COMENTÁRIOS DA EQUIPE FORMADORA

Homepage Fóruns Assuntos Gerais Aula 4 – Diversidade e Discriminação COMENTÁRIOS DA EQUIPE FORMADORA

Visualizando 2 posts - 1 até 2 (de 2 do total)
  • Autor
    Posts
  • #14287

    Salve!
    Este espaço de conversa tem mesmo cumprido a importante função de discutir, debater ideias e compartilhar opiniões. Muito bom mesmo! Gostaria de abordar aqui uma ideia que ainda não tinha sido lançada: a questão da comemoração das datas como dia das mães, dos pais etc., e vou aproveitar para falar um pouco sobre as comemorações de cunho religioso. De fato, pode ser muito gostoso homenagear mães, pais ou qualquer outra pessoa, mas sendo a escola um espaço de formação em valores, não podemos valorizar e certificar um determinado tipo de família em detrimento de outras. Comemorar o dia das mães, deixando de considerar as outras formas de agrupamento familiar, na verdade pode significar que existe uma única maneira de compor uma família, uma vez que só uma é digna de comemoração. A escola é um espaço onde a diversidade se coloca como condição para formação de todo convívio ético e saudável de todos os alunos e alunas. Sim, comemorar dias mães ou dos pais, pode significar que só têm valor aquelas famílias que assim são formadas. E não é verdade, concordam? Não teria problema nenhum este tipo de comemoração se existisse também outros dias em que outros adultos responsáveis ou cuidadores fossem também homenageados. O dia das avós, o dia dos educadores de instituições, o dia dos padrastos, dos irmãos mais velhos, etc. Sim, isso se tornou uma tradição nas escolas, mas existem outras tradições que, embora tenham muito valor para muitas das crianças e famílias, não são levadas em conta, o que acaba por discriminá-las. O problema, a meu ver, é que algumas tradições são escolhidas e outras não. Um exemplo: algumas religiões de raiz africana, rezam que na sexta feira todos devem se vestir de branco, mas isso não é considerado nas escolas, embora represente, sim, uma tradição importante para muitas famílias. O Natal é sempre muito lembrado por todos, mas as outras datas significativas para muitas culturas passam em branco, certo? Comemorar as datas relacionadas à crença de uma suposta maioria, pode nos levar a situações de discriminação muito graves, e que podem ter efeitos nefastos na formação daquelas crianças que passam aproximadamente 15 anos na escola e não se veem consideradas ao longo de todo este tempo.
    Oura questão que surgiu diz respeito às tentativas de ensino remoto que foram propostas durante o período de quarentena. Se, por um lado, está é sim, a única forma que foi possível encontrar para aproximar minimamente as crianças da escola e dos conteúdos escolares, por outro, é preciso que fique claro, desde já, que muitas crianças, simplesmente “ficaram de fora” deste processo e, portanto, não puderam usufruir do direito à educação durante todo este tempo. Talvez não tenha sido possível mesmo encontrar outras maneiras neste momento, mas não podemos deixar de levar em conta as dificuldades destes alunos e pensar, desde já, em outras alternativas para atender estas crianças antes de sermos pegos de surpresa novamente. Tenho certeza de que esta discussão avançará bastante, e que encontraremos formas mais democráticas de oferecer educação de qualidade a todos, mesmo em tempos de isolamento.
    Bom trabalho a todos!

    #14553

    Nas escolas da prefeitura implantaram dia da família na escola,creio que para substituir exatamente esse tipo de comemoração, algumas fazem o dia de cuida de mim, acho valido visto que homenageia de fato a(s) pessoa(as) que cuida da criança ( Aluno).

Visualizando 2 posts - 1 até 2 (de 2 do total)
  • O fórum ‘Aula 4 – Diversidade e Discriminação’ está fechado para novos tópicos e respostas.