal de cada um, isso é reconhecer o outro como sujeito de direito.
    Outro ponto que me chamou atenção é ato de escutar e dialogar, que nem sempre é fácil, pois são pessoas que pensam e agem diferentes, que quando não concordamos com o que foi dito, podemos ser excluído e por este motivo, muitas vezes é melhor ficar quieta e apenas ouvir.

    #12065

    Como é importante respeitar e ser respeitado. Escutar e se fazer escutar. Creio que no ambiente escolar encontramos algumas dificuldades quando o indivíduo (educando) faz parte de vários ambientes em que cada um tem seu modo de vida e conceitos distintos de civilidade, educação e consequentemente o respeito.

    #12067
    Letícia Goncalves
    Participante

    Aula maravilhosa. Obrigada por esses momentos. Devemos sempre refletir que o respeito ao próximo é um sinal de respeito a si mesmo porque, ao agir dessa maneira, estará se mostrando digno de que ajam contigo assim também. Mesmo com tantas diferenças em relação a crenças, valores e opiniões, devemos sempre nos lembrar de que somos todos seres humanos e estamos juntos nessa viagem chamada vida.

    #12079

    Aula maravilhosa, conteúdo excelente , enriqueceu sem dúvidas o meu trabalho.

    #12083

    Para um ambiente saudável, prazeroso de Paz e tranquilidade, o minimo necessário é que se tenha respeito mútuo…

Visualizando 15 posts - 1 até 15 (de 107 do total)
  • O fórum ‘Aula 2 – Respeito Mútuo’ está fechado para novos tópicos e respostas.